quarta-feira, 30 de maio de 2012

10 dicas para quem visita (ou quer conhecer) Santiago (Chile)


A Cordilheira informa: chegamos em Santiago!

1) Dinheiro: Quando o assunto é dinheiro, as dúvidas são muitas: Devo fazer o câmbio no Brasil ou no Chile? Se for fazer câmbio no Chile, devo levar reais ou dólares comigo? Vale a pena levar o Visa Travel Money ou sacar em moeda local nos caixas eletrônicos? E cartão de crédito, não é mais prático?

- O ideal é que você faça uma pesquisa em diversas casas de câmbio e compre pesos no melhor preço aqui no Brasil - certamente você terá uma taxa melhor. Evite as casas de câmbio do aeroporto: além de poucas, não oferecem boas taxas;

- Se preferir fazer câmbio no Chile, leve DÓLARES. Como a moeda é forte, certamente a taxa será mais competitiva, mesmo considerando as duas conversões (reais para dólares no Brasil, e dólares para pesos no Chile). Com raras exceções, trocar reais por pesos em terras chilenas é certeza de ter uma taxa ruim;

- Outra opção é sacar em moeda local nos caixas eletrônicos chilenos, pelo sistema Maestro - apenas confirme com seu banco quais são as taxas cobradas pelo serviço (tarifa de saque, IOF, etc.), e qual a cotação praticada;

- Cartões como o Visa TravelMoney são boas opções para quem não gosta de andar com dinheiro vivo e nem quer depender do cartão de crédito (e do mortal IOF cobrado a cada uso). É um cartão de débito pré-pago, que pode ser usado para pagar contas e realizar saques nos caixas eletrônicos (taxa de US$ 2,50 por retirada). Pode ser carregado em até 10 moedas. Leia mais em www.visa.com.br/conteudo.asp?pg=1340;

- Cartão de crédito tem a praticidade, a segurança, mas a facilidade tem seu preço. Em termos de custo total, sempre será a pior opção. Além de perder na taxa pela conversão dupla (pesos para dólares e depois para reais), ainda tem que pagar 6,38% de IOF. O custo pode ser baixo, talvez você considere irrelevante dada a praticidade, mas ele estará lá;

Se for decidir levar dinheiro em espécie do Brasil, valem as antigas regras de viagem: separar o montante em pequenos pacotes, distribuir entre quem vai viajar, bem guardados e sempre na bagagem de mão. Evite levar muito dinheiro em espécie para evitar a obrigatoriedade de declaração junto à Receita.



2) No Aeroporto: Ao chegar no aeroporto, o taxi é uma ótima opção para ir até o hotel. Não é caro - ex.: até Las Condes são 36 km, e custa em média CLP 19.000 (R$ 76). Importante: na saída do aeroporto você será bastante assediado por taxistas "freelancer". Agradeça e passe direto, é roubada - além do taxímetro ligado, eles "adoram" passear pela cidade com turistas. Se você for pegar um taxi, vá num dos POSTOS OFICIAIS existentes no desembarque ou no saguão principal - eles trabalham com preço fechado e pagamento com cartão de crédito. Também é possível agendar o taxi do Brasil, via Internet: http://www.taxioficial.cl/;



3) Segurança: Santiago é tão turística quanto São Paulo. É cidade grande (são 7 milhões de habitantes), tem um ótimo sistema de transporte (várias linhas de ônibus e quase 100 estações de metrô), muitos hotéis e uma vasta oferta gastronômica. É cidade de negócios, empresas, bancos. Orgulha-se de ter a polícia mais honesta do mundo, os "Carabineros". É possível andar pela cidade com um notebook na mochila sem ser notado. Em todos os lugares que você for, terá muita gente. Portanto, não descuide dos seus pertences, principalmente nas regiões com grande concentração de turistas (bairros gastronômicos e Centro Histórico);



4) Onde ficar: Para economizar com transporte, procure um hotel em Providencia, Las Condes, El Golf ou Bellavista. Estará bem mais perto dos bons restaurantes e a poucos passos do metrô. Se for ficar mais de 2 semanas, vale a pena alugar um flat - além da economia na tarifa (cerca de 30% a menos do que um hotel), são equipados com cozinha. Um dos mais conhecidos é o http://www.roomapart.cl/;



5) Transporte: Compre o cartão "BIP!" em qualquer estação de metrô. O plástico custa CLP 1.350 (R$ 5,40), com recarga mínima de CLP 800 (R$ 3,20). Funciona no metrô e nos ônibus (com exceção dos "Metrobus", que são micro-ônibus azuis administrados pelo metrô), em sistema de "Bilhete Único" - você paga 1 tarifa e pode pegar até 3 ônibus ou metrô + 2 ônibus no período de 2 horas. Importante: nos ônibus não há cobrador e o motorista não pode cobrar a passagem, ou seja, sem o cartão você não pode usar os ônibus, que são bem úteis para chegar em regiões não atendidas pelo metrô, ou andar pela cidade após às 23hs (horário que fecha o metrô);


Cartão "BIP!", validadores no ônibus e no metrô, máquina para recarga automática (que também pode ser feita na bilheteria do metrô)



Leia mais:

- 10 atrações imperdíveis em Santiago (Chile)
- Top 10 Santiago: Restaurantes
- Turismo no Chile: 10 lugares para incluir no seu roteiro de viagem (além de Santiago)




6) Idioma: Sigo uma regra simples sempre que viajo para outro país: tento falar a língua local sempre que possível. Além de ser uma ótima forma de estar em contato com a cultura do país, acredite: você será muito melhor tratado, não importa onde estiver. Por favor, pelo amor de Deus, tentem falar espanhol - só um pouquinho, mesmo que seja apenas o elementar! Chegar no restaurante gritando em português e falando pausado, como se o garçom fosse surdo, não é certeza de que ele entenderá o que você quer.

Guia de sobrevivência: bom dia é buenos días, obrigado é gracias, vinho é vino e se toma em copa (taza é só para café), garrafa é botella, jantar é cena, gorjeta é propina, talheres são cubiertos (garfo é tenedor, faca é cuchillo e colher é cuchara), contestar é responder, cartão é tarjeta, molho é salsa, presente é regalo, vermelho é rojo, cachorro é perro, lugar é sitio, campo de futebol é cancha, um momento é um rato, bolso é bolsillo, pó é polvo e polvo é pulpo, comida deliciosa é exquisita, batatas fritas são papas, cabelo é pelo, perto é cerca, hoje é hoy, longe é lejos, amanhã é mañana, cedo é temprano, suco é jugo, frango é pollo, saia é falda, dançar é bailar, calça é pantalón, rua é calle, bêbado é borracho, vingar-se é desquitarse, rubio é loiro, carro é coche, quente é caliente, sobremesa é postre, salada de frutas é macedonia, banana é plátano, pêssego é durazno, sorvete é helado, gelado é frio, leite é leche, desnatado é descremada, vitamina é batido, chá é té (e não "tchá"), refrigerante é gaseosa. Café preto é café negro (ou café solo), e eles não tem a menor idéia do que seja um "café carioca".





7) Comida: Palta (o bom abacate), Pisco Sour (destilado à base de uva moscatel), Centolla (caranguejo gigante), Congrio (peixe do pacífico sul chileno) e Pastel de Choclo (milho) são parte da gastronomia chilena. Existem ótimos lugares para experimentar, e existem as roubadas. Informe-se bem antes de comer mal e pagar uma facada;


Abacate no sushi, pisco, centolla e pastel de choclo



8) Vinhos: As melhores lojas para comprar vinhos são La Vinoteca, El Mundo del Vino e a Wain – esta última, uma loja com conceito diferente, que publica uma ótima revista com dicas de lugares legais da cidade. A El Mundo del Vino tem uma grande loja na Calle Isidora Goyenechea (Las Condes) e outra no Parque Arauco. Comprar no free shop do aeroporto, direto nas vinícolas ou mesmo nos supermercados (o "Jumbo" possui a maior prateleira da cidade) podem ser ótimas opções.


Em sentido horário: Jumbo, El Mundo del Vino, Wain e La Vinoteca

Muitas vinícolas chilenas abrem suas portas para os turistas, oferecendo roteiros que permitem visitar as instalações e participar de degustações. Algumas contam com restaurantes, com ótima comida, vinhos de qualidade, paisagens de tirar o fôlego e preços quase imbatíveis. Na região de Santiago, as mais procuradas são a Concha y Toro e a Cousiño Macul.

O Vale de Casablanca, distante 45 minutos de Santiago, no caminho para Viña del Mar, produz os melhores brancos do país. As vinícolas Casas Del Bosque, Matetic e Indomita oferecem tours imperdíveis. A Casas del Bosque conta com o restaurante Tanino, que se orgulha de estar na lista dos 20 melhores restaurante de vinícolas no mundo, segundo a revista canadense WineAccess.

Dá para levar crianças? Sim. Em geral, não existem restrições, os(as) pequenos(as) não pagam para entrar, mas algumas, como a Concha y Toro e a Cousiño Macul, não têm uma área para as crianças brincarem, o que pode tornar o passeio rapidamente entediante para elas. Nas 3 vinícolas do Vale do Casablanca, este problema não existe: crianças são realmente bienvenidas, com direito a parquinhos, laguinhos e livrinhos para colorir no restaurante, sem falar de cardápio só para elas.



9) Como se locomover em Santiago: A melhor maneira de conhecer a Santiago dos chilenos é caminhar pelas ruas largas, planas e beeeeem extensas, com muito verde e que praticamente cortam a cidade de ponta a ponta. Por isso, leve calçados bem confortáveis. Melhores bairros para visitar: Las Condes, Providencia, Bellavista, Vitacura, sem esquecer do Centro Histórico. Importante: O clima de Santiago é bem seco - beba muita água, e não esqueça do protetor solar para o corpo e para os lábios.

Outro jeito de conhecer as principais atrações da cidade em pouco tempo é o ônibus turístico, que passa nos principais pontos turísticos da cidade. As principais empresas são a Turistik e a Viator. São 12 paradas, a viagem completa pela cidade dura 2 horas, e ônibus circulam a cada 30 minutos. O bilhete vale para o dia todo, é possível descer em qualquer parada, aproveitar a atração e pegar o ônibus seguinte. Para facilitar, o bilhete pode ser comprado ainda no Brasil, via Internet.

A bicicleta é uma ótima forma não apenas de conhecer Santiago, bem estruturada com ciclovias e um incontável número de parques, mas de estar em contato com a cultura da cidade (e de manter a forma com tanta comida boa disponível na cidade). Em Santiago há algumas empresas que vem trabalhando com o turismo sustentável, como La Bicicleta Verdee Bike Tours Chile, com tours pelos principais pontos turísticos e por algumas vinícolas da região. Para saber mais, clique aqui.

Orientação: É fácil andar em Santiago. A cidade é cortada por grandes avenidas, que usam o sufixo "Oriente" (Leste), "Poniente" (Oeste), "Norte" e "Sur" (Sul) para identificar a região da cidade. Uma mesma avenida pode ter partes Norte e Sur, como o caso da Américo Vespucio, com trecho "Norte" da Apoquindo (metrô Escuela Militar) até a Costanera Norte e "Sur" da Apoquindo até a Francisco Bilbao.

As comunas (bairros) de Santiago se agrupam em cinco regiões: Norte (verde), Cordillera Oriente (azul), Cordillera Sur, (roxo) Sur (Pirque), Poniente (salmão) e Centro (amarelo). A zona central concentra a principal área administrativa, financeira e comercial de Santiago.






10) A Sernatur é a agência oficial de Turismo do Chile, onde é possível conhecer mais sobre o que visitar, onde comer, onde ficar e até pegar os tão importantes mapas das cidades. Além de um escritório no aeroporto, outro no bairro Providencia - Av. Providencia 1550, ☎ +56 (2) 731 8336 e +56 (2) 731 8337. Importante: nas estações de metrô não existem indicações de qual saída deve-se tomar para as atrações turísticas. Tenha sempre um mapa em mãos, ou use os "mapas do arredores", disponíveis na saída de cada estação, normalmente após passar a catraca.

449 comentários:

1 – 200 de 449   Recentes›   Mais recentes»
Rodrigo disse...

Amigo, vi que voce indicou o room apart, poderia me passar melhores informações? Você se hospedou nele? É confiavel? Abraço

Daniel Neves disse...

Rodrigo, fiquei hospedado no edifício "Roger de Flor" nas 3 semanas em que estive em Santiago.

São aptos confortáveis, de 1 dorm, sala, cozinha completa, banheiro e sacada. O prédio conta com uma minúscula (e ruim) academia. Localizado entre os metrôs Tobalaba e El Golf, no coração de Las Condes, fica bem perto das zonas de restaurantes. O mercado mais próximo fica a 5-6 quadras.

O edifício "Luiz Rodriguez" é mais moderno e localizado numa zona 100% residencial, pertinho do metrô Escuela Militar. São aptos de 1 e 2 dorms com cozinha completa. O prédio não tem academia. A região tem poucos restaurantes, mas conta com um bom mercado a 2 quadras. O Parque Arauco está a 15 minutos à pé.

As 2 unidades contam com bom serviço diário de limpeza, com arrumação de cama, varreção dos cômodos, troca de toalhas e lavagem de pratos. As roupas de cama são trocadas 1x semana.

O acesso à internet é gratuito, via wi-fi. Dica: leve um cabo de rede como backup caso o modem do quarto tenha problemas.

A TV tem mais de 50 canais, com programação local e dos principais canais internacionais. Não perde nada para Net ou Sky.

O Room Apart diz no site que fornece café da manhã, limitado a apenas 1 barra de cereal e uma caixinha de suco.

A Sra. Erika Romero (erikaromero@roomapart.cl) foi quem me atendeu e resolveu todos os meus problemas durante a estadia. Além da cordialidade, ressalto a rapidez para atender minhas reclamações (lâmpada queimada, internet fora do ar, etc.)

É um lugar confiável e boa opção para quem pretende ficar mais de 2 semanas na cidade.

Espero ter ajudado. Se precisar de mais informações, é só perguntar!

Simone Pessa disse...

Daniel, adorei o blog, estou indo daqui 4 dias para Santiago, anotei todas as dicas...Mas gostaria de saber onde como a melhor centolla, é no mercado central?? Aquela da foto do Aqui está Coco, achei meio sem graça...Obrigada! Simone Pessa

Daniel Neves disse...

Simone, na opinião dos chilenos você pode comer uma ótima centolla inteira, como prato principal, em 3 restaurantes: Aqui Está Coco, Puerto Fuy e El Otro Sitio.

Só comi centolla inteira no Mercado Central, a qual não recomendo, assim como os chilenos, que acham cara e ruim. Vale pela pirotecnia do abrir e cortar na frente do cliente, mas não pelo sabor.

No Aqui Está Coco, provei a versão servida como entrada, com uma porção de carne picada e acompanhada de abacate. É ideal se você quiser provar outros pratos da casa e não comer centolla de prato principal - é pequena, mas muito saborosa.

No Puerto Fuy, provei o risoto de centolla, que é muito bom também. Saboroso, mas poderia ver mais carne.

Por fim, não tive tempo de ir no El Otro Sitio. Posso repassar a ótima recomendação dos chilenos, mas não posso dar minha opinião sobre a centolla deles. Se você resolver conhecê-la, depois me conte o que achou!

Na minha opinião, o Aqui Está Coco tem a centolla mais saborosa que comi.

Anônimo disse...

Daniel, eu não como carne, o que sugere em Santiago para vegetarianos?

Daniel Neves disse...

Dos restaurantes que listei no blog, apenas o Majestic oferece cardápio vegetariano. Provei um dos pratos, e gostei muito.

Conversei com meus amigos chilenos, e eles te recomendaram visitar 3 restaurantes: Quínoa (http://www.800.cl/?id=1097&id_Ficha=5890), El Huerto (http://www.800.cl/?id=1097&id_Ficha=197) e Café del Patio (http://www.800.cl/?id=1097&id_Ficha=86). Todos oferecem boa oferta de pratos, lanches, saladas e massas.

O "OH! Salad Garden" (http://www.ohsaladgarden.cl/) também é uma ótima opção: almocei 1x na unidade de Ciudad Empresarial (fora de Santiago), e achei bem interessante.

Você come peixe? Se sim, a oferta gastronômica é imensa, pois é o que a cidade oferece de melhor.

Anônimo disse...

Parabéns
Seu blog é muito bom mesmo, depois de lê-lo estou pensando em conhecer Santiago

Arnaldo Carvalho disse...

Daniel, parabéns pelas dicas que expôs no blog!
Estou indo à Santiago na próxima semana e suas informações me foram valiosas. Porém, queria mais alguns esclarecimentos, se fosse possível:
1) ficarei hospedado em um hotel na Providência (Nogales Hotel), e estou na dúvida se o deslocamento para o centro de Santiago é difícil e se neste caso o metrô é um boa opção, já que não conheço a cidade, estações e locais de desembarque do mesmo.

2) Vale a pena, ainda no aeroporto, usar um táxi para a linha mais próxima de metrô ou ir diretamente para o hotel de taxi? (Levando em consideração que levarei pouca bagagem e não conheço a linha férrea)

De já agradeço à ajuda e a atenção dispensada.

Daniel Neves disse...

Arnaldo, Providencia fica no coração do centro comercial da cidade. Ótima escolha!

1) Pelo que vi no mapa, seu hotel fica a 5-6 quadras do metrô Los Leones (linha 1), a principal linha da cidade e com fácil acesso aos principais pontos turísticos e restaurantes;

2) Em Providencia estão alguns dos principais restaurantes – Aqui Esta Coco, Astrid & Gastón, Del Cocinero, Tapaspassion e Giratório ficam a 10-15 minutos de caminhada do seu hotel;

3) Metrô é uma ótima opção para andar em Santiago. De Los Leones, dá para chegar no Centro Histórico (La Moneda, Mercado Central, etc) em 20 minutos. O bairro boêmio de Bellavista está a apenas 10 minutos (estação Baquedano). Se for turismo de negócios, até Las Condes, onde fica o centro financeiro, são 10 minutos (estação El Golf). Vitacura, que também concentra várias empresas, não tem metrô perto – desça em El Golf e vá caminhando (10 minutos) ou pegue um táxi;

4) O aeroporto de Santiago fica na região noroeste, fora da cidade. O taxi oficial tem preço fechado, pago por quilometragem. Por CLP 19.000 você vai até Las Condes (cerca de 25 km), apenas como referência 2 estações de metrô à frente de Los Leones. Do aeroporto até o seu hotel são 23 km, ou seja, a diferença no preço será pequena. Um taxi até San Pablo (linha 1) certamente sairá mais barato (distante 11 km do aeroporto), mas não sei dizer quanto. Vamos chutar que custe uns CLP 10.000, mais a tarifa do metrô – entre CLP 560 a CLP 670, dependendo do dia e horário. Até Los Leones, são 19 estações, uma viagem de pelo menos 45 minutos. Se a grana estiver curta, talvez valha a pena. Pensando na praticidade, eu iria de táxi até o hotel.

Segue o tarifário do metrô de Santiago, para ajudar na sua decisão: http://www.metrosantiago.cl/guia-viajero/tarifas

Espero ter ajudado. Fique à vontade para postar novas perguntas, ou se preferir me mande no e-mail oviajantecomilao@uol.com.br.

Um abraço e boa viagem!

Arnaldo Carvalho disse...

Daniel, muito obrigado pelas dicas. Seu blog é excelente, objetivo e de grande valia. Parabéns!

Arnaldo Carvalho disse...

Daniel, muito obrigado pelas dicas. Seu blog é excelente, objetivo e de grande valia. Parabéns!

Anônimo disse...

Estive lá na semana passada. E muitas informações que levei pesquisei em blogs. Foram de grande ajuda. Uma dica: comprar vinho no Jumbo é mais barato que nas vinícolas.

Anônimo disse...

Olá daniel
adorei seu blog! Maravilhoso!!
Eu e meu namorado estamos indo para santiago na próxima semana. Ficaremos 5 dias no bairro Providencia.
Sabe se poderemos levar vinhos e produtos alimentícios de Mendoza para o Chile?
gostaria de saber se vale a pena visitar alguma estação de esqui nesta época do ano(qual seria recomendada).
Muito obrigada!
Um grande abraço.

Daniel Neves disse...

Olá! Vamos às respostas:

1) Vinhos: De acordo com o site da aduana chilena, dá para levar de Mendoza para o Chile até 2,5 litros de bebida alcoólica por passageiro. A bebida precisa ser despachada, não pode ser bagagem de mão.

Cada passageiro tem direito a 23 quilos de bagagem, e o excesso é caro: cerca de 5 dólares por quilo.

Se o valor das bebidas ultrapassar US$ 500, está prevista no site da aduana uma tributação extra, dependendo do tipo da bebida. No Brasil, conheço gente que teve que pagar (o fiscal abriu a mala e procurou cada garrafa na internet para ter ideia do valor), mas nunca soube de nenhum caso no Chile.

Se o número de garrafas for grande, como sugestão, considere despachar as bebidas de Mendoza diretamente para seu destino no Brasil, sem ter que transportá-las até o Chile. Muitas lojas vendem malas específicas para o transporte de bebidas, revestidas de isopor para evitar que quebrem, e oferecem serviço de delivery. O valor do frete depende da quantidade de garrafas e de cada loja.

Por fim, é bom lembrar que algumas companhias aéreas, como a TAM, fazem você assinar uma declaração de que elas não se responsabilizam por avarias nas caixas e conteúdos, mesmo quando existe o aviso "frágil".

Se a viagem entre as duas cidades for de carro, há regras específicas para o transporte, mas as quantidades e limites não mudam.

Referências:

http://www.aduana.cl/prontus_aduana/site/artic/20070228/pags/20070228164632.html#T3, procure o item "Equipaje de Viajero"

Tributação extra de bebidas: http://www.aduana.cl/prontus_aduana/site/artic/20070301/pags/20070301004334.html

2) Alimentos: Você não me disse quais alimentos pretende transportar. Biscoitos, alfajores e afins passam sem problemas na mala, mas há restrições para frutas (mesmo secas), ervas, carnes, mel, comida para animais, etc. Se transportados, precisam ser declarados. A lista completa está disponível no endereço: http://www.aduana.cl/prontus_aduana/site/artic/20080129/asocfile/20080129131334/djc_v02_logo_nuevo_pdf.pdf

3) Esqui: o tempo em Santiago anda meio maluco (e baixo), mas normalmente as temperaturas começam a subir no fim de Outubro. As estações abrem entre Julho e Setembro, mas é possível que algumas permaneçam abertas até Outubro, comecinho de Novembro no máximo – informe-se no hotel ou ligue para a estação antes de ir, para não perder viagem.

Eu não estive em nenhuma estação de esqui. Pelo que falei com meus amigos chilenos, as dicas que recebi não foram muito diferentes dos links abaixo:

http://www.chileanski.com/por/centros-de-ski.htm
http://www.santiagodechile.com/centros_de_esqui_en_santiago_de_chile_3.html
http://viagem.uol.com.br/guia/cidade/santiago---centros-de-esqui.jhtm
http://www.viajenaviagem.com/2012/02/roteiro-santiago/

Em resumo: as mais próximas de Santiago são Farellones, El Colorado, Parva e Lagunillas, distantes entre 40-70km da cidade, ótimas para iniciantes; Valle Nevado e Portillo são as mais procuradas, com mais estrutura; e as pistas do sul são recomendadas para os praticantes frequentes.

Boa viagem!

Unknown disse...

Seu Blog é muito bacana. Estou planejando uma viagem ao Chile com minha namorada,e como somos professores a grana é curta. Gostaria de saber se você conhece algum Albergue barato e de uma qualidade razoável e se possivel me falasse o valor. Agradecido desde já pela atenção voltada ao assunto.

Lindercelio Lins disse...

Opa, meu nome é Lindercelio Lins

Daniel Neves disse...

Olá Lindercelio,

Eu não conheço nenhum albergue em Santiago. Consultei meus amigos chilenos, e eles me indicaram 5 lugares que, segundo eles, são "bem recomendados":

1) HI (Hostelling International): Cienfuegos 151. Diárias a partir de R$ 25;
2) Bellavista Hostel: Dardignac 0184. Diárias a partir de R$ 30;
3) Santiago Private Homestay: Monjitas 506. Diárias a partir de R$ 50 (quarto privativo para 2 pessoas);
4) Hostal Forestal: Coronel Santiago Bueras 122. Diárias a partir de R$ 20;
5) La Casa Roja: Agustinos 2113. Diárias a partir de R$ 25.

Espero tê-los ajudado. Boa viagem!

Anônimo disse...

Olá, fiquei hospedada no Ibis providencia, hotel novo, ótimo custo-beneficio, ótima localizacao, perto do metrô,, o que facilita demais.
Consulte sempre antes vários taxis, se quiser fazer os passeios com eles...apesar de ser muito facil andar de metrô.
Comprar vinhos, vá no supermercado jumbo..que fica no shopping costanera center...bem barato..
Nao deixe de ir nos restaurantes, como agua pra chocolate no bairro bella vista e no restaurante giratorio...ambos muitos bons..
Visite o mercado central..mas prefira almoçar fora dele...tem cheiro muito forte dos peixes frescos..
Valle nevado é lindo...o caminho é mto bonito,,são milhares de curvas..mas vale muito a pena..

Karla disse...

Olá, Daniel,
vou conhecer Santiago/Atacama em janeiro. Adorei suas dicas e gostaria de tirar uma dúvida com relação ao cambio.

É mais vantagem fazer no Chile? Devo me preocupar em levar dólar?
Obrigada.

Att;
Karla.

Daniel Neves disse...

Olá Karla,

Se puder, faça o câmbio no Brasil. Certamente você terá uma taxa melhor.
Evite as casas de câmbio do aeroporto. Além de poucas, não oferecem as melhores taxas.
Se preferir fazer câmbio no Chile, leve dólares. Como a moeda é forte, certamente a taxa será competitiva. Dá para fazer câmbio em reais, mas a taxa é ruim.
Uma outra opção é sacar em moeda local nos caixas eletrônicos, via Maestro. Dependendo das taxas do seu banco, pode ser uma opção tão boa quanto a primeira. Vale dar uma olhada.

Cartão de crédito é sempre a pior opção. Além de perder na taxa pela conversão dupla (pesos para dólares e depois para reais), ainda tem que pagar IOF. Vale pela segurança e praticidade.

Se você optar por andar com dinheiro, importante que seu hotel tenha um cofre. Santiago é relativamente segura, mas andar com boa quantidade de dinheiro na rua nunca é uma boa opção, mesmo na Suíça.

Boa viagem!

Anônimo disse...

Semana passada estive em Santiago por 6 dias. A ultima vez que estive foi em 2008, mas trabalhava em Vina del Mar. Dessa vez consegui aproveitar e conhecer melhor os bairros da cidade. Conheco Las Condes e nesta ida fiquei hospedado em Povidencia. Voltarei novamente em Abril 2013. Recomendo a todos conhecerem o Chile, seja no verao ou no inverno. Abraco.

Ricardo disse...

Daniel, Boa Noite! Estou indo semana que vem para Santiago, vou passar 5 dias, o passeio até Vina del Mar vale a pena? Qual a melhor opção para fazer o passeio? Grande abraço!

Daniel Neves disse...

Ricardo, se você gosta de praias, cassinos, história e arquitetura, e tiver 1 dia sobrando no seu roteiro, a viagem vale sim a pena.

Se for por conta própria, o jeito mais fácil de chegar é de ônibus (terminal na estação de Pajaritos, linha 1 do metrô). Dos terminais San Borja (metrô Estación Central) e Universidad de Santiago (estação de metrô de mesmo nome) também partem ônibus para Viña. Custa CLP 3000 (R$ 12) o trecho, e a viagem dura 1h30.

Uma vez na cidade, dá para visitar as principais atrações a pé ou, se preferir, contrate um city tour na rodoviária mesmo (pesquise e pechinche bem antes de bater o martelo).

Um abraço e boa viagem!

Renato disse...

Muito legal mesmo. Admiro as pessoas que tem toda essa paciência e conhecimento para administrar um blog. Parabéns. Acabamos de comprar passagens para Santiago. Ficaremos do dia 31 até o dia 8 de janeiro. Vou com minha esposa e filha de três anos. Vamos despretenciosos, para fazer programas ligth. Mas gostariamos de conhecer os meios de transporte, metro, principalmente, e também darmos boas caminhadas pela cidade. Também já vi que vale a pena levar dinheiro daqui, mas ainda não sei quanto. Pegamos um bom hotel em Las Condes. Como chegaremos no dia 31, ainda não sabemos o que fazer a noite. Também já vi que a turma adora ficar caminhando com muchilas nas costas... hehehehe Faremos outra coisa. hehehe Também gostariamos de fazer um city tour. Será que existe aqueles onibus abertos para isso? E ainda, separaremos um ou dois dias para visitar os balneários. O que recomenda? Vina del Mar? Parabéns novamente.

Daniel Neves disse...

Olá Renato,

O blog é minha paixão! Fico muito feliz em compartilhar minhas experiências!

Sobre a noite do dia 31, se você me permite uma sugestão, acho que vale escolher um bom restaurante em Santiago e ligar hoje mesmo para fazer uma reserva. Acredito que muitos já estejam esgotados, mas nunca se sabe. Esperar para escolher no dia pode não ser uma boa opção, e mesmo os planos de uma bela ceia no hotel podem não dar certo - supermercados fechados e falta de itens nas gôndolas podem limitar as opções de vocês.

No meu blog, recomendo alguns bons restaurantes da cidade, como Osaka, Majestic, Giratório, Happening e Anakena.

Sobre o dinheiro, depende se vocês pretendem usar cartão de crédito para pagar as refeições e hospedagem. Se for apenas para despesas pequenas, como um sorvete, souvenirs ou ingressos para atrações, acredito que R$ 200 por dia para vocês 3 sejam suficientes.

Ônibus turístico: Tem sim, é uma boa opção para quem tem pouco tempo e quer conhecer o máximo possível. Segue o site da empresa oficial, com roteiros, preços e horários - http://www.viator.com/tours/Santiago/Santiago-Hop-On-Hop-Off-Tour/d713-5249HOHO

Sobre os balneários, certamente Viña del Mar é a opção mais procurada, com mais estrutura para turistas e com fácil deslocamento a partir de Santiago (1h30 de ônibus). O legal é que a região é repleta de vinhedos. 1 ou 2 dias são suficientes para Viña, Valparaíso e até para visitar alguns vinhedos. Se você prefere tranquilidade, pegue um voo local e desça em La Serena (1h de voo, preços a partir de CLP 27.000, ou R$ 108 por pessoa, ida e volta).

Boa viagem!

Renato disse...

Muito boas as dicas. Pergunto ainda se valeria a pena alugar um carro para ir a Vina, Valparaiso e passear pelos vinhedos por dois dias. O que acha? Outra coisa, você saberia me dizer se dia 1 é feriado local. Um abraço

Daniel Neves disse...

Renato, se a ideia de vocês é visitar as vinícolas perto de Viña, certamente o carro vai ajudá-los muito no deslocamento. Vale a pena.

Todavia, se o tempo for curto, as vinícolas perto de Santiago dão conta do recado: Concha y Toro (com seu maravilhoso restaurante) e Casa Silva são imperdíveis.

Sobre o dia 01/01, fique tranquilo: é feriado nacional. Apenas um aviso: com exceção dos restaurantes, NADA abre em Santiago. Vale fazer uma reserva para garantir o almoço/jantar ou passar no supermercado no dia anterior e comprar os itens básicos de sobrevivência - água, sucos, pão, frios, queijos, leite, etc.

Caso tenha novas dúvidas, terei o maior prazer em ajudá-los!

Um abraço!

Marina disse...

Otimo blog!! Irei pra Santiago amanha...vc sabe me dizer se os cassinos de la sao como os de buenos aires, nublados de fumaca de cigarro?!
Obrigada e parabens!

João Paulo Fernandes disse...

Daniel,que paciência! Parabéns pelo blog, ótima dicas que com certeza tem ajudado muita gente. Alguma perguntinhas...

Vou passar 4 dias em Santiago,entre os dias 19 a 23 de janeiro. Chego em Santiago por volta de 12:30, depois de uma longa viagem saindo de Fortaleza.Qual uma dica de uma bom passeio para aproveitar o restante do dia em Santiago? Ficarei no Hotel Galerias, você conhece, é um bom hotel? Tem bons restaurantes próximos? É seguro sair a noite nas proximidades do hotel?

No segundo dia, que será em um domingo, o que seria interessante conhecer? O passeio nesse dia poderá ser prejudicado, visto que é um dia atípico, tipo,boa parte do comercio e locais turísticos fecham no domingo?

3º Dia - Estava pensando em conhecer Valparaíso e Viña Del Mar,um dia é pouco, ou seria mais interessante fazer um bate volta em dias alternados? O que não deixar de conhecer nesse dois locais?

4º Dia - Compensa conhecer Vale Nevado em Janeiro, seria uma boa opção para o 4º dia? Ou você sugere outro roteiro?

No pós-menores...

- Me falaram do restaurante água para chocolate, vale a pena, é muito caro?

- Sou historiador, alguma dica de museu, arquitetura etc

- As vinícolas, me falaram que você aprende um pouco e pode até degustar?

- Como terei pouco tempo, é melhor fechar os passeios aqui mesmo no Brasil (estou indo pela CVC) ou sai BEM mais em conta fechar em Santiago mesmo, com as empresas de turismo local? O que me preocupo é ainda ir pesquisar as companhias de turismo quando chegar lá.

- Falo inglês, na da de espanhol, embora eu já esteja treinando arranhar alguma palavrinhas em espanhol. Mas tem como se virar falando português?

Abraço e desculpe as inúmeras perguntas. Valeu!


João Paulo

Daniel Neves disse...

Olá Marina, pelo que pude levantar com meus amigos chilenos, a cidade de Santiago não tem cassinos. O mais próximo fica em Mostazal, cerca de 55km do centro, chamado Monticello Grand Casino, o maior do Chile e da América Latina. O Enjoy é outra opção da grande Santiago, bem recomendada pelos locais.

A lista completa de cassinos chilenos está disponível no site http://www.ildado.com/land_casinos_chile.html

Respondendo sua pergunta, não conheço os cassinos de Santiago, mas existem fortes restrições ao fumo em lugares fechados. Pelo que me disseram, você não terá o mesmo problema de BsAs.

Importante dizer que os cassinos de Viña del Mar são os mais movimentados e famosos do país. Se tiver um tempinho, vale a visita.

Espero tê-la ajudado. Se tiver novas dúvidas, é só perguntar!

Uma boa viagem!

Anônimo disse...

Estou indo na última quinzena de fevereiro com meus pais e meu filho vou ficar no centro de santiago em um loft ficaremos 12 dias ,ouvi falar que em vinã del mar na última semana de fevereiro tem um festival internacional de música ,isso é verdade?qual melhor forma de chegar a vinã del mar e onde ficar com minha família?quais os cassinos que vc me recomenda em vinã del mar?
Grata

Anônimo disse...

bom dia, vc acha que compensa alugar um carro ou utilizar onibus ou metro ou contratar um taxi?vou ficar 5 dias ai.
abraco.

Daniel Neves disse...

Olá João Paulo,

Para o primeiro dia, sugiro você visitar o Centro Histórico, um passeio agradável que concentra, em poucas quadras, as principais atrações de Santiago e um sensacional museu a céu aberto. Veja os links abaixo para obter mais informações das principais atrações:
http://www.oviajantecomilao.blogspot.com/2012/06/top-10-santiago-1-centro-historico.html, http://www.oviajantecomilao.blogspot.com/2012/06/top-10-santiago-2-mercado-central.html e http://www.oviajantecomilao.blogspot.com/2012/06/top-10-santiago-3-palacio-de-la-moneda.html

Não conheço ninguém que tenha ficado no Hotel Galerias, mas pelas fotos (e recomendações) nas redes sociais parece ser um bom hotel. Sobre a localização, fica pertinho do Centro Histórico e do metrô, permitindo fácil deslocamento pela cidade. Para comer na região, recomendo o Majestic (http://www.oviajantecomilao.blogspot.com/2012/06/santiago-majestic-o-melhor-indiano.html), um dos melhores indianos que conheço, ou os restaurantes dos bairros Bellavista (distante apenas 2 estações de metrô, na estação Baquedano) e Providencia (distante 5 estações, na estação Pedro de Valdivia).

Sobre sair à noite, prefira andar por Providencia e Bellavista. Las Condes é outro bairro com boas opções. Evite o Centro Histórico, que fica deserto à noite (não acho Santiago uma cidade violenta, mas é sempre bom tomar cuidado).

Confira minhas dicas de restaurantes no link http://oviajantecomilao.blogspot.com.br/2012/06/top-10-santiago-10-restaurantes.html.

No segundo dia, sugiro o Cerro San Cristóbal (http://www.oviajantecomilao.blogspot.com/2012/06/top-10-santiago-5-cerro-san-cristobal.html ), pertinho do seu hotel, na parte da manhã, e o Parque Bicentenario (http://www.oviajantecomilao.blogspot.com/2012/06/top-10-santiago-4-parque-bicentenario.html), ótima opção em Vitacura (o bairro mais chique da cidade), ou até mesmo visitar a mítica vinícola Concha y Toro (http://oviajantecomilao.blogspot.com/2012/06/top-10-santiago-6-concha-y-toro.html), à tarde. Mesmo sendo domingo, as principais atrações, restaurantes e shoppings funcionam normalmente.

Para comer, recomendo o Mestizo (http://www.oviajantecomilao.blogspot.com/2012/06/santiago-mestizo-o-restaurante-mais.html), que fica no Parque Bicentenario, e o Wine Bar da Concha y Toro (http://oviajantecomilao.blogspot.com.br/2012/06/santiago-concha-y-toro-wine-bar-melhor.html).

Outro jeito de conhecer as principais atrações da cidade em pouco tempo é o city tour de ônibus turístico (http://www.viator.com/tours/Santiago/Santiago-Hop-On-Hop-Off-Tour/d713-5249HOHO), mas recomendo o passeio de bike (http://oviajantecomilao.blogspot.com.br/2012/06/top-10-santiago-9-bike-tour.html), imperdível.

Daniel Neves disse...

Viña del Mar fica distante apenas 1h30 de Santiago. Ônibus saem dos terminais Pajaritos (metrô de mesmo nome), San Borja (metrô Estación Central) e Universidad de Santiago (metrô de mesmo nome), e custa CLP 3000 (R$ 12) o trecho. 1 dia em Viña é suficiente, mas se você quiser incluir Valparaíso, reserve 2 dias para a viagem, já considerando as vinícolas da região. Neste caso, recomendo que você alugue um carro, o que tornará seu deslocamento muito mais fácil.

O que visitar em Viña? Comece em Reñaca, a praia mais visitada pelos turistas. No quesito arquitetura, não deixe de conhecer o Museus Fonck e de Bellas Artes, o Teatro Municipal, os castelos Brunet, Wulff e Ross. O parque Quinta Vergara e o Relógio de Flores fecham o passeio. Dê uma olhada no site http://www.vinadelmar.cl/?seccion=lugares para saber mais.

Outra atração imperdível em Viña del Mar são os cassinos, os melhores do país!

Em Valparaíso, o forte está na arquitetura. Cidade portuária, faça um city tour, use os elevadores centenários para atingir as partes mais altas da cidade e aprecie a vista dos vários mirantes espalhados na cidade.

Entre as vinícolas do Valle de Casablanca (região próxima a Viña del Mar), recomendo a Casas del Bosque, a Indomita e a Matetic. Para mais informações, visite http://www.casablancavalley.cl/.

Se você busca neve, Vale Nevado (50km de Santiago) em Janeiro não é uma boa opção. Na primavera/verão, visitar a cidade vale a pena pelo Teleférico Mirador, que sobe até 3000m e permite uma visão privilegiada da Cordilheira.

Sobre as demais perguntas:

1) Como Agua Para Chocolate: Eu fui e NÃO GOSTEI. Existem opções melhores e menos turísticas pela mesma faixa de preço. Segue meu review: http://www.oviajantecomilao.blogspot.com/2012/06/santiago-como-agua-para-chocolate.html

2) Com exceção da visita + degustação na Concha y Toro, que exige reserva antecipada, dá para fechar os demais passeios em Santiago, sendo que muitos nem exigem reserva. O bilhete do ônibus turístico em Santiago pode ser adquirido via Internet. Agora, se você preferir fechar um roteiro com alguma agência de viagens, o melhor é pesquisar e reservar do Brasil.

3) O português já é bem aceito em Santiago. Fale de forma pausada e provavelmente será entendido. Se tiver dificuldades, vale fazer mímica e até usar o inglês como alternativa. Como sugestão, faça uma tabela com as principais palavras, como um “guia de sobrevivência”. O item (5) deste post cobre 99% do que você pode precisar.

Espero tê-lo ajudado. Se tiver mais dúvidas, é só perguntar!

Boa viagem!

Daniel Neves disse...

Bom dia,

Santiago é muito bem atendida por metrô e ônibus. O transporte é limpo, funciona bem, é barato e é pontual. Para começar, pegue o mapa de transporte ao chegar no aeroporto, um negócio gigante com as linhas de metrô e principais linhas e itinerários de ônibus. Uma vez na cidade, compre o cartão BIP!, fundamental para andar de ônibus.

Se você for ficar os 5 dias em Santiago, não vejo necessidade de alugar carro. Se o plano for visitar os arredores (cassinos em Mostazal, artesanato em Pomaire, montanhas em Vale Nevado, ou até visitar Viña del Mar e Valparaíso), o carro pode agilizar o deslocamento e ganhar tempo.

O taxi é uma boa opção para visitar bairros onde o metrô não chega, como Vitacura (o mais chique da cidade, com parques, restaurantes e ruas de compras), ou para deslocar-se na cidade após às 23hs (horário de funcionamento da maioria das estações).

Boa viagem!

Daniel Neves disse...

Olá,

O Festival de Música de Viña del Mar é um dos mais conhecidos e respeitados da América Latina. Segue a programação da edição 2013, que será realizada entre 24/02 e 01/03 e que terá Elton John como atração principal: http://www.chilevision.cl/2012/vina2013/

A partir de Santiago, a forma mais fácil de chegar em Viña del Mar é de ônibus, uma viagem de apenas 1h30. Ônibus saem dos terminais Pajaritos (metrô de mesmo nome), San Borja (metrô Estación Central) e Universidad de Santiago (metrô de mesmo nome), e a viagem custa CLP 3000 (R$ 12) o trecho.

Nas duas vezes em que estive na cidade, nos anos de 2002 e 2012, fiz bate-e-volta. Não conheço a hospedagem da região, portanto prefiro não recomendar nada. Minha sugestão é que você consulte as opções listadas nos sites http://www.vinadelmar.cl/ e http://www.booking.com/ para escolher o melhor para vocês com base nas opiniões de quem já foi.

Sobre cassinos, vá no Enjoy (www.plazacasino.cl), localizado num lindo prédio da década de 30, bem frequentado e quase dentro do mar.

João Paulo Fernandes disse...

Daniel tenho até vergonha de agradecer com poucas palavras, visto o enorme empenho, atenção e dedicação que você tem para com seus leitores!Estou lendo seu blog de cima abaixo, é empolgante...desperta o desejo de passar mais dias em Santiago! Grande abraço e quando voltar,enviarei para você o relato da viagem, isso se antes da viagem não voltar a te aperriar..rsrsr

Patricia Simpson disse...

Oi Daniel, Parabéns pelo blog!
Queria aproveitar e tirar algumas dúvidas.
Estou planejando a viagem para o Chile para o segundo semestre do ano.
Iremos usar Santiago como ponto de apoio, pois quero aproveitar a oportunidade e conhecer San Pedro de Atacama e Ilha de Pascoa.
- Quais cidades próximas de Santiago você acha que devo vale a pena incluir no passeio?
- Quantos dias você recomenda ficar em Santiago? (que dê para conhecer a cidade)
- Você recomenda alguma agência de turismo de lá?
Obrigado, sucesso com o blog :)

Daniel Neves disse...

Olá Patricia,

1) Cidades próximas de Santiago, ideais para um passeio curto (1-2 dias), em ordem de importância:
- Viña del Mar (1h30 de Santiago): Vale demais pela arquitetura e história. Dependendo de quando você for, se der para aproveitar as praias, melhor ainda. Aproveite para visitar as vinícolas do Vale do Casablanca, na Ruta 68 (estrada entre as 2 cidades): Casas del Bosque, Matetic e Indomita são passeios imperdíveis. Se sobrar um tempinho, vale a pena uma esticada até Valparaíso;
- Vale Nevado (45 minutos de Santiago): Procurada estação de esqui, vá no Teleférico Mirador, que sobe até 3000m e permite uma visão privilegiada da Cordilheira;
- Mostazal (1h de Santiago): Apostar a sorte no cassino Monticello Grand Casino, o maior do Chile e da América Latina;
- Pomaire (1h de Santiago): A Embu das Artes chilena. Minúscula, vale para quem gosta de entrar em contato com a cultura local. Muitas lojinhas vendem artesanato, incluindo vasos, panelas e itens de argila e ferro.

2) Entre 2-3 dias são suficientes para visitar 100% das principais atrações de Santiago, dependendo do planejamento, disposição para acordar cedo, meio de locomoção (a pé, ônibus turístico, bicicleta) e local de hospedagem de vocês. No post "10 Atrações Imperdíveis em santiago (Chile)" (http://oviajantecomilao.blogspot.com.br/2012/06/10-atracoes-imperdiveis-em-santiago.html) eu proponho um roteiro fácil para quem visita a cidade pela primeira vez.

3) Raramente uso agências (prefiro fazer tudo por conta própria), mas falam muito bem da Turistour (www.turistour.cl) e Bernatour Chile (www.bernatourchile.com). Se por um lado o atendimento é muito bom, por outro você fica "travada" no pacote e horários da agência, e o preço nem sempre é dos melhores. Como alternativa, vale ponderar se não vale a pena, por exemplo, alugar um carro para conhecer Atacama e comprar as passagens diretamente para visitar a Ilha de Páscoa.

Um abraço!

Anônimo disse...

Daniel, vc é o Cara.!rs. Parabéns. Pretendo ir a Santiago de 23 a 27 janeiro passar 4 noites(Eu, minha esposa e meus filhos, um de 13 e a filha de 9 anos). Onde recomenda hospedar minha familia aliando localização, segurança e preço, visto que não temos muito para gastar? No centro?
Passeios: Vinicola? Atacama? Vale Nevado? Museu?
Restaurante?
Li as dicas dadas ao João Paulo Fernandes, da para seguir este roteiro com meus filhos? o que eu deveria mudar?
Estamos indo pela Decolar, que sugerem o Hotel Quito, é bom?
Muito obrigado pela atenção dispensada.
Roberto

Daniel Neves disse...

Roberto, bairros como Las Condes, Providencia e Bellavista são ideais para turistas, com bons restaurantes, bem servidas de transporte público e a poucas estações de metrô do centro histórico e das principais atrações turísticas da cidade.

Para começar a planejar a sua viagem, sugiro que você dê uma lida nos comentários deste post, onde eu e vários leitores já comentamos sobre diversas atrações que todo visitante deve conhecer em Santiago. O post “10 Atrações Imperdíveis em Santiago (Chile)” (http://oviajantecomilao.blogspot.com.br/2012/06/10-atracoes-imperdiveis-em-santiago.html) também tem bastante material legal que você pode usar no planejamento da sua viagem.

O roteiro que sugeri ao João Paulo pode ser um bom começo. Recomendo que você dê uma olhada também nas dicas que passei para a Lila a respeito de atrações para crianças. Acho que você pode incluir algumas no seu roteiro, como conhecer Santiago de bicicleta, visitar o Museo Interactivo Mirador e o Planetário. Se sobrar um tempinho, o Museo de Historia Natrural (http://es.wikipedia.org/wiki/Museo_Nacional_de_Historia_Natural_de_Chile) também vale a visita.

Separe 2 dias para Santiago. Nos outros 2, veja o que sugeri hoje para o Juninho: dá para visitar o Vale Nevado, Viña del Mar, Mostazal, Vale de Casablanca ou Pomaire. São ótimas opções, próximas de Santiago (até 1h30 de ônibus)O, ideias para um bate-e-volta. Escolha duas que mais se encaixem com o seu perfil!

Não conheço o Hotel Quito, mas conheço a região: deserta à noite, sem boas opções de restaurantes, você dependerá do metrô (que fecha às 23hs) para deslocar-se. Como disse acima, existem bairros melhores, mais estruturados.

Espero tê-lo ajudado. Caso tenha mais dúvidas, é só escrever!

João Paulo Fernandes disse...

Olá Daniel, viajo quarta-feira, e gostaria de uma sugestão para o último dia, Segui o roteiro que você postou acima, e complementei alguns pequenos detalhes. Veja como ficou e o que você achou...

1º Dia chegarei 12:30 e para aproveitar o resto da tarde farei o seguinte:

Para o primeiro dia, visitar o Centro Histórico, um passeio a pé, agradável e que concentra, em poucas quadras, as principais atrações de Santiago: -Plaza de las Armas - Correo Central, Correo Central, ePalácio de la Moneda


Noite - Shopping Parque Arauco (jantar)


2º Dia 20 (domingo)

Vinícola "Concha y Toro"

Tarde " city tour de ônibus turístico":
- Mercado Central (Central Market)
- Plaza de la Constitucion
- Santa Lucia
- Providencia
- El Golf - Sanhattan
- El Golf - Isidora Goyenechea
- Parque Arauco
- Hotel Sheraton and Lo Contador
- Alonso de Cordova
- Bellavista
- Bellas Artes


Noite: Restaurante Giratório


3º Dia 21 (segunda) - Fechei um pacote o dia inteiro pela CVC

Manhã e tarde - Valparaíso e Viña del Mar

Noite: Falta decidir o restaurante


4º Dia - 22 Terça

* Nesse dia gostaria de uma sugestão, não gostaria de conhecer outras vinícolas. Pensei em Vale Nevado, mas descartei por conta que minha esposa está grávida e está enjoando bastante, as inúmeras cuvas talvez fosse prejudicial. E aí Daniel, alguma dica? Só falta esse dia para fechar o roteiro.

Daniel Neves disse...

João Paulo,

Percebi que você não incluiu o Parque Bicentenario e o Cerro San Cristobal no seu roteiro. Você decidiu não visitá-los? Poderiam ser boas opções para o último dia.

Não sei se você viu todos os restaurantes que visitei. Se não, recomendo que você leia meus posts sobre o Osaka, o Majestic e o Tapaspassion, três dos melhores da cidade. Importante dizer que, na maioria dos restaurantes, reservas são obrigatórias. Na dúvida, faça em todos.

Por fim, acho que a visão do Giratorio no almoço é melhor do que no jantar. Minha sugestão é que você troque o jantar por um almoço.

Boa viagem para vocês! Espero que curtam bastante a cidade!

Leo Lima disse...

Olá Daniel, boa noite.
Estou indo para Santiago no dia 15 de maio, acha que vale a pena incluirmos visitas as Montanhas: Vale Nevado e Portillo?

Desde já, Obrigado.
Leonardo.

Daniel Neves disse...

Bom dia Leonardo,

Com certeza! Já dá para ver as primeiras camadas de neve, apenas tenha em mente que as estações de esqui só abrem em Junho. Mas vale uma consulta quando estiver lá - de repente você dá sorte, a neve antecipa e as estações decidem abrir antes.

Caso esqui não seja uma opção, certamente os Teleféricos Mirador (Valle Nevado) e Tio Bob's (Portillo) estarão funcionando - a vista da Cordilheira está garantida. Sem falar da gastronomia da montanha, sempre espetacular!

Um abraço!

Anônimo disse...

Boa tarde Leonardo, estou indo no começo de abril para Santigo, você saberia me dizer em torno de quantos graus estará? Vale a pena ir no vale nevado?

Paloma Ramos disse...

Oi Daniel,
estarei saindo de Rio Branco - Acre, dia 9 de fevereiro com destino à Santiago, com meu namorado e um casal de amigos, vamos de ônibus pelo Perú, estamos super empolgados. fiquei meio receosa porque nossa viagem vai ser tipo mochila nas costas mesmos, sem muita grana e vi que os preços dos albergues estão meio acima do nosso orçamento. gostaria de uma dica de um local com uma localização bacana, mas com um precinho amigo.
Desde já agradeço e parabéns pela iniciativa do blog!

Blog Trabalho Awareness disse...

Olá Daniel, boa tarde.
Adorei o seu blog.. Tenho algumas perguntinhas..
Quanto a Valparaíso e Vina Del Mar.. é tranquilo ir de onibus? e pra circular nessas cidades??
Existe um onibus que vai para cada uma dessas cidades? ou ficam na mesma Rota??
Fico com medo de chegar lá e não saber para onde ir.. Vc poderia dar mais dicas?
Desde já agradeço.
Obrigada

Giovana

Daniel Neves disse...

Clima ameno - entre 15 e 20 graus durante o dia, com picos de 25 graus e quase nada de chuva. À noite, é possível comer uma fondue - friozinho entre 7 e 10 graus.

Valle Nevado não tem neve em Abril. Esqui, só a partir de Junho. Vale a visita para subir o Teleférico Mirador (quase 3000m acima do nível do mar) para ter uma bela visão da Cordilheira, e para aproveitar a ótima gastronomia da montanha.

Daniel Neves disse...

Olá Paloma,

O roteiro de vocês parece bem legal! Adoraria ver as fotos da viagem!

Eu pessoalmente nunca fiquei hospedado em nenhum albergue de Santiago. Consultei meus amigos chilenos, e eles me indicaram 5 lugares que, segundo eles, são "bem localizados e bem recomendados":

1) HI (Hostelling International): Cienfuegos 151. Diárias a partir de R$ 25;
2) Bellavista Hostel: Dardignac 0184. Diárias a partir de R$ 30;
3) Santiago Private Homestay: Monjitas 506. Diárias a partir de R$ 50 (quarto privativo para 2 pessoas);
4) Hostal Forestal: Coronel Santiago Bueras 122. Diárias a partir de R$ 20;
5) La Casa Roja: Agustinos 2113. Diárias a partir de R$ 25.

Espero que os valores estejam dentro do seu orçamento.

Caso tenha mais perguntas, é só me escrever!

Boa viagem!

Daniel Neves disse...

Olá Giovana,

É super tranquilo ir de ônibus para Viña del Mar a partir de Santiago. A viagem é curta (1h30) e existem opções desde micro-ônibus simples até ônibus executivos com ar condicionado. Preços a partir de CLP 3.000 por trecho.

A melhor forma de conhecer as principais atrações de Viña é caminhando. Separe um bom tênis, um mapa com as principais atrações e aproveite!

O que visitar em Viña? Comece em Reñaca, a praia mais visitada pelos turistas. No quesito arquitetura, não deixe de conhecer o Museus Fonck e de Bellas Artes, o Teatro Municipal, os castelos Brunet, Wulff e Ross. O parque Quinta Vergara e o Relógio de Flores fecham o passeio. Dê uma olhada no site http://www.vinadelmar.cl/?seccion=lugares para saber mais.

Se sobrar um tempinho, faça uma fezinha nos cassinos, tidos como os melhores do país!

Existe uma linha de metrô que liga Viña del Mar e Valparaiso, separadas por apenas 7km. Cidade portuária, o forte é a arquitetura. Faça um city tour, use os elevadores centenários para atingir as partes mais altas da cidade e aprecie a vista dos vários mirantes espalhados na cidade.

Se você tiver tempo, visite as vinícolas do Valle de Casablanca, terra dos melhores brancos chilenos, na estrada entre Santiago e Viña. Recomendo a Casas del Bosque, a Indomita e a Matetic. Para mais informações, visite http://www.casablancavalley.cl/.

Espero tê-la ajudado. Caso tenha novas perguntas, é só me escrever!

Um abraço!

Blog Trabalho Awareness disse...

Olá Daniel!
Muito obrigada pelas informações.
Só mais uma perguntinha.. esses ônibus eu pego no Terminal San Borja?
E o retorno? é tranquilo tb??
Desde já agradeço!
Obrigada
Giovana

Luciene disse...

Olá DAniel... Cheguei agora no seu blog e fico feliz de ver que você tem a alma de um grande viajante.. aquele que chega, observa, curte e sempre tem algo pra deixar para todos os que virão depois.. Vou passar em Santiago apenas algumas horas: chego na aeroporto 01 da manhã e tenho de pegar o avião novamente as 12:00. Posso dar uma fugida do aeroporto para onde neste curto período? Um grande abraço!

Luciene

Daniel Neves disse...

Olá Giovana,

Ônibus para Viña del Mar saem dos terminais Pajaritos (metrô de mesmo nome), San Borja (metrô Estación Central) e Universidad de Santiago (metrô de mesmo nome), operados por 2 empresas: TurBus e Pullman Bus.

As duas primeiras estações eu conheço. Dica: Prefira pegar o ônibus em Parajitos - nas demais estações o ônibus faz paradas e leva mais tempo circulando pelas ruas de Santiago.

A volta é super tranquila. O Terminal de Buses de Viña del Mar (www.rodoviario.cl) fica na Calle Valparaiso, distante 3 quadras do centro da cidade e da estação de metrô "Viña del Mar", que te levará até Valparaiso.

Importante: Se você resolver visitar o Valle de Casablanca, alugue um carro ou feche o passeio com agências de Viña - é mais barato que Santiago.

Boa viagem!

Daniel Neves disse...

Olá Luciene,

Não sei qual sua disposição para aproveitar a noite Santiaguense, então vamos lá:

Comece a noite em Bellavista, o bairro baladeiro de Santiago. Se você gosta de música, de dançar, comer bem e ver gente bonita, seguem 5 indicações:

1) La Feria (Bellavista): Musica eletrônica de boa qualidade, um pouco alternativo. http://www.laferia.cl/;
2) Bar Cienfuegos (Bellavista) - Mais chique, musica ao vivo, bar-restaurante, bom para ouvir rock;
3) Bar Constitucion (Bellavista) - Música ao vivo com noitadas animadas por DJs. Outra opção para quem gosta de rock. Ótima carta de drinks. http://www.barconstitucion.cl/bar/;
4) Ópera Catedral (Bellavista) - 3 ambientes, forte em música alternativa. Balada "da moda". http://www.operacatedral.cl/;
5) Subterráneo (Providencia) - Reduto de música eletrônica, onde se apresentam os melhores DJs da cidade.

Por volta das 6hs, aproveite a abertura do metrô e vá para o Centro Histórico. Desça na Estação Plaza de Armas (linha 5), apenas 2 estações de Bellavista (estação Baquedano), visite a praça e a catedral. Passe pelo Palacio de La Moneda e finalize o tour no Cerro Santa Lucia. Dá para fazer tudo em 2 horinhas.

Lá pelas 8hs, pegue o metrô e desça em El Golf para tomar um belo café da manhã na Coquinaria (www.coquinaria.cl). Se você tiver sorte de passar lá num final de semana, aproveite o farto brunch.

Espero que curta o roteiro. Se tiver mais dúvidas, é só me perguntar!

Um abraço!

Anônimo disse...


Ola Daniel,
Seu blog é maravilhoso!!!!
Quero pedir sua ajuda, pois fiz uma reserva via booking do apart abaixo no centro, e agora que vi seu blog fiquei meio na duvida, se devo mudar para um hotel, nos bairros sugeridos por você!
Pretendo ficar 5 dias em santiago em abril, eu e uma amiga, tem alguma referencia desta localização no centro? Agradeço pela ajuda. Barbara - SAO PAULO/ SP
Park Suite Huerfanos
Huerfanos 545, Centro, 8320150 Santiago

Daniel Neves disse...

Olá Barbara,

Antes de mais nada, é importante dizer que Santiago é uma cidade bastante segura.

O Centro Histórico é uma região basicamente comercial, abarrotada de gente até às 18hs e completamente deserta à noite. Não tem bons restaurantes, não tem vida noturna. Sair para jantar ou dançar significa ter que ir nos bairros vizinhos, como Bellavista, Las Condes, El Golf e Providencia, e necessariamente depender de metrô (ou taxi) para fazer quase tudo.

Seu apart está distante 4 quadras do metrô mais próximo (Santa Lucia), e cerca de 10 quadras do Cerro San Cristobal, em Bellavista. O lado positivo é que você estará bem localizada para visitar as principais atrações do Centro Histórico, mas recomendo que você use taxi à noite para voltar ao hotel – de novo, a cidade é segura, mas é bom não dar sopa para o azar.

E, dependendo do horário, você não terá outra opção: o metrô fecha às 23hs.

Geralmente recomendo às pessoas que fiquem hospedadas nos bairros citados acima. Tudo é relativamente perto – Las Condes, El Golf e Providencia são bem próximos, dá para ficar hospedado em um deles e sair a pé para jantar nos outros sem maiores problemas.

Mas mesmo nestes bairros, dependendo de onde você resolver ir à noite (por exemplo: algum restaurante em Vitacura, baladinha em Bellavista, etc), você provavelmente usará taxi para voltar.

Conclusão: Se você gostou do seu apart, pode ficar nele, apenas tenha em mente que você dependerá de metrô e taxi para quase tudo, o que pode aumentar o custo total da sua viagem. Se praticidade for um ponto importante (e cancelar a reserva não tenha custo), eu olharia outros aparts. Vai que você encontra algo melhor, bem localizado e mais barato...

Anônimo disse...

Olá Daniel, tudo bem?
Eu e uma amiga vamos passar um fds indo na quinta e voltando no domingo no mês de março 1 fds antes da páscoa e nossas duvidas são:
- Valle Nevado - Abre neste período é possível visitar, ir de ônibus, alguma empresa para indicar?
- Vina del Mar e Valparaiso conseguimos visitar em 1 dia? Conseguimos ir de ônibus?
Estamos indo para passear e não explorar estes lugares, tem alguma sugestão para nos recomendar?
Abraço
Jana

Daniel Neves disse...

Olá Jana,

Valle Nevado para esquiar, só a partir de Junho. Sem neve, visitar a cidade vale a pena para apreciar as montanhas e a vista privilegiada da Cordilheira. E só. Para ir, aluguem um carro ou fechem o translado com a Turistour (www.turistour.cl/), Skitotal (www.skitotal.cl/) ou El Colorado (www.elcolorado.cl/). Segue um post falando com fotos da viagem sem neve: http://malasepanelas.com/valle-nevado-sem-neve/.

O jeito mais fácil de visitar Viña a partir de Santiago é de ônibus, que partem dos terminais da estação de Pajaritos (metrô de mesmo nome), San Borja (metrô Estación Central) e Universidad de Santiago (metrô de mesmo nome). Custa CLP 3000 (R$ 12) o trecho, e a viagem dura 1h30. Existe uma linha de metrô que liga Viña del Mar e Valparaiso, separadas por apenas 7km.

Visitar Viña del Mar e Valparaiso em 1 dia é um baita desafio. Na primeira, não deixe de conhecer o Parque Quinta Vergara, o Relógio de Flores, o Museu Fonck e o castelo Wulff, o básico do básico. Se sobrar tempo, passe em Reñaca. Dê uma olhada no site http://www.vinadelmar.cl/?seccion=lugares para saber mais.

Em Valparaíso, o forte está na arquitetura – cidade portuária, use os elevadores centenários para atingir as partes mais altas da cidade e aprecie a vista dos vários mirantes espalhados na cidade.

Espero ter ajudado. Caso tenha mais perguntas, é só escrever!

Um abraço e boa viagem para vocês!

Rosali Libardi disse...

Oi Daniel! Em primeiro lugar quero parabenizá-lo pelo blog. Muito bom e objetivo; também pela atenção que dispensas a todos que pedem auxilio. Aqui tem mais uma querendo uma ajudinha. Eu e meu marido estamos indo para Santiago no dia 29-03. Chegaremos às 12:30 e partiremos as 12;30 do dia 01-04 (Páscoa). Ficaremos 3 noites. Vendo as tuas dicas e pesquisando na Internet estou com vontade de fechar com o Hotel Ibis Providência. O que achas da localização? Se tiveres outra indicação, agradeço. Tbém gostaria de uma sugestão de programação. Pretendemos ir até Valparaiso e Viña del Mar em um dos dias.Um abraço. Rosali - Porto Alegre RS

Daniel Neves disse...

Olá Rosali,

O Ibis Providencia está bem localizado em Providencia, a poucas quadras da estação de metrô Manuel Montt e entre 5-10 minutos de caminhada dos principais restaurantes do bairro. Boa escolha!

Como roteiro sugerido, separe 1,5 dias para Santiago. É corrido, os dias serão longos, mas dá para fazer bastante coisa:

- Dia 29 (meio período): Centro Histórico (Palácio de La Moneda, Cerro Santa Lucia, Plaza de Armas, Catedral de Santiago, Mercado Central).Você precisará de 4hs para visitar tudo (6hs se incluir o tour em La Moneda);
- Dia 30 (dia inteiro): Acorde cedo e vá para Pirque, visitar a Concha y Toro (duração: 3hs); em seguida, vá para o Parque Bicentenário (duração: 2hs) e almoce no Mestizo; por fim, rumo a Bellavista para assistir o entardecer no Cerro San Cristobal (duração: 2hs).

Visitar Viña del Mar e Valparaiso em 1 dia é um baita desafio. Como roteiro express, não deixe de conhecer o Parque Quinta Vergara, o Relógio de Flores, o Museu Fonck e o castelo Wulff. Se sobrar tempo, passe em Reñaca. Dê uma olhada no site http://www.vinadelmar.cl/?seccion=lugares para saber mais. Em Valparaíso, o legal é apreciar a cidade e os mirantes – use os elevadores centenários para atingir as partes mais altas da cidade.

Espero tê-la ajudado. Caso tenha mais dúvidas, é só escrever!

Um abraço!

Rosali Libardi disse...

Oi Daniel, sou eu novamente!
Esqueci de perguntar se existe algum show regional que valha a pena assistir em uma das noites. Obrigada, adorei as dicas. Ah,me explica melhor este entardecer no Cerro San Cristobal. Obrigadão. Um abraço.

Rosali

Daniel Neves disse...

Olá Rosali,

Pessoalmente não conheço nenhum show regional em Santiago para te indicar. Existem casas com apresentações de música chilena, mas são em sua maioria pega-turistas (assim como a maioria das casas de tango em Buenos Aires).

Famosos em Santiago são os tais "cafés con piernas", mas não sei se chamaria de um "show regional"...

Sobre o entardecer no Cerro San Cristobal, prefiro deixar que as fotos expliquem:
http://www.flickr.com/photos/tarsobessa/8017765242/
http://www.flickr.com/photos/0_miradas_0/6380313211/
http://www.flickr.com/photos/worldtraveller/7546252068/

Achei um post de uns colegas que subiram o Cerro num fim de tarde e postaram as fotos. Veja mais em http://www.revistadeviagem.net/para-ver-santiago-do-alto/

Meu post sobre o Cerro pode ser lido em http://www.oviajantecomilao.blogspot.com.br/2012/06/top-10-santiago-5-cerro-san-cristobal.html

Anônimo disse...

Daniel, boa noite.
Parabéns pelo seu blog.
Eu gostaria de saber se vc teria hoteis bons, que ficassem nos bairros de Bellavista, Las Condes, El Golf e Providencia. Pretendo ir ao Chile com meu marido e estamos pesquisando bons hoteis, que não sejam muito caros, porém que tenham um bom serviço.
Agradeço a atenção.
Érica

Daniel Neves disse...

Olá Érica,

Quando estou em Santiago, costumo ficar em apart-hotel, que são mais baratos, espaçosos e têm cozinha completa (ótimo para comprar comidinhas no mercado e fazer no quarto).

O Room Apart (www.roomapart.cl) tem 2 prédios na cidade, nos bairros de El Golf e Escuela Militar (pertinho de Las Condes). Dê uma olhada no que escrevi a respeito: http://oviajantecomilao.blogspot.com.br/2012/05/10-dicas-para-quem-visita-ou-quer.html?showComment=1340646008833#c5960088697980850057.

Entre os hotéis, tenho boas recomendações do Ibis Providencia, pertinho do metrô Manuel Montt.

Um site bom para pesquisar hotéis em Santiago é o Booking (www.booking.com), com boas opções e boas críticas de usuários.

Espero tê-la ajudado. Caso tenha mais dúvidas, é só escrever!

Um abraço!

Anônimo disse...

Daniel,

Boa noite!

Parabens pelo blog, muito objetivo e rico em dicas!!!
Bom, irei chegar dia 26 de fevereiro em Santiago e voltarei dia 04 de março. No dia 2, irei a Vina del Mar e Valparaiso, pernoitando em Vina para retornar ao meio dia do dia 3 para Santiago. Voce tem alguma sugestao de roteiro nas 2 cidades? Meu perfil é de conhecer bem os pontos turisticos e tambem gosto de barzinhos e baladas a noite. Vale a pena ir a Vale Nevado nesta epoca? Tem alguma sugestao de saida legal para a noite que passaremos em Vina del Mar (bares, baladas, etc)?

Obrigado,
Rodrigo

Daniel Neves disse...

Olá Rodrigo,

Veja o que comentei no blog sobre as principais atrações em Viña e Valparaiso: http://oviajantecomilao.blogspot.com.br/2012/05/10-dicas-para-quem-visita-ou-quer.html?showComment=1357129312524#c4179993195795277238.

Vale dizer que as duas cidades são interligadas por metrô. O bilhete custa cerca de CLP 400 por pessoa/trecho.

A noite em Viña tem boa variedade de bares, pubs e discotecas, para todos os gostos (e bolsos), concentrados nas avenidas Burgoño e Vicuña Mackena, região de Reñaca. Valparaiso tem a fama de ter uma noite mais badalada, mas eu não conheço.

Em Viña, recomendo a Ovo, discoteca que fica no Cassino Municipal; a Stratch, conhecida pelo ambiente e boa música; o Journal Café e o Bar K, mais sofisticados e conhecidos pela boa comida e carta de bebidas.

Sobre Valle Nevado, esqueça neve. Vale a pena para admirar as montanhas – as paisagens na sinuosa estrada entre Santiago e Valle são sensacionais, e aproveite o Teleferico Mirador para ter uma visão privilegiada da Cordilheira. E só. É passeio para 1 dia. Importante que a cidade é quase deserta, o que significa que algumas lojinhas e restaurantes estarão fechados.

Abraço!

Magela disse...

Obrigado, pelas dicas. Estarei indo a Santiago em 20 de junho. Como é o clima nessa epoca? Qual o valor do peso com o real. Preços para compra são bons? Comida tem preço bom? Qual bom hotel me recomenda e região de Santigo. Agradeço sua atenção.

Taissa O. disse...

Daniel boa noite tudo bem? Parabéns pelo blog! Queria saber de você uma coisa. Vou ficar 20 dias no Chile, em hostels, pensei a princípio em alguns lugares para conhecer como Valle Nevado, Pucón, termas de chillan, atacama, lagos andinos e torres del paine. Daí vendo blogs vi que em torres del paine tem que fazer uma caminhada enorme para "chegar ao ponto" (obs: odeio caminhar muito rs então meio que desisti). Pode me dizer quanto mais ou menos eu gastaria em cada um desses lugares (só tipo, passagem e hostel), quantos dias é recomendável, se em todos eles tem hostel, e quanto seria a passagem de avião (e como eu compro passagem de avião) nesses lugares? Quanto você acha que eu deveria levar (incluindo hostel)... Obrigada messssssssmo! Valeeu

Daniel Neves disse...

Olá Magela,

Você chegará em Santiago na melhor época do ano (pelo menos, para mim): frio - entre 9 e 12 graus durante o dia, com baixa sensação térmica (por causa dos ventos) e com picos de até 20 graus. À noite, espere temperaturas entre 3 e 6 graus, podendo ser até negativa. Vale dizer que Junho é um mês chuvoso.

Um bom site para você consultar a cotação entre Peso Chileno e Real é o Yahoo - http://br.financas.yahoo.com/moedas/conversor/#from=BRL;to=CLP;amt=1. Atualmente a cotação está perto de R$ 1 – CLP 240.

Sobre compras, dê uma olhada no que escrevi no blog para saber o que vale a pena comprar em Santiago: http://oviajantecomilao.blogspot.com.br/2012/06/10-atracoes-imperdiveis-em-santiago.html?showComment=1358532869523#c2521944651143943424

Não sei se você chegou a ver meu post sobre restaurantes. Se não, confira minhas dicas no link: http://oviajantecomilao.blogspot.com.br/2012/06/top-10-santiago-10-restaurantes.html. Os melhores restaurantes da cidade têm preços parecidos com casas do mesmo nível de São Paulo: entre R$ 250 e R$ 300 para 2 pessoas, incluindo entrada, prato principal, sobremesa e vinho. Sem vinho, você vai gastar entre R$ 200 e R$ 250.

Se buscarmos restaurantes reconhecidos pelo ótimo custo/benefício (recomendo Tanta, Del Cocinero, Concha y Toro, Tapaspassion e Mr Jack), reserve entre R$ 100 e R$ 150 por refeição, para 02 pessoas, com entrada, prato principal e sobremesa. Dependendo do lugar, dá até para beber uma garrafa de vinho. :)

Sobre hotéis, quando estou em Santiago costumo ficar em apart-hotel, que são mais baratos, espaçosos e têm cozinha completa (ótimo para comprar comidinhas no mercado e fazer no quarto). Não sei quanto tempo você ficará na cidade – se for um período superior a 1 semana, apart-hotel pode ser uma boa opção.

O Room Apart (www.roomapart.cl) tem 2 prédios na cidade, nos bairros de El Golf e Escuela Militar (pertinho de Las Condes). Dê uma olhada no que escrevi a respeito: http://oviajantecomilao.blogspot.com.br/2012/05/10-dicas-para-quem-visita-ou-quer.html?showComment=1340646008833#c5960088697980850057.

Entre os hotéis, tenho boas recomendações do Ibis Providencia, pertinho do metrô Manuel Montt.

Um site bom para pesquisar hotéis em Santiago é o Booking (www.booking.com), com boas opções e boas críticas de usuários.

Espero ter ajudado. Se tiver mais perguntas, é só escrever!

Daniel Neves disse...

Olá Taissa,

Explorar o Chile é sinônimo de boas caminhadas. Atacama, Torres del Paine, Lagos Andinos e Pucón são atrações imperdíveis para quem tem tempo para aproveitá-las (como você), mas são lugares onde você caminhará bastante – cerca de 4-5hs por dia, mas não de uma vez só: entre 2-4 trechos por dia, de 1h a 2h30 de caminhada por trecho, com boas subidas em alguns trechos, mas também muitos caminhos planos, contato com natureza, nascentes de rios com água geladinha. E te garanto: a caminhada não vale só pelo prêmio final, mas também pelas paisagens, que são belíssimas!

Pessoalmente, eu repensaria em tirar Torres del Paine do roteiro... :)

1) Valle Nevado (entre 1-3 dias): 45km de Santiago, alugue um carro ou feche o translado com alguma agência. Leia mais em http://oviajantecomilao.blogspot.com.br/2012/06/10-atracoes-imperdiveis-em-santiago.html?showComment=1359920886439#c5725140061978811432.

2) Pucón (2 dias): 800km de Santiago, o aeroporto mais próximo fica em Temuco, a 112km de Pucón (1h30 de estrada). Empresas e ônibus fazem o trajeto – veja preços nos sites da TurBus (www.turbus.cl), JAC (www.jac.cl) e Pullman (www.pullman.cl). Também dá para fazer o trajeto entre Santiago e Temuco de trem. Leia mais em http://diariodemochileiro.com/chile-pucon-como-chegarsair/.

3) Termas de Chillan (entre 2-3 dias): 480km de Santiago, dá para chegar de avião (na alta temporada a Lan oferece, aos sábados, um voo direto até a cidade de Chillan; no ano todo, dá para voar até Concepción, e de lá via transfer até Chillan – mais 2h30 na estrada), trem (Santiago até Chillan, são 4hs de viagem; compre no site www.tmsa.cl), ônibus (cerca de 6hs de viagem; dá para comprar online na www.turbus.cl) e carro (cerca de 5hs de viagem). Leia mais em http://cadeopassaporte.com.br/estelaku/2009/11/transporte-transfer-trem-chillan-chile/.

4) Atacama (entre 3 e 5 dias): 1200km de Santiago, o ideal é ir de avião até Calama e alugar um carro por lá, ou fechar um pacote via agência, em Santiago ou São Pedro de Atacama. Veja as opções na Rutas Chile – www.rutaschile.com/men1/tourlistado.php?ciudad_tour=11. Carro também é uma opção – se tempo não for um problema, a viagem vale a pena. Veja o link http://viajeaqui.abril.com.br/blog/achados/de-santiago-a-san-pedro-de-atacama-de-carro/ para saber mais.

Segue um bom roteiro com dicas de atrações no Atacama: www.matraqueando.com.br/como-chegar-a-san-pedro-de-atacama-no-chile

5) Lagos Andinos (2 dias em Puerto Varas, 2 dias em Puerto Montt): 1100km da capital, dá para chegar de avião (o voo da Lan entre Santiago e Puerto Montt dura 2hs) e carro, via Ruta 5 (Panamericana Norte), numa viagem de 12hs. De Puerto Montt a Puerto Varas são 20km, que podem ser feitos de ônibus e vans. Veja opções com a TurBus, Pullman e JAC.

6) Torres del Paine (2 dias): 3100km de Santiago, o voo a partir de Santiago (com escala em Puerto Montt) dura 4hs. Torres del Paine fica a 400km de Punta Arenas, trajeto a ser feito em ônibus, van ou carro – mais 5hs de estrada. Para Tierra del Fuego e Estrecho de Magallanes, separe mais 3 dias. Dá para chegar por ar (voos curtinhos de apenas 15 minutos), mar (balsas em www.tabsa.cl) e terra (ônibus em www.bus-sur.cl) a partir de Punta Arenas. Leia mais em www.enjoy-chile.org/chile/tierra-del-fuego-como-llegar-chile.php.

Os preços para as viagens pode variar muito, dependendo da época da sua viagem. Como você não me disse quando irá, preferi mandar os links das empresas para que você pesquise os preços.

Todos os trajetos que passei são a partir de Santiago, mas eu escolheria uma cidade no Sul para facilitar (e baratear) os deslocamentos na Patagônia e Lagos Andinos. Acho que Puerto Montt pode ser uma opção.

Sobre hospedagem, sei que em todas as cidades existem opções de hostels, mas não conheço nada para te indicar. Recomendo que você busque dicas nos sites www.diariodemochileiro.com e www.mochieiros.com, além do www.booking.com.

Espero tê-la ajudado. Caso você tenha mais dúvidas, é só escrever!

Um abraço!

Emy disse...

Caríssimo Daniel

Parabéns pelo trabalho maravilhoso através deste blog fantástico, certamente recomendarei para amigos! agradeço pelas ótimas dicas e por toda ajuda e atenção que tem dado aos leitores, inclusive muitas informações valiosas se encontram aqui na seção de comentários.

Eu li cuidadosamente as matérias mas tenho algumas dúvidas que podem ser cruciais na hora de decidir em viajar ou não para o Chile. Estou pensando (ou sonhando) em viajar para lá em Junho. Sou estudante e portanto terá que ser uma viagem bastante "humilde", por isso tenho que optar pelo lado mais econômico possível. As dúvidas:

-Quero realizar meu sonho de ver neve pela primeira vez, mas vi que os preços das estações de ski são altíssimos, tanto os tickets para admissão quanto o aluguel dos equipamentos. Pesquisei as estações Valle Nevado e El Colorado, existe mta variação de preço entre os outros menos conhecidos? Qual é o + indicado para iniciantes? Se não souber esquiar é obrigatório contratar instrutores?

-Se eu quiser ir pra Valle Nevado só pra ver neve mesmo, preciso pagar entrada? Para usar o teleférico tbm? Vc disse que é melhor ter um carro para se locomover, mas existem ônibus urbanos que circulam por lá?

- Nesta matéria você mencionou os ônibus turísticos que circulam pelos principais pontos da capital, com um bilhete para o dia todo. Achei interessantíssimo, será que poderia informar o preço deste bilhete e se puder informar o site onde pode comprar antecipadamente?

- No caso do pagamento de hotel/hostel/apartamento, pelo que li no blog a melhor forma é utilizar a moeda local, mas eu li em alguns comentários no Booking que se for pago em Dólares o turista está isento do imposto, portanto sairá mais em conta, e que é preciso pagar em dólares. Tem até um aviso no booking na parte de "informações importantes" sobre o hotel: "Por favor, observe que viajantes estrangeiros com isenção de impostos devem pagar em dólares americanos, e têm de apresentar o cartão de imigração fornecido na chegada ao país."
Será que poderia esclarecer se deve ser pago em peso ou Dólar?

São essas as perguntas, agradeço imensamente se puder responder!
Um grande abraço!

Daniel Neves disse...

Olá Emy,

Não sou um especialista em esqui no Chile, mas vou tentar sugerir as melhores opções na região de Santiago para iniciantes, com boa infraestrutura e menos badaladas que as mega turísticas (e caras) Valle Nevado, Termas de Chillan e Portillo:

1) El Colorado (http://www.elcolorado.cl/): Distante 40km de Santiago, faz parte do complexo do Valle Nevado. Dá para aprender bem, mas a pista é bem curtinha;
2) La Parva (http://www.laparva.cl/): Distante 40km de Santiago, fica perto de Farellones. Tem pouca estrutura de hospedagem, as pistas são maiores (e melhores) que El Colorado.

Em Junho você obviamente encontrará preços de alta temporada, mas ainda será começo de temporada – a coisa explode mesmo em Julho e Agosto. Sobre os preços de aluguel de equipamentos, confesso que estou um pouco fora. No site http://www.welcomechile.com ainda estão os preços de 2011, mas achei um site com valores mais atualizados: http://www.nosnomundo.com.br/2012/08/quanto-custa-esquiar-no-chile/

Ski Total e Chilean Ski vendem pacotes com tudo incluso (transfer, hospedagem, aluguel de equipamentos e aula para iniciantes) ou apenas “pedaços” (só o aluguel), uma boa opção para baratear a viagem, já que você pode fechar transfer, hospedagem e aulas por conta própria.

Não é obrigatório contratar aulas, mas se você não sabe nada, vale a pena gastar um pouquinho a mais e fechar umas aulinhas. Cair é divertido, mas as aulas te ensinarão a ficar de pé, a cair, a levantar. São importantes para você não perder tempo e aproveitar ao máximo.

Valle Nevado não é apenas uma estação de esqui, é uma cidade com boa infra, incluindo comércio, hotéis e restaurantes. Dá para ver e tocar a neve sem pagar nada. Não conheço ônibus urbanos que façam o trajeto, apenas ônibus de turismo das agências. O percurso de ida e volta não é tão caro – via Ski Total custa cerca de CLP 9.500 (R$ 38) por pessoa. Os ônibus saem de Santiago (perto do metrô Escuela Militar) às 8hs e deixam Valle Nevado às 17hs. Por fim, o ticket do teleférico custa CLP 12.000 (R$ 48).

Sobre o ônibus turístico em Santiago, veja o item (9) deste post. A empresa chama VIATOR, e dá para comprar o ticket pela internet, no endereço http://www.viator.com/tours/Santiago/Santiago-Hop-On-Hop-Off-Tour/d713-5249HOHO.

Sua última dúvida é sobre a questão do imposto, você estará isenta dos 19% de IVA se pagar a hospedagem com moeda estrangeira (dólares, euros, reais) ou com algum cartão de crédito internacional.

Leia mais em:

http://www.joeskitchen.com/chile/2010/03/17/chiles-iva-tax-and-foreigners/
http://www.portalconsular.mre.gov.br/mundo/america-do-sul/republica-do-chile/santiago/informacoes/orientacoes-para-turistas-brasileiros
http://www.conocechile.cl/sitio/web1/cont/condiciones_generales_esp.php

Se eu puder ajudá-la em mais alguma coisa, é só escrever!

Um abraço!

Marcus Loza disse...

Daniel, primeiramente meus parabéns pela iniciativa e pela prontidão na resposta as dúvidas enviadas!

Vou viajar ao Chile também em maio. Gostaria de contar com sua colaboração para algumas dúvidas.

Estamos em dúvida quanto a hospedagem entre três hoteis, todos em Providência, são eles: Mito Casa Hotel, Ibis Providência e o Orly Hotel. São bons, qual deles vocês indica em termos de custo benefício?
Santiago é frio em maio. Li em algum site que faz 10 graus centígrados. È isso mesmo?
Ficarei 6 dias por lá, vale a pena ir para Viña Del Mar para se hospedar?

SDS Marcus

Daniel Neves disse...

Olá Marcus,

Dos três hotéis que você comentou, tenho ótimas referências do Ibis. Os outros dois, eu não conheço. Analisando a localização, o Mito fica quase em Bellavista, numa região bem movimentada e com vida noturna agitada. Apenas recomendo que você busque um quarto de fundos, ou com isolamento acústico nas janelas, sob o risco de ter problemas para dormir. O Hotel Orly fica no coração do bairro, entre as estações Pedro de Valdivia e Los Leones. Dos dois, sem dúvida a região do Orly é melhor, mais residencial – na mesma rua estão ótimos restaurantes como Del Cocinero e Tapaspassion, e casas como Aqui Esta Coco e Astrid & Gastón ficam a poucos passos de distância.

Sobre a temperatura, arrume as malas para uma temperatura entre 10 e 15 graus durante o dia, e noites bem frias, entre 3 e 5 graus.

Viña del Mar vale a visita, apenas monte o roteiro do que você quer ver. Aqui no post eu listei, na seção “Comentários”, várias atrações imperdíveis na cidade. Dá para conhecer o principal num único dia e fazer um bate-e-volta, já que a viagem de ônibus entre Santiago e Viña dura 1h30. Agora, se seu plano é conhecer também Valparaíso e/ou as vinícolas do Vale de Casablanca, separe 2 dias para fazer tudo.

Um abraço!

Anônimo disse...

Daniel, adorei seu post!

Será muito útil, pois irei a Santiago em maio.
Reservei um apart em Lastarria, mas fiquei receosa, pois não o encontrei no mapinha em que você postou. Como vou com 2 crianças, não queria ficar muito longe dos pontos turísticos..
Você sabe informar como é o clima em maio?
Atenciosamente
Juliana

Daniel Neves disse...

Olá Juliana,

Lastarria fica na região do mapa em amarelo denominada "Santiago", que contempla também o bairro de Bellavista e o Centro Histórico.

Você estará a curtas caminhadas das principais atrações, como Palácio de La Moneda, Cerro San Cristobal, Mercado Central, Plaza de Armas e Cerro Santa Lucia.

Segue um link com os restaurantes do bairro: http://www.barriolastarria.com/restaurantes_barrio_lastarria.php

Sobre a temperatura, agasalhe as crianças: espere entre 10 e 15 graus durante o dia, e noites bem frias, entre 3 e 5 graus.

Espero tê-la ajudado. Se tiver mais dúvidas, é só escrever!

Um abraço!

Ju disse...

Boa tarde, Daniel!

Estou encantada com as suas informações precisas e disposição em ajudar os viajantes....

Estou indo ao Chile no dia 24/08 a 01/09, com um grupo de 8 pessoas. Queremos conhecer a cidade e aproveitar pra aprender a esquiar pela primeira vez.

Sei que pegaremos frio, mas vc acha que conseguiremos caminhar e aproveitar o transporte de metrô para conhecermos a cidade e os restaurantes?

Alguma dica especial de passeio para o período que estivermos lá?

Obrigada desde já!

Juliana

Marcus Loza disse...

Olá Daniel, mais uma dúvida. Se decidir em levar uma cartão de débito pré pago. A carga do crédito têm como sempre referência o dolar? Ou tenho de carregar na moeda do país visitado, no caso o peso chileno.
Outra coisa, qual o limite de dolar que posso levar, sem precisar declarar?

Mais uma vez, grato pela consultoria!

Daniel Neves disse...

Olá Marcus, o Visa TravelMoney pode ser carregado no Brasil em pesos chilenos, desta forma você não precisa se preocupar com taxas de câmbio durante a viagem. Uma vez no Chile, a recarga também pode ser feita na moeda local.
Para mais informações: http://www.visa.com.br/conteudo.asp?pg=1340
Sobre o montante em dólar, a Declaração de Porte de Valores (DPV) deve ser feita por pessoas que vão entrar ou sair do País portando mais de R$ 10 mil em dinheiro, cheques ou cheques de viagem.
Um abraço!

Daniel Neves disse...

Olá Juliana,

1) Setembro ainda é um mês frio, com temperaturas entre 10-20 graus durante o dia. Se o Sol ajudar, dá para pegar 25, 28 graus. A noite o bicho pega, com temperaturas perto de zero! Caprichem no agasalho para visitar atrações como Cerro San Cristobal, Parque Bicentenario, Concha y Toro e Cerro Santa Lucia, onde o vento é de matar!

2) Não sei o que vocês gostam de fazer, mas existe muito material legal aqui na seção de comentários com atrações em Santiago – museus, parques, vinícolas, compras, crianças, gastronomia. Vocês planejam visitar outras cidades? Eu olharia com carinho Puerto Varas, nos Lagos Andinos, um achado! Casinhas de madeira (graças a imigração alemã), excepcional gastronomia. Leia mais em http://www.melhoresdestinos.com.br/melhores-destinos-em-puerto-varas-chile.html;

3) Ainda nos Lagos Andinos, eu ainda não conheço, mas me falaram muito bem (e vi belas fotos) do centro de ski de Antillanca, a atual queridinha dos chilenos, que tem ótima infraestrutura e ainda é pouco visitado por turistas. Leia mais em http://www.chileanski.com/por/antillanca/;

4) Outra opção de passeios é fazer um roteiro de vinhos – comecem no Valle de Casablanca, cerca de 1h de Santiago e terra dos melhores brancos chilenos. Lá, recomendo a Casas del Bosque, a Indomita e a Matetic. Para mais informações, visite http://www.casablancavalley.cl/. Terminem no Valle de Colchagua, diante 2hs de Santiago, o maior do país.

Um abraço!

Anônimo disse...

Bom dia Daniel,
Primeiramente, gostaria de parabenizá-lo pelo blog.
Ficarei hospedado no Hotel Loretto, agora em março.
Gostaria, se possível, de obter sua opinião a respeito deste hotel.

Daniel Neves disse...

O Hotel Loreto fica em Bellavista, perto do Cerro San Cristobal. Você estará numa região de vida noturna agitada, cheia de barzinhos, lugares para beber e ouvir boa música. Pessoalmente, não acho uma região com bons restaurantes.

O metrô mais próximo é o Patronato (linha 2), mas você terá que fazer integração com frequência, já que tudo acontece na linha 1. Compensa andar um pouco mais (umas 8 quadras) até a estação Baquedano.

Pesquisei o hotel no booking.com. pelas fotos, os quartos parecem confortáveis, e com base na avaliação dos usuários (8.9), diria que o lugar é bem recomendado.

Lendo as opiniões dos usuários, identifiquei alguns pontos de atenção - muitos não são problemas, mas vale a pena ter em mente:

1) Muitos usuários reclamam do quarto ser pequeno demais;
2) A descrição diz que existe fitness center, mas não achei fotos;
3) Wifi grátis sempre ajuda, embora muita gente reclame que "não funcionou" no dia da viagem;
4) A maioria das reclamações diz respeito ao banheiro pequeno, mas não vi fotos para julgar;
5) Aparentemente não existe elevador, mas pelos comentários os funcionários ajudam a subir e descer as malas;
6) Existem reclamações isoladas da pressão da água do chuveiro, assim como da qualidade do café da manhã;
7) Alguns quartos não possuem banheiro próprio, usam banheiro compartilhado;
8) No booking, as diárias começam em R$ 171. Fiz algumas pesquisas, e a diária pode passar de R$ 200. Achei caro;
9) Aparentemente é permitido fumar nas áreas comuns no térreo. Manter janelas abertas pode ser um problema;
10) Custo adicional de táxi para o aeroporto, se for pedido pelo hotel. Isso é comum em Santiago;
11) Não há frigobar nos quartos, o que pode ser um inconveniente caso vocês queiram passar no mercado e comprar algo para comer no quarto.

Na minha opinião, os itens 6, 8, 9 e 11 seriam impeditivos para fazer uma reserva, os demais dá para conviver na boa - a não que você pretenda passar mais de 1 semana, onde aí certas coisas podem começar a incomodar.

Um abraço!

Eveline Gava disse...

Olá, Daniel, estou planejando uma viagem com a minha mãe para o Chile do dia 17/05 a 22/05. Sendo que chego 12:30PM e vou embora 12:50PM. Então, considero 4 dias e meio de viagem.
Pelo que li aqui, o clima de dia é entre 10 e 15 graus e de noite em torno de 5, certo?
Como dia 18 é um sábado, minha preocupação é: como é o funcionamento da parte turística e comercial da cidade nos finais de semana? Vou conseguir aproveitar como se fosse um dia de semana comum?
Vi aqui recomendação do IBIS, mas uma amiga me recomentou o La Fayette. Sabe me dizer qual dos dois seria melhor em termos de localização e custo-benefício?
Elaborei nos últimos 30 minutos lendo o seu blog um mini-roteiro que pretendo elaborar melhor após a sua opinião. Ele contém apenas a "atração principal" de cada dia, sem os detalhes. Após sua avaliação, vou adicionar locais para comprar, locais para almoçar e jantar e o que exatamente vou fazer em cada local, de acordo com sugestões do blog e aí te peço uma nova opinião.

Dia 17: Centro Histórico + Shopping Parque Arauco

Dia 18: Cerro San Cristoban + PArque Bicentenario

Dia 19: Viña Del Mar

Dia 20: Valparaiso (citytour)

Dia 21: Vale Nevado (Teleferico Mirador)

Aguardo a sua opinião e desde já parabenizo pela qualidade e organização do blog.

Um abraço,
Eveline

Daniel Neves disse...

Olá Eveline,

É isso mesmo, Maio já é um mês de temperaturas baixas. Dias de Sol e vento cortante são comuns. Dificilmente a temperatura ultrapassa 15-18 graus.

Sobre a sua preocupação, restaurantes e atrações turísticas funcionam nos finais de semana – Tour no La Moneda, Cerro San Cristobal, Concha y Toro. Algumas lojas de rua podem não abrir aos domingos, ou fechar mais cedo. Já as lojas de shoppings, como a Ripley no Parque Arauco, abrem normalmente.

Os hotéis Ibis Providencia e Lafayette ficam próximos de estações de metrô. O segundo fica melhor localizado em relação aos bons restaurantes do bairro, como Del Cocinero, Aqui Esta Coco e Tapaspassion. Olhando as fotos no booking.com, parece legal, mas achei a avaliação dos usuários (7,6) preocupante. Sugiro que você separe uns minutinhos para ler as opiniões de quem já foi.

Sobre seu roteiro, você separou 2 dias para Santiago, priorizou os parques a atrações históricas. Percebi que você não incluiu o tour na Concha y Toro, e não sei o que você pretende incluir no item “Centro Histórico” – dependendo do que você quiser fazer, meio dia pode ser pouco tempo. Fora estes dois comentários, seu roteiro está muito bom!

Caso tenha mais dúvidas, fique à vontade para perguntar!

Um abraço!

Eveline Gava disse...

Obrigado pela pronta resposta, Daniel. Agora vou dar uma incrementada na minha programação aqui e dou um retorno pra você ver como ficou.
Esqueci mesmo de colocar o Concha Y Toro, mas darei um jeito de incluir aqui! Obrigado pelos toques!
Sobre o hotel, uma amiga ficou no Lafayette e disse que é direitinho e a localização é ótima, conforme voce falou. Sobre seu comentário dele ser nota 7,6 no booking, isto me fez ter medo do Ibis, já que a nota é 7,7. O que você acha do Ibis?

Um abraço,
Eveline

Suzana disse...

Olá Daniel, Parabéns pelo blog. É realmente fabuloso!
Estou indo para Santiago no próximo dia 21 de março para passar 3 noites na cidade. Como a viagem é curta, gostaria de sugestões de atrações turísticas. Outra dúvida é quanto a compra de passeios e translado. Estou indo pela CVC e achei o translado muito caro (77 dolares por pessoa). Vale a pena pagar esse preço ou é melhor pegar um táxi para o Hotel? E quanto aos passeios, sai mais em conta providenciá-los em Santiago? Ficarei no Hotel Plaza San Francisco. A localização é boa?
Abraço e obrigada.

Daniel Neves disse...

Olá Eveline, conheço 3 pessoas que ficaram hospedadas no Ibis Providencia e gostaram. Eu nunca fiquei lá, quando estou em Santiago prefiro a praticidade dos aparts.

Na minha opinião, uma nota 7,6 não desqualifica o hotel, mas certamente me faz dar uma olhada com atenção nas opiniões dos clientes para saber se existe algo crítico. No Caso do Lafayette, os as reclamações são, em sua maioria, pontos de vista (banheiro pequeno é questão de opinião), mas outras me chamaram a atenção, como falta de itens básicos no café, como leite e pão, quarto com forte cheiro de cigarro e chuveiro com água quente só por 15 minutos.

O Ibis Providencia aparece neste momento com 8,3 no booking (http://www.booking.com/hotel/cl/ibis-santiago-providencia.pt.html). Na lista de reclamações, me chamou a atenção apenas a falta de frigobar. Pode ser um problema crítico ou não, dependendo da sua intenção em manter uma água gelada no quarto ou mesmo passar no mercado e comprar alguma coisa para jantar no quarto.

Sobre os comentários do café da amanhã, aqui é uma questão de opinião: pessoa está acostumada a comer bem na cidade de origem, chega e Santiago e não conhece os hábitos locais, reclama que o café é "limitado". Cidades como Buenos Aires e Paris também oferecem poucos itens no café, e os brasileiros normalmente estranham.

Se você tem boas referências do Lafayette, se sua amiga não teve os mesmos problemas com quarto cheirando mal e chuveiro com água quente por apenas 15 minutos, pode ser uma boa opção. Você ganhará na melhor localização, o que também só vale a pena se você pensar em comer nos restaurantes que comentei.

Um abraço!

Daniel Neves disse...

Olá Suzana,

O Aeroporto Internacional fica na região noroeste da cidade. Seu hotel fica no Centro Histórico, bem localizado para visitar as principais atrações turísticas, mas em uma região com pequena oferta gastronômica e pouco movimentada à noite.

Sobre o translado, resposta simples: está caro. Dê uma olhada no item (2) deste post. Eu gasto em média R$ 76 entre o aeroporto e Las Condes, cerca de 30km. Seu hotel fica distante apenas 19km do aeroporto, então acredito que você pagará menos que R$ 76.

Sobre sua viagem, você terá 2 (chega na manhã do primeiro e vai embora na tarde do terceiro), 2.5 (terá 2 dias inteiros, e irá embora na tarde do terceiro) ou 3 dias inteiros na cidade? Na seção “Comentários” deste e do post “10 Atrações em Santiago” você encontrará boas sugestões nos 3 casos. Dá para fazer as mesmas coisas, o segredo é planejamento e passar mais tempo na rua (entre 8-10 horas, no roteiro de 2 dias).

O único passeio que vale a pena comprar (na verdade, reservar) do Brasil é o tour na Concha y Toro, pela praticidade de fazer pela internet. Os demais podem ser comprados no Chile tranquilamente.

Em caso de dúvidas, é só escrever!

Um abraço!

Anônimo disse...

Olá Daniel
Estarei em Santiago em abril e como vou com minha mãe (de 80 anos) as opções de passeio são mais restritas. Mas gostaria de algumas dicas:
- para ter táxi já reservado do aeroporto até hotel,
- para visitar as cordilheiras,
- para paseeios aos pontos importantes da cidade e que ela possa fazer.
Obrigada, creio que pessoas como você são especiais na medida em que, como você mesmo diz, socializam o seu conhecimento.
Obrigada
Janira

Daniel Neves disse...

Olá Janira,

Antes de responder, agradeço pelos elogios. O blog é minha paixão, faço por puro prazer e minha maior recompensa é saber que minhas dicas podem ser úteis para outras pessoas, ajudá-las a ter uma viagem melhor.

Sua mãe tem mobilidade reduzida? Necessita de locais com acessibilidade (rampas, corrimãos, etc)? Pode subir pequenos lances de escadas, escadas rolantes e fazer caminhadas curtas – até 500 metros?

Santiago é uma cidade bastante ampla e boa acessibilidade, o que inclui rampas e corrimãos nas escadas. A cidade é bem interligada por metrô e ônibus, mas nem sempre o sobe e desce de escadas é a melhor opção para as pessoas e mais idade. Uma forma interessante de deslocar-se pela cidade é o ônibus turístico – veja o item (9) deste post para saber mais e visualizar o itinerário. São 12 paradas, e vocês podem descer a qualquer momento, visitar a atração e pegar o ônibus seguinte para seguir o tour.

Para sugerir as atrações, vou imaginar que você tenha respondido "SIM" para as 3 questões que fiz acima.

Vocês poderão visitar a Plaza de Armas, o Palácio de La Moneda (incluindo o tour), o Mercado Central, todas no Centro Histórico. O passeio na Concha y Toro também é tranquilo, apenas recomendo que você pesquise opções de translados até Pirque – o jeito mais fácil de chegar são 45 minutos de metrô e 15 de ônibus, mas pode ser cansativo para ela.

Parque Arauco também pode ser uma opção, assim como o Cerro San Cristobal – a subida é feita por um bondinho, e lá em cima tudo é bem plano, tranquilo para andar. Se precisar sentar e descansar um pouco, use os banquinhos. E não preciso falar que a vista vale a pena!

Todas as atrações acima estão descritas no blog, com fotos. Veja o post “10 Atrações em Santiago” (http://oviajantecomilao.blogspot.com.br/2012/06/10-atracoes-imperdiveis-em-santiago.html) para acessar os textos.

Apenas não recomendo o Parque Bicentenário, pois a caminhada, embora valha muito a pena, é bem longa. Mas se vocês quiserem ter um gostinho, desçam no ponto “Alonso de Cordova” do bus turístico, a poucos passos do parque. Poderão almoçar no restaurante Mestizo, que fica dentro do parque, e visitar as alas mais bonitas, como lagos e esculturas. Assim, vocês não precisarão caminhar todo o parque, e poderão tirar as melhores fotos!

Para visitar as cordilheiras, o jeito mais fácil é visitar uma estação de esqui. Mesmo que descer a montanha não seja o objetivo, dá para passear nos teleféricos. Recomendo o Valle Nevado, apenas 45km de Santiago. A cidade é pequena e tem boa estrutura, e o passeio de teleférico não é caro. Na seção “Comentários” deste post indico algumas empresas que fazem translados.

Por fim, veja o item (2) neste post. Através do site http://www.taxioficial.cl/ é possível agendar o taxi com antecedência, inclusive do Brasil. Se você preferir, existem vários postos oficiais no aeroporto (os chamados “remis”) onde você compra o serviço e paga na hora, por preço fechado. Assim, você não corre o risco de ser surpreendida.

Espero tê-las ajudado. Caso tenha mais dúvidas, fique à vontade para escrever!

Um abraço!

Eveline Gava disse...

Olá, Daniel, comprei minhas passagens hoje. Fiz algumas alterações, pensando que seria melhor chegar de noite, jantar e descansar pra começar com gás no dia seguinte que chegar 12:35h, tendo acordado às 3am e ficar detonada no primeiro dia, não aproveitando bem.
Enfim: Chego dia 4/05 às 19 horas e volto dia 10/05 às 15 horas. Ficando 5 dias inteiros e uma manhã.

Estou esperando a resposta da minha amiga pra fechar o hotel.

Quanto a programação, por enquanto está assim:

Dia 4 - Check in + Jantar
Alguma sugestão de local pra jantar?

Dia 5 - Bike tour (manhã), Centro Histórico e Shopping Parque Arauco (jantar lá).
Você sugeriu almoçar no Majestic, mas não sou apreciadora de comida Indiana, teria outra opção? Não precisa ser restaurante chique.

Dia 6: Concha Y Toro, almoçar no restaurante de lá, ir ao Parque Bicentenário e ver o entardecer no Cerro San Cristoban
Jantar também uma incógnita

Dia 7: Viña Del Mar
Sugestão de almoço e jantar?

Dia 8: Valparaíso
Ainda precisando de sugestão de restaurantes. Não pretendo gastar muito com comida. Apenas preciso comer decentemente. :)

Dia 9: Valle Nevado
Restaurantes?!

Dia 10: Alguma sugestão para fazer até perto de 12 horas (hora do check out)?

A minha mãe ADORA artesanato. VI que você comenta de Pomaire, mas fica um pouco distante, né? Você acha que tem como encaixar em algum local da programação? Será que seria viável fazer Viña Del Mar e Valparaiso no mesmo dia pra incluir este ponto no cronograma? Eu e minha mãe não somos apreciadoras de vinhos a ponto de passar o dia visitando vinícolas... Por isso, penso nesta possibilidade.

Gostaria de ir ao Como água pra chocolate e no Giratório. Quais dias seriam os mais apropriados pra estes pela localização?

Não sei como é a facilidade de ir para os lugares e achar bons restaurantes apenas caminhando pelos arredores, por isso pergunto. Se você me falar que, chegando nos locais, eu acho fácil, nem precisa ficar sugerindo.

Outra coisa é que, durante minhas pesquisas, vi que existem alguns Outlets em Santiago. Minha intenção de ir ai Chile não é nem um pouco para fazer compras, mas se valerem a pena os preços, posso repensar a respeito. O que você acha dos Outlets?

Aguardo sua preciosa opinião.
Eveline

Daniel Neves disse...

Olá Eveline,

Antes de mais nada, gostaria de dizer que seu roteiro ficou muito bom! A ideia de chegar à noite para começar a aproveitar a cidade descansada foi excelente!

Dia 4: Del Cocinero e Tapaspassion são opções com bom custo/benefício. Se preferir algo mais chique para começar, Aqui Esta Coco. Os três ficam pertinho do seu hotel (cerca de 1-3 quadras caminhando). Também dá para encaixar o Como Agua Para Chocolate, que fica distante 2 quadras do metrô Baquedano (4 estações de metrô de onde você estará);

Dia 5: Aqui depende muito de onde você estará. Imagino que você andará de bicicleta e voltará para o hotel tomar um banho. Neste caso, recomendo o Giratorio – na minha opinião, o lugar vale mais pela vista do que pela comida, mas sem dúvidas a melhor vista está na hora do almoço. No jantar você verá apenas as luzes da cidade e a silhueta das cordilheiras;

Para jantar no Parque Arauco, recomendo o Tanta, um baita peruano, ou o Mr Jack e seus maravilhosos (e gigantescos) hambúrgueres.

Dia 6: Eu jantaria no Osaka, o melhor da cidade.

Prefiro não recomendar restaurantes em Viña del Mar, Valparaiso e Valle Nevado. Faz um tempinho que estive nas cidades, não sei como estão os restaurante onde comi e, mais importante, estou certo que outros restaurantes, provavelmente melhores do que os que eu conheço, foram abertos. As 3 cidades são pequenas, e é relativamente fácil achar restaurantes nos arredores das atrações.

Apenas 1 dia para Viña e Valparaiso é apertado, e 2 dias inteiros para ambas é muito tempo. Como sugestão, eu colocaria o Parque Arauco (e quem sabe até o Cerro San Cristobal) no mesmo dia de Valparaiso, para fazer no retorno.

Para encaixar Pomaire no roteiro (a cidadezinha fica distante 1h de Santiago, e separe cerca de 5-6 horas entre passeio e deslocamento), fiz algumas mudanças, como você pode ver abaixo. Veja o que você acha:

Dia 5: Bike tour (manhã), Concha y Toro (almoço + tarde)
Dia 6: Pomaire (manhã), Centro Histórico (tarde)
Dia 7: Viña Del Mar
Dia 8: Valparaíso (até às 15hs), Cerro San Cristobal (fim de tarde) e Parque Arauco (noite)
Dia 9: Valle Nevado
Dia 10: Parque Bicentenario

Desta forma, acho que você consegue otimizar bem seu roteiro e até deixar o dia 10 para acordar mais tarde, tomar um belo café, arrumar as malas e sair para o aeroporto. Neste caso, dá para jogar o Parque Bicentenário no dia 5, jantar no Mestizo e tomar o café da manhã no último dia na Coquinaria (www.coquinaria.cl).

Os principais outlets da cidade (Outlets Easton Center, Outlet Boulevard, Buenaventura Premium Outlet, The Baby Outlet) estão relativamente próximos do seu hotel (cerca de 8km do seu hotel), mas a única maneira de chegar é de táxi. Estive no primeiro e no terceiro e, particularmente, não vi grandes vantagens: os preços são em média 20-30% mais baixos, mas no Brasil temos o parcelamento. E não esqueça do IOF (6,38%) nas compras via cartão de crédito fora do Brasil, além dos custos de táxi.

Um abraço!

Eveline Gava disse...

Obrigado, Daniel, vou aceitar suas sugestões! Me ajudou um monte!
Um abraço e, mais uma vez, meus parabéns pela iniciativa do blog.
Eveline

Anônimo disse...

Boa tarde Daniel.

Seu blog é realmente muito bom, está de parabens mesmo!

Estou indo com a minha namorada para Santiago no dia 21/03 ficando ate 29/03.

Ficaremos num apsrt/hotel chamado Premium Tours & Lodging Providencia, proximo ao metro Manuel Montt. Você acha que é uma boa localização? Estou na duvida, pois depois que reservei uma amiga me disse que era melhor ficar proximo da região de Las Condes, por ter mais opções de bares e restaurantes. O que você acha?

Obrigado pela ajuda,

Rafael Kan

Daniel Neves disse...

Olá Rafael,

Fique tranquilo: Providencia e Las Condes são os principais bairros gastronômicos da cidade.

Na minha opinião, Providencia tem muitas casas muito boas - o nível é alto. Tapaspassion, Aqui Esta Coco, Astrid y Gastón e Del Cocinero são exemplos de casas onde você terá uma ótima refeição. Giratório vale mais pelo ambiente, mas é atração quase obrigatória para quem visita a cidade pela primeira vez.

Las Condes provavelmente tem os melhores restaurantes da cidade (Osaka, Happening e Mr Jack), mas a média geral não é tão alta - existem algumas roubadas por lá - Le Due Torri, Miguel Torres, Tiramisú.

Seu hotel fica pertinho da estação Manuel Montt. Até Las Londes, são cerca de 20-25 minutos caminhando, ou 4 estações de metrô.

Um abraço!

Anônimo disse...

Olá Daniel
Mias uma parabéns e obrigada.
Minha tem problemes com caminhadas e escadas e suas dicas foram fundamentais para eu definir os passeios.
Um abraço de outra viajante comilona rsrsrsrs
Janira

Anônimo disse...

Olá Daniel aproveitando seu entusiasmo em responder cada post rs gostaria de saber se vc faz uma ideia de um preço minimo de custo mesmo que se utilize de hostel, incluindo passagem aerea e dinheiro para levar para 1 semana a 10 dias de viagem saindo do Rio de Janeiro e cnhecendo os principais pontos turisticos.

Daniel Neves disse...

Prezado(a), é impossível responder sua pergunta. Sem saber quando você vai, quantas pessoas viajarão, quantas cidades você pretende visitar, quais atrações pretende visitar e quanto você pretende gastar por dia com comida, qualquer valor será um mero chute. Não dá para fazer milagre.

Mas posso adiantar que quase tudo que você precisa está neste post ou na seção "Comentários". Separe alguns minutos para ler, tem muito material legal e não custa nada.

1) No link http://oviajantecomilao.blogspot.com.br/2012/05/10-dicas-para-quem-visita-ou-quer.html?showComment=1351169407208#c3104413133581057292 você encontrará boas opções de albergues com ótimos valores. Mas o valor pode mudar dependendo da época do ano – por exemplo, em Julho os valores sobem.

2) A maioria das atrações de Santiago é gratuita. Entre os básicos, apenas Concha y Toro e Cerro San Cristobal são pagos. Os valores estão nos posts do meu blog - http://www.oviajantecomilao.blogspot.com/2012/06/top-10-santiago-5-cerro-san-cristobal.html e http://oviajantecomilao.blogspot.com/2012/06/top-10-santiago-6-concha-y-toro.html.

3) O item (4) neste post lista os custos com transporte. Como não sei onde você ficará hospedado(a), e tampouco quais atrações pretende visitar, fica difícil planejar alguma coisa. No pior caso, separe 2 passagens de metrô ou de ônibus por atração – para efeitos de custo, considere o valor mais alto.

4) Para restaurantes, dá para comer a partir de R$ 10 por refeição (hot-dog, fritas e refrigerante no Doggi’s, ou alguns PFs em restaurantes mais simples). Para saber o quanto gastará na média com entrada, prato e sobremesa para 2 pessoas, leia o que escrevi em http://oviajantecomilao.blogspot.com.br/2012/05/10-dicas-para-quem-visita-ou-quer.html?showComment=1360929887508#c5132821951798029384. Para alguns restaurantes nessa faixa de preço, acesse http://oviajantecomilao.blogspot.com.br/2012/06/top-10-santiago-10-restaurantes.html?showComment=1349877784021#c6040267070349151749.

5) Sobre o dinheiro a levar, leia o que escrevi em http://oviajantecomilao.blogspot.com.br/2012/05/10-dicas-para-quem-visita-ou-quer.html?showComment=1356623053379#c8087420086510286419. Dá para ter uma ideia de quanto levar por dia de viagem.

6) O custo da passagem depende de quando você viajará. Ao chegar em Santiago, de como será seu translado - ônibus, taxi. Neste post (e nos comentários) você encontrará os valores para incluir no seu planejamento de viagem.

Anônimo disse...

Daniel, bom dia!
Parabéns pelo Blog e pela dedicação.
Posso aproveitar do seu conhecimento e boa vontade?
Viajo com meu namorado no inicio de Abril para ficar 07 dias em Santiago. A previsão da chegada é as 23h de uma segunda feira e a saída as 20h da segunda feira seguinte.

Estamos com dois Flats em mente BellaVista (Providencia) e Plaza Suites (Centro). Qual seria a melhor opção? A idéia é andar a pé/metro e conhecer tudo que puder :)

Quanto a um roteiro, qual a melhor sequencia? Tendo em vista que quero conhecer todos os lugares que comentou no seu blog (até um raio de 2h ou 3h de viagem).

Desde já agradeço pela atenção

Victória

Daniel Neves disse...

Bom dia Victoria,

Aproveitando que estou atualizando o blog agora de manhã, provavelmente vou bater o recorde de resposta mais rápida do blog!

Não conheço nenhum dos aparts. Pesquisei na web e acho que os encontrei no booking.com. Peço pf que confirme se são os mesmos que você está na dúvida:

http://www.booking.com/hotel/cl/plaza-suites.en.html?aid=311984;label=plaza-suites-Uq8xbMBvbCvJzktkGMym9wS7091067433:pl:ta:p1:p2:ac:ap1t2:neg;ws=&gclid=CPjH9JmO3rUCFQ4GnQodljMACA

http://www.booking.com/hotel/cl/chile-apart-bellavista.en.html?aid=311984;label=chile-apart-bellavista-xQLFAGtNZB67yLliNv5ydQS21903049873:pl:ta:p1:p2:ac:ap1t3:neg;ws=&gclid=CM262d6N3rUCFQo3nAodyAgApw

Assumindo que sim, vamos compará-los. No quesito LOCALIZAÇÃO, o Plaza Suites está no coração do Centro Histórico, pertinho de tudo e a poucos passos do Cerro Santa Lucia e do bairro de Lastarria; já o Apart Bellavista fica cerca de 2 quadras do metrô Baquedano, cerca de 15 minutos do primeiro. Particularmente, prefiro a região do segundo, com mais restaurantes e vida noturna – a região central é deserta à noite. No quesito NOTA, levando em consideração as opiniões de quem já foi, 7,9 para o Plaza Suites, e 9,5 para o Apart Bellavista. Sugiro que você dê uma lida nos comentários – o Plaza Suites tem várias reclamações dos funcionários. No caso do Apart Bellavista, as poucas reclamações falam de barulho à noite. Como sugestão, um apartamento mais afastado do Patio Bellavista (fundos do prédio) pode ser uma solução. No quesito FOTOS, é difícil julgar, mas o Apart Bellavista mostra mais detalhes, o que ajuda na escolha. Se eu tivesse que escolher, fecharia com o segundo.

Sobre a “melhor sequência” do roteiro, eu pessoalmente começaria do Centro Histórico, onde tudo é pertinho e fácil de chegar, e gradualmente ampliaria o raio para as regiões mais afastadas – Concha y Toro, Parque Bicentenário, cidades dos arredores, etc. O roteiro de 3-4 dias listado no post “10 Atrações em Santiago” usa esta abordagem.

Quando tempo você pretende separar para Santiago? Sugiro entre 2 e 3 dias para conhecer o principal. Sobre os arredores, se assumirmos passeios entre 2-3hs de viagem (carro ou ônibus, suponho) de Santiago, temos várias opções: artesanato em Pomaire, montanhas e esqui no Valle Nevado, cassinos e praias Viña del Mar e Valparaiso, vinhos nos vales de Casablanca e Colchagua. Assumindo um raio de 2-3hs de avião, aí a coisa melhora bastante: Atacama, Lagos Andinos...

Assumindo 2 dias em Santiago, uma opção pode ser 1-2 dias para Valle Nevado, 1 dia e Pomaire e 2 dias para Viña, Valparaiso e Valle de Casablanca. Outra sugestão pode ser 2 dias em Santiago, 2 em Viña e 2 em Puerto Varas, nos Lagos Andinos.

Queria ajudá-la, mas acho que, com tantos lugares legais para visitar, coloquei mais dúvidas na sua cabeça! Nos comentários deste post e do “10 Atrações em Santiago” você encontrará mais informações sobre Viña, Valle de Casablanca, Valle de Colchagua (ontem até respondi uma questão sobre o “tren del vino”, vale dar uma olhada) e Puerto Varas.

Caso tenha mais perguntas, é só escrever!

Um abraço!

Karla disse...

Maravilhoso o blog, Daniel! As dicas sobre temas diversos (além da gastronomia) nos ajudam muito! Muito obrigada por compartilhar as informações conosco!

Paula Elis disse...

Olá Daniel! Antes de mais nada, queria agradecer imensamente por sua paciência e dedicação à esse blog. É incrível como você responde a TODOS com todos os detalhes possíveis!!!

Sei que serei um pouco vaga na pergunta, mas estou no início dos planos para ir ao Chile com uma amiga no meio de Junho. Já li TUDO do seu blog e anotei dicas que aposto que serão fundamentais lá.
Ainda não sabemos quantos dias vamos ficar, onde vamos ficar e o que fazer. Tudo só depende de caber no orçamento de R$1500,00 cada. Inicialmente pensamos em 5 a 7 dias. O mais importante para nós é conhecer os monumentos, lugares históricos, passear, e tentar esquiar! Não interessa viniculas.. e como será inverno, estamos receosas se valerá a pena ir às praias..

Só queria saber se você tem alguma dica para um roteiro turístico...! Você está sendo uma ótima (e única) referência!!

Anônimo disse...

Daniel, boa noite!
Mais uma vez, muito obrigada pela paciência e atenção!!!
Os hotéis são esses mesmos, seguindo sua dica ja reservei o BellaVista :)
Quanto aos passeios vc realmente me confundiu.... São muitas opções e muitos lugares legais para conhecer!!!!
A ideia é (infelizmente) duas a três horas de ônibus mesmo !!! Rs Rs Rs
Então, não tenho ideia ainda de quantos dias para cada lugar, a minh única certeza e que fico por lá 7 dias
Se não for muito abuso da sua boa vontade, adoraria uma sugestão, pois com certeza você entende!!!! De quantos dias para cada lugar e qual o roteiro!

Mais uma vez muito obrigada!

Victoria!

Daniel Neves disse...

Olá Paula,

Uma pergunta: o orçamento de R$ 1.500 por pessoa para 5-7 dias de viagem é apenas para os gastos no Chile – hospedagem, transporte, alimentação, atrações turísticas, ou inclui também a passagem de avião Brasil - Chile?

No primeiro caso, é bem possível, embora recomendo um bom planejamento, principalmente porque vocês querem esquiar, que é um passeio caro. No segundo caso, acho bem difícil.

Vamos enumerar alguns fatores para te ajudar a montar o planejamento financeiro – tomarei como base uma viagem de 5 dias, mas você poderá facilmente fazer os ajustes para 7 dias, se achar necessário:

1) Hospedagem: Um bom hostel custa R$ 25-50 por pessoa/dia. Os aparts oferecem mais espaço e estrutura, e custam R$ 100-150 por dia, para 2 pessoas. Os hotéis são mais caros, R$ 150-200 por dia. Assim, você gastará para 2 pessoas e 5 dias entre R$ 250-500 no hostel, R$ 500-750 no apart e R$ 750-1000 no hotel;

2) Alimentação: Existem opções para almoçar a partir de R$ 10 (PF + bebida), mas considere uma média de R$ 100-150 por refeição, com entrada, prato e sobremesa para 2 pessoas. Isso totalizaria R$ 1000-1500 para os 5 dias. Como alternativa, compre o jantar no mercado – além da ótima oferta de itens como pães, salames, queijos, peixes e frutos do mar, você economizará facilmente uns 50% - entre R$ 750-1000 para todas as refeições;

3) Atrações turísticas: Com exceção da Concha y Toro (que vocês não pretendem fazer) e do Cerro San Cristobal (R$ 7,20 por pessoa), as demais atrações em Santiago são gratuitas. Seu único gasto será com transporte – como não sei onde você ficará, tampouco quais atrações visitará, considere 2 bilhetes de metrô ou ônibus (para ser conservadora, assuma o mais caro) por atração. Veja em www.metrosantiago.cl/guia-viajero/tarifas e www.transantiago.cl/TARJETABIP/TARIFAS/index.htm os custos de transportes – metrô e ônibus. Uma alternativa pode ser o cartão “BIP!”, uma espécie de bilhete único – você paga 1 tarifa e pode pegar até 3 ônibus ou metrô + 2 ônibus no período de 2 horas. Veja o item (4) neste post para saber mais.

4) Esqui: Vamos assumir Valle Nevado, a mais cara das estações. Empresas como Ski Total (www.skitotal.cl/), TurisTour (www.turistour.cl) e Chilean Ski (www.chileanski.com) oferecem pacotes de 1 dia, os chamados “ski day”, com translados, ticket e aluguel de material. Não tenho idéia dos preços para a temporada 2013, pois as agências ainda não divulgaram nada, mas vamos assumir o que foi praticado no ano passado, considerando que você pretende viajar em Junho (baixa temporada):

- Translado Santiago – Valle Nevado: CLP 40.000 (R$ 167) por pessoa, mínimo 2 pessoas (via TurisTour);
- Ticket Dia (uso do teleférico das 9hs às 17hs): CLP 29.500 (R$ 118). Na alta temporada (entre 08/07 e 15/08), custava CLP 39.000;
- Equipamento para esqui e snowboard: CLP 24.500 (R$ 98).

Total: CLP 188.000 (R$ 752). Estações como El Colorado e La Parva têm custos entre 10-20% mais baixos.

Para baratear o translado, alugar um carro pode ser uma opção. No Atrapalo (www.atrapalo.cl/rentacar/rent-a-car-metropolitana_x_1672.html), os valores começam em CLP 25.000 (R$ 100) por dia.

Agora, se a idéia de vocês for ficar um tempo maior na cidade (2-3 dias), além de multiplicar os custos de tickets e aluguel de equipamentos, entra o fator hospedagem, e aí os custos aumentam consideravelmente. Fiz uma rápida pesquisa, e o mais barato que achei é o “Apartamentos Valle de Cóndores”, a partir de USD 1158 pelo pacote mínimo de 3 noites, para duas pessoas, o que explode seu orçamento. Mas vale entrar em contato com eles, já que o tarifário começa em 28/06, e pelo que entendi você pretende viajar antes.

Veja mais em: www.chileanski.com/esp/hoteles/tarifas-hotel.asp?id=VNV005 e www.vallenevado.com/pt/apartamentos/valle-de-condores-i/. O Valle Nevado tem promoções de “early booking” – dê uma olhada no site.

Espero tê-la ajudado. Caso tenha outras dúvidas, é só escrever!

Um abraço!

Daniel Neves disse...

Olá Victoria,

Como sugestão, separe os dias 1, 2 e 7 para Santiago. 2,5 dias é o tempo ideal para conhecer com folga as principais atrações da cidade.

Deixe os dias 5 e 6 para Viña del Mar, Valparaiso e os cassinos da região.

Para os dias 3 e 4, seguem algumas opções:

- Passar 1 dia no Valle Nevado. Se você gosta de esquiar, fique 2 dias na cidade;
- Fazer um day tour em Pomaire;
- Se você gosta de vinhos, pode ficar 1 dia a mais em Viña e visitar o Valle do Casablanca. Se você gosta MUITO de vinhos, dá para fazer o passeio "tren del vino" até o Valle do Colchagua.

Portanto, nos 2 dias restantes você pode passar ambos no Valle Nevado, Valle Nevado + Pomaire, Valle Nevado + vinhos (Casablanca ou Colchagua), Pomaire + vinhos ou passar ambos nos vinhedos. Escolha a que mais te agradar!

Espero tê-la ajudado. Caso tenha mais perguntas, é só escrever!

Um abraço!

Anônimo disse...

Daniel, boa tarde!
Seguindo suas dicas e lendo todos os seus post, montei uma previsão de roteiro, poderia m auxiliar a otimiza-lo?

Dia 08 - Check-in (Por voltas das 22h) e Jantar (alguma sugestão de bar/restaurante legal para "abrir" a viagem?)
Dia 09 – Café da Manhã (alguma sugestão?) Centro Histórico (Palácio de La Moneda, Bolsa de Valores, Cerra Santa Lucia, Plaza de Armas, Catedral Metropolitana) Visita ao Mercado Central Almoço no Giratório, e a tarde Parque Bicentenário e Cerro San Cristóbal (por do sol), Jantar no Parque Arauco (compras).
Dia 10 – Concha Y Toro, Almoço (Wine Bar), Vale de Casablanca, Jantar (alguma sugestão de bar para curtir um pouco a noite?)
Dia 11 – Vale Nevado (pelo que eu vi é o dia todo), Jantar (alguma sugestão de bar para curtir um pouco a noite?)
Dia 12 – Vinã de Mar + o passeio "tren del vino" até o Valle do Colchagua, Jantar e noite no Cassino Enjoy (Para a volta tem horário do ônibus pela “madrugada”?)
Dia 13 – Valparaiso + Vinhedo + Jantar em Santiago
Dia 14 – Pomaire + Vinhedo + Jantar em Santiago
Dia 15 – Passeio de Bike pela manhã e ultimas compras antes de viajar.

O que você acha?

Tem como melhorar e otimizar os passeios?

Um Abraço e mais uma vez muito obrigada pela atenção!

Victória

Daniel Neves disse...

Olá Victoria,

Talvez o final da minha resposta anterior tenha gerado alguma confusão. Quando escrevi “Valle Nevado + Pomaire, Valle Nevado + vinhos (Casablanca ou Colchagua), Pomaire + vinhos ou passar ambos nos vinhedos", a ideia era você passar o dia 3 da viagem no primeiro lugar, e o dia 4 no segundo. Exemplo, “Pomaire + vinhos” significa visitar Pomaire num dia e passear nos vinhedos no outro.

Seu roteiro começou a ganhar uma cara! Bem legal! Seguem as respostas e os ajustes que identifiquei:

Dia 8: Não sei como está o orçamento de vocês, mas começar a viagem com um belo jantar no Osaka, Astrid y Gastón ou Aqui Esta Coco, 3 dos melhores da cidade, é certeza de felicidade;

Dia 9: Para o café da manhã visite a Coquinaria (www.coquinaria.cl), em Las Condes;

Dia 10:
- Vi que você colocou Concha y Toro e Valle de Casablanca no mesmo dia. A distância entre ambas é de 140km, só dá para fazer no mesmo dia se você estiver de carro, e mesmo assim é bem corrido. Recomendo deixar os vinhedos para o dia 13 – são apenas 15km de Viña;
- Acho que o dia 9 ficará bem apertado e corrido, talvez não dê tempo de fazer tudo que você planejou. Distribua as atrações de Santiago nos dias 9 e 10;
- Bellavista é o bairro dos bares, das casas com boa música para curtir e dançar até amanhecer. Na seção “Comentários” recomendei 5 casas – veja em http://oviajantecomilao.blogspot.com.br/2012/05/10-dicas-para-quem-visita-ou-quer.html?showComment=1359202006541#c1834792289426869007;

Dia 11: Pode aproveitar as dicas que passei para o dia 10;

Dia 12: Viña del Mar e Valle de Colchagua não ficam na mesma região. Sugiro que você deixe o dia apenas para Viña, e durma na cidade para aproveitar Valparaiso (7km de Viña) no dia seguinte;

Dia 13: Entendo que você fará Valparaiso de manhã e as vinícolas do Valle de Casablanca (Matetic, Casas del Bosque e Indomita) à tarde. Se vale como dica, a Casas del Bosque conta com o restaurante Tanino, um dos 20 melhores de vinícolas no mundo, segundo a revista canadense WineAccess;

Dia 14: Não dá para fazer Pomaire e vinhedos, sejam Casablanca ou Colchagua, no mesmo dia. Você terá que escolher um dos dois;

Dia 15: Além das compras, você pode aproveitar o último dia para fazer algo que eventualmente não tenha dado tempo. Se for o caso, faça Pomaire neste dia (cerca de 5 horas entre ida, passeio e volta) e deixe o dia 14 para o “tren del vino”, que é passeio de dia todo.

Não se você já viu meu post sobre os restaurantes de Santiago. Se não, dê uma olhada em http://oviajantecomilao.blogspot.com.br/2012/06/top-10-santiago-10-restaurantes.html. Tem muita coisa legal, desde casas inesquecíveis até opções com ótimo custo/benefício, sem falar das roubadas.

Importante lembrá-la que as reservas nos restaurantes são obrigatórias. Não apareça sem reserva, okay?

Fique à vontade para fazer os ajustes e me mandar uma nova versão - terei o maior prazer em ajudá-la!

Anônimo disse...

Daniel, bom dia!

Não tenho palavras para agradecer por todo esse suporte e paciência!!!!!

MUITO OBRIGADA!

Segue o roteiro revisado:

Dia 08 - Check-in (Por voltas das 22h) e Jantar (O orçamento esta meio “contado”, tendo em vista que queremos visitar todas as vinícolas e todos os lugares possíveis )
Dia 09 – Café da Manhã na Coquinaria, Centro Histórico (Palácio de La Moneda, Bolsa de Valores, Cerra Santa Lucia, Plaza de Armas, Catedral Metropolitana) Visita ao Mercado Central, Almoço no Giratório e a tarde Parque Bicentenário, Jantar no Parque Arauco (compras).
Dia 10 – Concha Y Toro, Almoço (Wine Bar), Cerro San Cristóbal (por do sol), Jantar no Bar Constitucion
Dia 11 – Vale Nevado (pelo que eu vi é o dia todo), Jantar Bar Cienfuegos

Dia 12 – Vinã de Mar, Jantar e noite no Cassino Enjoy (Para a volta tem horário do ônibus pela “madrugada”?)
Dia 13 – Valparaiso de manhã e as vinícolas do Valle de Casablanca (Matetic, Casas del Bosque e Indomita )
Dia 14 – Passeio "tren del vino" até o Valle do Colchagua
Dia 15 – Passeio de Bike pela manhã e ultimas compras antes de viajar.

Esta mais realista agora?

Abraço

Victória

Daniel Neves disse...

Olá Victória, seu roteiro ficou SENSACIONAL!

Para o jantar do dia 8, dê uma olhada nos meus reviews sobre o Tapaspassion e o Del Cocinero, lugares com ótima comida, excelente custo/benefício e bem próximos do seu hotel.

No dia 9, recomendo você visitar o Tanta, um excelente peruano (e com ótimo preço) que fica no Parque Arauco. Outra opção é o Anakena, um FANTÁSTICO tailandês que fica cerca de 200 metros do shopping.

Para os jantares nos dias 13 e 14, dê uma olhada no meu post sobre restaurantes para escolher outras opções.

Sobre o tour da Concha y Toro, lembre-se de fazer a reserva pela internet com antecedência. O mesmo vale para os restaurantes.

Um abraço!

Paula Elis disse...

Ajudou e muito!!! Vou me organizar a partir de agora!!

OBRIGADA pela atenção!!

=)

Patríciatrr disse...

Ola amigo, adorei seu blog, as dicas são ótimas.
Gostaria de tirar uma duvida, tenho uma filha de 5 anos, compensa ir para Santiago com criança, principalmente nesta idade?Se sim o que sugere que não seja tão cansativo para ela e nós(pais) e o que não podemos deixar de ver.

Obrigada

Rodrigo Paulino disse...

Cara, estou pensando em ir para santiago e salvei o seu blog nos meus favoritos... vc é muito gente boa, e paciente. Parabéns

Daniel Neves disse...

Olá Patricia,

"Santiago para crianças" é um tema que já foi discutido aqui no blog.

Respondendo sua pergunta: existem muitas atrações em Santiago para os(as) pequenos(as)! Dê uma lida nas minhas dicas para ver o que pode ser legal no seu caso.

http://oviajantecomilao.blogspot.com.br/2012/06/10-atracoes-imperdiveis-em-santiago.html?showComment=1357322928385#c193966303032497033

Um abraço!

Daniel Neves disse...

Rodrigo, precisando de alguma ajuda, é só perguntar! Abraço!

Anônimo disse...

Daniel, parabéns pelo seu blog e principalmente pela sua paciência ! rs. Cara, não sei se fiz bem, mas no final do mês passado comprei as passagens aéreas para mim e para a minha mulher (7 dias, no início de maio/13) pela TAM (R$ 1.400,00 tudo, ida e volta São Paulo - Santiago. Não sei se fiz bem ficar de fora de um pacote e nem sei se o que eu fz vai ficar mais caro. Até agora nem fechei um hotel. Estou pesquisando e vendo que os preços estão um pouco salgados. Como eu queria um lugar mais "romantico" e bem localizado, estou fechando com uma pousada chamada Casa Moro. Estou de olho tb em um hotel chamado Plaza El Bosque Suites e Orly. Alguma dica? O que fiz está bom ou foi besteira? rs. Obrigado !

Priscila Carreiro disse...

Olá adorei suas dicas...
Mas goataria de mais ainda se possivel!
Estarei indo a Santiago por uma semana e levarei meu filho e 14 anos, nosso enteresse é belas paisagens, se sobrar tempo ate iremos a um museo, igreja... Então o que vecê me indica como as belas paisagens de SAntiago? Também não consegui me decidir o bairro, pois gosto da conviniencia de ter tudo por perto, restaurante, lugares agradaveis a noite para dar um volta, mas sem muita badalação, gosto de lugares calmos. O centro ou Bella vista? o que seria melhor?
DEsde já agradeço a atenção. abç.

Patrícia disse...

Olá, Daniel!
Estou indo para Santiago no dia 26 de março e fico até o dia 01 de março. Qual é a temperatura nessa época? Vi alguns sites, mas as informações estão variando bastante.

Estou preocupada porque não sei o tipo de roupa que devo usar.

parabéns pelo blog!!!!

Daniel Neves disse...

Olá, olhando pacotes na mesma época e nas principais agências de viagens (CVC e Agaxtur), não acho que você tenha feito besteira. Pacotes para 5 dias começam em R$ 1.500 por pessoa. Você gastou R$ 1.400 com passagens para dois, e se assumirmos entre R$ 100-150 por dia de hospedagem (num bom apart, sem grandes luxos mas com boa infraestrutura), você gastará entre R$ 2.000 e R$ 2.300, fora os restaurantes, que também não são cobertos no pacote. Me parece um bom negócio.

Nunca estive hospedado em nenhum dos três hotéis indicados por você, mas posso ajudá-lo a avaliá-los com base na localização. A Casa Moro fica no Centro, pertinho das principais atrações, mas um pouco afastado da vida noturna e dos principais restaurantes. O Plaza El Bosque fica em las Condes, região que eu particularmente gosto pelas ruas largas e bem arborizadas e pela quantidade (e qualidade) dos restaurantes. Tem vida noturna, mas não é tão muvucada quanto Bellavista. Por fim, o Hotel Orly fica no coração de Providencia, bairro tão bom quanto Las Condes, numa região bem residencial e a poucos passos de ótimos restaurantes como Del Cocinero e Tapaspassion, e casas como Aqui Esta Coco e Astrid & Gastón.

Como sugestão, procure os três hotéis no booking.com e veja os comentários dos leitores. Importante avaliar as reclamações!

Sugiro que você procure aparts ao invés de hotéis. Aparts são maiores, normalmente contam com um bom quarto, um banheiro espaçoso, uma sala e cozinha toda equipada, e tendem a ser mais baratos. Neste quesito, recomendo O Room Apart, que é onde sempre fico.

Espero tê-lo ajudado. Caso tenha novas perguntas, é só escrever!

Um abraço!

Daniel Neves disse...

Olá Priscila,

No quesito belas paisagens, sem dúvidas o Cerro San Cristobal é o principal ponto da cidade. Parque Bicentenario e Cerro Santa Lucia também proporcionam excelentes fotos!

Por fim, mas não menos bonito, estão vinícolas como Concha y Toro e Cousiño-Macul, que permitem fotos privilegiadas não apenas dos vinhedos, mas belas imagens da Cordilheira dos Andes.

Se falarmos de paisagens construídas pelo homem, a arquitetura de Santiago merece ser admirada. Construções como o Mercado Central e a Bolsa de Santiago são imperdíveis. O bairro de Vitacura, com suas ruas largas e arborizadas, é um prato cheio para os(as) arquitetos(as) de plantão.

Veja mais sobre estes passeios no post “10 Atrações em Santiago” - http://oviajantecomilao.blogspot.com.br/2012/06/10-atracoes-imperdiveis-em-santiago.html

Entre Centro e Bellavista, eu ficaria em Bellavista. Enquanto a segunda tem uma vida noturna (embora os restaurantes não estejam entre os melhores da cidade), a primeira é completamente deserta à noite. Por outro lado, entre Providencia e Bellavista, eu ficaria em Providencia, bairro com boa vida noturna, ótimos restaurantes, ruas tranquilas para caminhadas noturnas, bem interligado com metrô e ao lado do centro e bairros como Las Condes, conhecido também pela boa gastronomia.

Espero tê-la ajudado. Caso tenha novas dúvidas, é só escrever!

Um abraço!

Daniel Neves disse...

Olá Patrícia, Março é um mês com calor – entre 8 a 12 graus de mínima, 25 a 28 de máxima. Mas o mais importante é o clima seco, quase não chove. Como Santiago é "cercada" pelas Cordilheiras, há muita poluição. Tomem muita água.
Um abraço!

Priscila Carreiro disse...

Olha eu aqui novamente Daniel...
Primeiramento muitissimo obrigado por suas dicas! VocÊ é 10!
Tenho mas algumas dúvidas, estamos indo no final de julho para lá, certamente pegaremos neve! queria saber sobre as estações de esqui, para que nunca foi qual a mais indicada? Pesquisei, mas não achei valores de aluguel de roupas de esqui para ir bem precavida você poderia me dar algumas dicas e valores em média? Me indicaram também, para suportar o frio aí comprar roupa térmica para usar por baixo da roupa, pois me falaram que só com nossas roupas de frio seria impossivel suportar o frio de Chile!(sou carioca) Quanto o local a ficar, estou de olho em um apart em Bellavista, mas fiquei em dúvida agora, me diga Bellavista é muito longe de Providencia?
Tenho mas uma dúvida, vi umas fotos de tipo um catamaram que leva as pessoas bem perto das geleiras (não sei se este é o nome correto) fiquei doida com a imagem! sabe algo a respeito? isso é um passeio? Mas uma vez obrigado por tudo!!
A paz.
Priscila Carreiro.

Daniel Neves disse...

Priscila,

Sobre esqui, dê uma lida no que comentei no post: http://oviajantecomilao.blogspot.com.br/2012/05/10-dicas-para-quem-visita-ou-quer.html?showComment=1361072181934#c5623038873416075487. Espero que ajude. Sobre a roupa térmica, assumindo que você é carioca, acho uma ótima idéia!

Providencia fica exatamente ao lado do Centro, cerca de 2-3km de caminhada ou 2-3 estações de metrô. Para você que é do Rio, seria como Leblon e Ipanema.

Lagos Andinos (Puerto Varas, Puerto Montt) e Patagônia Chilena (Torres del Paine, Tierra del Fuego e Estrecho de Magallanes) são ótimas opções para quem procura turismo em geleiras. Particularmente não conheço nenhum passeio de catamarã, mas existem pacotes de barco que levam os turistas bem pertinho das geleiras.

Para saber mais sobre as cidades, procure pelos nomes aqui neste post e você achará bastante material legal. E aproveite para ler mais em http://www.gazetadopovo.com.br/turismo/conteudo.phtml?id=1014929.

Um abraço!

Priscila Carreiro disse...

Daniel muito obrigada por tudo! Pessoas como você fazem toda a diferença neste mundo! mega atencioso!
Tenho mas uma dúvida, sobre os centros termas, alguma dica? percebi que o pesseio para lá é uma fortuna! rsrs Sabe me dizer se vale tudo isso mesmo?? é muito longe?
Mas uma vez obrigado pelas valiosas dicas!

Anônimo disse...

Olá Daniel! Tudo bem? Muito obrigada por todas as suas dicas,estou indo agora em Março e já me sinto bastante familiarizada com o local. Poderias me ajudar em algo? Fiz um roteiro e gostaria de saber se na sua opinião dá para executar todos os passeios tranquilamente. Como li em seu Blog que o clima em Março está quente, você acha que vale a pena dar um pulo em Vale Nevado? é possível fazer um bate volta como Valparaíso? Alguma sugestão de como chegar lá?
Mais uma vez obrigada. IZabel

Anônimo disse...

ops...segue o roteiro. Izabel

20/03 – Cerro San Cristobal + Tour (touristik);
21/03 – La Moneda + Centro Histórico+Mercado central + Cerro Santa Lucia
22/03 – Concha y toro + Wine Bar
23/03 – Viña Del Mar
24/03 – Val paraíso
25/03 – Vale Nevado
26/03 – Pomaire ou Isla Negra ( o que seria mais interessante?)
27/03 - Compras

Daniel Neves disse...

Priscila, passei rapidamente por Termas de Chillan en 2002, certamente a mais famosa, mais procurada e, obviamente, a mais cara. Não sei como estão as coisas por lá atualmente, mas pelo que leio a região desenvolveu-se e sofisticou-se muito nos últimos anos.

Respondendo sua pergunta: VALE MUITO a pena. Falam das propriedades medicinais para ajudar a reduzir dores e incômodos do corpo, mas no meu caso o ganho foi no estado de espírito: você certamente sairá de lá renovada, leve, sem stress! Apenas acho que um dia não é suficiente – se eu fosse voltar, me programaria para ficar entre 3-5 dias.

Existem mais de 20 complexos termais espalhados pelo território chileno, inclusive alguns relativamente próximos de Santiago. Achei um artigo bem legal que pode te ajudar com mais informações e, quem sabe, contatar um desses centros e fechar um pacotinho: http://www.chileapart.com/blog/aguas-termales-en-chile.htm.

Um abraço!

Daniel Neves disse...

Olá Izabel,

Vamos começar respondendo sobre o roteiro. Não sei quanto tempo você terá no primeiro dia – pelos passeios, acredito que cerca de 4-6 horas. Se for isso, o primeiro dia está tranquilo.

Percebi que você terá pelo menos 6 dias inteiros. Senti falta do Parque Bicentenario. No dia 22, você precisará de não mais do que 5 horas, incluindo o deslocamento e o almoço, para fazer a Concha y Toro. Talvez dê para fazer mais alguma coisa no dia.

Dois dias para Viña del Mar + Valparaiso está de bom tamanho. Se você quiser, dá até para incluir um pulinho no Valle do Casablanca, cerca de 20km de Viña, onde são feitos os melhores brancos chilenos. Valem a visita a Casas del Bosque, a Indomita e a Matetic. Se você gosta de vinhos, o “tren del vino” que passa pelo Valle de Colchagua pode ser outra opção de passeio.

Ônibus para Viña del Mar saem dos terminais Pajaritos (metrô de mesmo nome), San Borja (metrô Estación Central) e Universidad de Santiago (metrô de mesmo nome), operados por 2 empresas: TurBus e Pullman Bus. Dica: Prefira pegar o ônibus em Parajitos - nas demais estações o ônibus faz paradas e leva mais tempo circulando pelas ruas de Santiago.

A volta é super tranquila. O Terminal de Buses de Viña del Mar (www.rodoviario.cl) fica na Calle Valparaiso, distante 3 quadras do centro da cidade e da estação de metrô "Viña del Mar", que te levará até Valparaiso.

Valle Nevado em Março é tranquila, pode ser visitada em 1 dia. Neve, esqueça – a atração são os passeios de teleférico que permitem ótimas vistas das Cordilheiras.

Pomaire ou Isla Negra, boa pergunta. Pomaire (1h de Santiago) é uma cidadezinha pitoresca, repleta de casinhas que vendem artesanato em argila e ferro. Isla Negra (1h30 de Santiago) é uma vila de pescadores, terra de Pablo Neruda. Se você prefere beleza natural e história, Isla Negra. Se o ponto for entrar em contato com a cultura chilena, Pomaire.

Espero tê-la ajudado. Caso tenha mais perguntas, é só escrever!

Um abraço!

Priscila Carreiro disse...

Daniel estou mega ansiosa para conhecer!! Queria ouvir isso! alguem que tivesse já ido e falasse: "VALE MUITO" conhecer!! com certeza irei!
Mas um vez obrigado por tudo, obrigado por compartilhar suas experiencias conosco!!
Fica na paz.

Fabricio F disse...

Olá Daniel bom dia,
Primeiramente gostaria de parabenizar pelo seu blog, vou para Buenos Aires e Santiago em setembro ( do dia 05 ate o dia 13 ) e estou salvando todas as sua dicas. Voce poderia me dizer quais sao os lugares que nao posso deixar de conhecer em Buenos Aires? Vou ficar por três noites no hotel Facon Grande. Ele e bem localizado? Quais sao os melhores restaurantes com um bom preço? Já em Santiago, vou ficar por 5 noites no hotel Diego Velasquez. Este e bem localizado? Gostaria de saber se nessa data conseguirei esquiar no Valle Nevado e se e melhor comprar ou alugar as roupas de frio? Sei que diversas pessoas te pedem dicas para estes lugares, mas gostaria de pedir a gentiliza de montar ( com a sua experiencia ) um cronograma para esta viagem.
Muito obrigado pelas dicas que ja li e espero que vc possa me responder para aumentar ainda mais a minha ansiedade com essa viagem.
Um abraço.

Anônimo disse...

Olá Daniel! Li o seu blog todo hoje! Na verdade venho lendo muitas coisas na net...Vou para Santiago de 26/03 a 31/03 e minha maior preocupação é não conseguir me comunicar já que não falo a língua. Poderia optar pelos guias que falam português, mas como a grana tá curta e vi a facilidade de fazer os passeios por conta própria, te pergunto se dá "para se virar" sem falar a língua e fazer os passeios por conta própria, de metrô por exemplo. Vou ficar no Hostal Rio Amazonas.

Grata,
Verônica

Lu Cristina disse...

Olá, Daniel estou pensando em viajar para o Chile em janeiro, neste mês também é verão como no Brasil?
Lendo algumas informações, percebi que terei de cambiar o dólar para o peso chileno, correto isso? E se eu levar o real não consigo fazer o câmbio?

Sucesso pelo blog, pois estou gostando e indicando a amigos.
Att, Luzia

Marcus Loza disse...

Olá Daniel! Vou fazer uma viagem para Santiago, e estou com uma dúvida cruel. Já tenho uma mala grande e pretendo comprar outra. Você acha que vale a pena comprar lá no Chile?

Grato!

Marcus

Daniel Neves disse...

Olá Fabrício,

Será sua primeira vez em Buenos Aires? Se sim, existem várias atrações imperdíveis para o “turista de primeira viagem”: Casa Rosada, Calle Florida, 9 de Julio, Obelisco, Puerto Madero, Galerias Pacífico, Caminito, La Bombonera...

Fora as atrações 110% turísticas, Buenos Aires tem muita coisa legal. Não sei se você já viu meu post “20 Atrações Imperdíveis em Buenos Aires”, em que garimpo atrações pouco conhecidas e excepcionais! Se não, dê uma olhada, acho que você vai gostar! http://oviajantecomilao.blogspot.com.br/2012/08/20-atracoes-imperdiveis-em-buenos-aires.html

O hotel Facon Grande fica no Centro, pertinho de Puerto Madero e do metrô, muito bem localizado para as principais atrações turísticas. Boa escolha.

Sobre restaurantes, dê uma olhada no meu post “O Viajante Comilão recomenda: Restaurantes em Buenos Aires” - http://oviajantecomilao.blogspot.com.br/2013/03/o-viajante-comilao-recomenda.html. Pessoalmente, não sou fã dos restaurantes em Puerto Madero - a melhor região para comer muito bem é Palermo. De lá, prove o A Manger, o Miranda, o La Cabrera, o Cluny, o El San Juanino.

Mas é em La Boca onde, na minha opinião, ficam os melhores restaurantes da cidade. Visite o Il Matterello e o Bodegón El Obrero, duas verdadeiras jóias da gastronomia portenha.

Sobre Santiago, o Hotel Diego Velasquez fica em Providencia, pertinho do metrô Los Leones, cercado de ótimos restaurantes – Aqui Esta Coco, Del Cocinero, Tapaspassion, Astrid & Gastón, Giratório.

Esquiar em Setembro é algo possível, embora você irá bem no final da temporada. Antes de subir a montanha, vale ligar para saber se o complexo ainda está aberto.

Sobre seu roteiro, quantos dias você pretende separar para Buenos Aires? E quantos para Santiago? E quantos para o Valle Nevado? Tirando o primeiro e último dia, que não sei quanto tempo você terá à disposição, são 7 dias inteiros. Em Santiago, entre 2-3 dias são suficientes. Para um roteiro básico, veja meu post “10 Atrações Imperdíveis em Santiago” – na seção “Comentários”, você encontrará vários roteiros sugeridos, dê uma olhada e veja o que mais se encaixa com seu perfil – viagem com crianças, vinhos, compras, museus e parques, de ônibus turístico, de bicicleta... Ah! No post “10 dicas para quem visita (ou quer conhecer) Santiago” também existe muito material legal!

Para Buenos Aires, separe no mínimo 2 dias, mas dá para ficar 1 semana e fazer muita coisa! Escolha as atrações que te interessam e posso te ajudar a montar um roteiro legal, okay?

Um abraço!

Anônimo disse...

Daniel vc é um anjo!!! Obrigada pela ajuda!!! Agora já estamos em contagem regressiva!!!

Obrigada!!!!

Abraços ,

Izabel.

Anônimo disse...

Daniel, pOsso te pedir só mais algumas informações... adorei a dica do "tren del vino” mas encontrei pacotes um tanto salgados (em torno de R$ 400 por pessoa). Você pode indicar alguma agência que faça o passeio (saindo de Santiago) um pouco mais em conta? Ou Como faço para ir até San Fernando e lá comprar um pacote para Santa Cruz? Obrigada!
Abs,

Izabel.

Angèlica disse...

Olá Daniel, que bom que existem pessoas como você... paciente e bastante simpática para compartilhar conhecimentos e dar dicas sobre, no caso, o Chile. Eu me chamo Angélica e eu e meu marido faremos uma viagem para o chile entre os dias 29 de setembro e 05 de outubro de 2013, em comemoração aos nossos 10 anos de casamento. Será nossa primeira vigem para fora do país, de forma que, somos meio inseguros na questão língua e montagem de roteiro. Qual a sua sugestão: fechar um pacote inteiro, incluindo hotel, passagens e passeios junto de uma agência de viagens aqui no Brasil, ou vc acha que seguindo suas sugestões nós conseguiríamos, sem problema, elaborar um roteiro e fazer os passeios por conta própria?
Eu e meu marido adoramos vinhos, gostamos de praia, de conhecer nova cultura e meu marido adora fotografar. Qual opção de roteiro vc sugeriria para nós, romântico e gostoso? Seria interessante, nesta época conhecer alguma estação de esqui? Desculpe-me por tantas perguntas, mas estarei esperando a sua resposta. Muito obrigada, por enquanto. Um abraço!

Fatima Santos disse...

Oi Daniel. Meu nome é Fátima Santos. Estou ENCANTADA com suas dicas e sugestões para Santiago/Chile. Eu e meu namorado iremos em 14 de novembro para Santiago e ficaremos por lá 4 dias c/três noites. Seu blog me ajudou em relação a Hotel e bairro para hospedagem. O que pude perceber é que ninguém, acima, visitou ou visitará Santiago em novembro!!?? Moro em Salvador-BA. Amo o calor e me dou muito mal com frio. Minha dúvida é se esses hotéis sugeridos tem infraestrutura para o verão? Poderemos fazer os mesmos roteiros no verão? Novembro é considerado baixa estação? Um abraço e parabéns pelo excelente trabalho.

Fabricio F disse...

Olá Daniel boa noite,

Fiz contato com você através do blog e nao coloquei as datas e horários dos voos para vc me ajudar na montagem do roteiro. Pois bem, retorno o contato para pedir mais uma vez a sua ajuda com esse pequeno problema.

O meu voo saindo do Brasil parte as 15:50 do dia 05-Set-2013 com horário previsto de chegada em Buenos Aires as 18:30. Ficarei la ate o dia 08-Set-2013 com o horario previsto deu voo que sai de Buenos Aires ate Santiago as 11:20 e chegada prevista em Santiago as 13:35.

Ficarei em Santiago ate o dia 13-Set-2013 e o horário previsto do meu voo de partida de volta para casa as 14:45.

Ficarei hospedado no hotel Facon Grande em Buenos Aires e em Santiago no hotel Diego Velasquez. Ja tenho contratado o transfer e city tour nas duas cidades e visita a vinicula concha e toro.

Respondendo a sua pergunta, sim essa sera a minha primeira vez nas duas cidades e não tenho ideia de por onde\como começar esta viagem. Algumas dicas eu ja vi no seu blog, mas gostaria de montar um cronograma para a viagem para tentar visitar o máximo possível das milhares de coisas imperdiveis nas duas cidades.

Nesse período quais são os lugares que não posso deixar de ir ? E os restaurantes onde consigo comer uma boa comida, porem sem pagar um valor muito alto? Quanto devo levar em dinheiro para ficar tranquilo ( tanto para pagar os passeios quanto para compras - sei que sera um valor aproximado )? Em Santiago e melhor comprar as roupas de frio ou e mais vantajoso aluga-las?

Mais uma vez muito obrigado e não posso deixar passar a oportunidade de elogiar o seu blog, ele e simplesmente o melhor em dicas e informações sobre os lugares que você já conheceu.

Parabens e espero poder me ajudar nessa missão quase impossivel para mim ( montar o roteiro dessa viagem kkkkk )

Atenciosamente,

Fabricio.

claudia disse...

oi Daniel, parabéns pelo blog, muito útil!
gostaria de saber se vc conhece lugares para dança de salão em Santiago.
no aguardo, agradeço.
Claudia

Marcus Loza disse...

Olá... em primeiro lugar, aprabéns pelo blog... muito interessante e útil... gostaria de saber se vc acha viável comprar mala lá, no Chile, ou levar aqui do Brasil.
Gratas pela atenção.
Gisele

Daniel Neves disse...

Olá Verônica,

Os chilenos já estão mais ou menos acostumados com os brasileiros. Como somos muitos, e de olho na nossa hospitalidade, muitos chilenos que trabalham direta ou indiretamente com turismo (bares, restaurantes, hotéis, vinícolas) já arriscam um "bom dia" e "obrigado".

Posso dar uma dica? Você será melhor atendida se puder arriscar algumas palavrinhas em espanhol: "buenos días", "gracias" são sempre bem-vindos.

Como sugestão, faça uma tabelinha com as principais palavras que coloquei no item (5) deste post. É um bom guia de sobrevivência, que certamente te ajudará na comunicação - você pode usar como guia para ser entendida, e principalmente para entender quando falarem com você.

Um abraço!

Daniel Neves disse...

Olá Marcus,

Se a dúvida é o preço, vale a pena sim. Você encontrará desde malas bem simples, sacolas e mochilas, até as mais encorpadas e bonitas, duras e brilhantes, ou mesmo executivas, para levar terno. Os preços são mais baixos, cerca de 30-50% a menos que o cobrado nas principais lojas do Brasil. E as de lá são mais bonitas que as de cá.

Um abraço!

Daniel Neves disse...

Claudia, veja o que eu te respondi em 13/03: http://oviajantecomilao.blogspot.com.br/2012/06/top-10-santiago-9-bike-tour.html?showComment=1363214174648#c7993986289618702388

Um abraço!

Daniel Neves disse...

Olá Gisele,
O Marcus me fez a mesma pergunta ontem, mas como a fila está muuuuito grande, só consegui responder hoje.
Veja se ajuda: http://oviajantecomilao.blogspot.com.br/2012/05/10-dicas-para-quem-visita-ou-quer.html?showComment=1363738242376#c3711172368604227686

Um abraço!

Daniel Neves disse...

Olá Luzia,

Janeiro no Chile é verão também, com temperaturas altas durante o dia e quase nada de chuva. Como Santiago é uma "estufa", cercada pelas Cordilheiras, a poluição toma conta. Beba muita água!

O mais fácil é comprar os pesos chilenos diretamente nas casas de câmbio do Brasil, assim você não precisa se preocupar com dólar, real, etc.

Eu não tive boa experiência trocando reais por pesos em Santiago, as taxas não foram boas. Tive melhor sorte com dólares, mas a diferença entre ambas é de poucos centavos.

Uma boa alternativa para quem não gosta de andar com dinheiro vivo são os cartões pré-pagos, como o Visa TravelMoney. Leia a dica (1) neste post para saber mais.

Um abraço!

Marcus Loza disse...

Oi... desculpe... é pq ele achou que a pergunta não tinha ido.. foi mal...

Daniel Neves disse...

Olá Gisele, não precisa pedir desculpas! Felizmente estou recebendo mais de 10 mensagens por dia, mas não consigo responder todas no mesmo dia. Espero tê-los ajudado, caso tenham novas dúvidas é só escrever! Um abraço!

Daniel Neves disse...

Olá Izabel, o "tren del vino" não é um passeio barato, mas até onde sei não chega a R$ 400 por pessoa... Olhando na Rutas Chile (http://www.rutaschile.com/men1/tourdetalles.php?t=51#.UUpPmRycfwt), está a partir de R$ 400 para 2 pessoas, saindo de Santiago. Parece um bom negócio.
Abraço!

Patrícia disse...

Daniel, obrigada pela informação!

queria tirar só uma outra dúvida..
dá para conhcer Vina del Mar e Valparaiso no mesmo dia? queríamos sair de Santiago pela manhã e passa o dia nesses cidades. Se sim, qual o melhor meio de transporte? eu li em alguns lugares que os passeios organizados pelas empresas de turismo não valem muito a pena. Teria outra alternativa? obrigada!!

Daniel Neves disse...

Patricia, fica muito corrido. Sendo sincero, não recomendo. Se você só tem 1 dia, vale a tentativa, mas escolha bem o que vai visitar em cada cidade e defina um tempo máximo em cada atração para não comprometer o resto do dia.

Sobre como chegar, ônibus é o jeito mais fácil e barato, mas sem dúvida o carro é o jeito mais rápido.

Para saber como chegar em Viña de ônibus, e para ver um roteiro de 1 dia para as duas cidades, com aquilo que é mais importante, veja o que escrevi em http://oviajantecomilao.blogspot.com/2012/05/10-dicas-para-quem-visita-ou-quer.html?showComment=1359503155978#c6320258222313255312.

Um abraço!

Daniel Neves disse...

Olá Fatima, a grande maioria dos hotéis de Santiago conta com infraestrutura para calor (ar condicionado) e frio (calefação). Assim que você tiver uns 2 ou 3 hotéis ou aparts de sua preferência, vale uma confirmação para evitar surpresas.

Novembro é um mês quente para a maioria dos brasileiros, mas para você que é de Salvador, talvez até ache “fresquinho”: máximas de 28, 30 graus durante o dia,mínimas de 12-15 graus à noite e pouca chuva. Novembro ainda é considerado baixa estação para os chamados “passeios de verão” (Atacama e Lagos Andinos).

Sobre os passeios, apenas tenha em mente que não existe neve; portanto, as (vazias) cidades com estações de esqui servirão apenas para passear de teleférico e tirar fotos das Cordilheiras. De resto, sem restrições!

Um abraço!

Daniel Neves disse...

Olá Fabrício,

Você terá 2 dias inteiros em Buenos Aires. Acredite, é pouco tempo. Já em Santiago são 4,5 dias, o suficiente para cobrir as principais atrações da cidade e até visitar alguma cidade nos arredores.

Buenos Aires: Não sei o que você gosta, o que não gosta. Vou sugerir um roteiro básico, veja se agrada:

- Dia 1:
Manhã: Casa Rosada, Museu do Bicentenário, Calle Florida, 9 de Julio, Obelisco, Galerias Pacífico (tudo no centro);
Almoçar: Em La Boca, lógico - Il Matterello ou Bodegón El Obrero;
Tarde: La Bombonera (se você gosta de futebol, faça o tour), Caminito e Puerto Madero;

- Dia 2:
Manhã: Museu Fragata Sarmiento, Floralis Generica, Jardim Japonês;
Almoçar: A Manger, El San Juanino, La Cabrera, Cluny ou Miranda (Palermo), El Desnivel (San Telmo).
Tarde: Museu dos Beatles, Livraria "El Ateneo Grand Splendid".

Santiago: Separe 2,5 dias para conhecer a cidade. Sobre roteiros, aqui na seção “Comentários” você encontrará muito material legal, com sugestões para quem gosta de museus, parques, vinícolas, compras, crianças, gastronomia. Dê uma olhada. No post anterior te passei algumas dicas de restaurantes perto do seu hotel, espero que ajude!

Para os outros 2 dias, normalmente os turistas querem visitar Viña del Mar e Valparaiso. Se sobrar tempo, vale esticar e conhecer o Vale de Casablanca, onde são produzidos os melhores brancos chilenos. De lá, recomendo 3 vinícolas: Casas del Bosque, Indomita e Matetic.

Como alternativa, recomendaria Pomaire e Valle Nevado. Passeios mais longos, como Atacama e Lagos Andinos, não são recomendados pelo pouco tempo.

Para as duas cidades, depende se vocês pretendem usar cartão de crédito para pagar as refeições e hospedagem. Se for apenas para despesas pequenas, como um sorvete, souvenirs ou ingressos para atrações, acredito que R$ 100 por dia para 2 pessoas são suficientes.

Sobre comprar roupas de frio, te devolvo a pergunta: qual a necessidade? Se você espera usar as roupas de frio no Brasil, pode comprar que os preços são bons. Se você vai esquiar, alugue – até porque você não usará a roupa no Brasil.

Um abraço!

Daniel Neves disse...

Olá Angélica,

Antes de mais nada, é uma honra poder compartilhar o pouco que sei para ajudá-los num evento tão importante. Fico feliz!

Aproveito e peço desculpas pela demora em responder sua mensagem. É que a fila estava beeeeem longa...

Para começar, não sei exatamente quantos dias inteiros vocês terão no Chile. Assumindo ½ dia em 29 e 05, entendo que você 4,5 dias de viagem (normalmente não considero o último dia, onde não dá tempo de fazer muita coisa – acordar, tomar café, arrumar a mala e correr para o aeroporto).

Fechar roteiro com uma agência é bom pelo suporte de alguém que já conhece a região, mas te deixa engessado(a) com pouca margem para mudar a ordem ou mesmo as atrações de dia, algo que sempre acaba acontecendo: por exemplo, você programa um dia de passeios ao ar livre e outro em lugares fechados, chove no primeiro e você é obrigado(a) a inverter os passeios. Acredite, imprevistos acontecem com frequência, e temos que ter flexibilidade.

Sobre esqui, vocês irão numa época em que as estações já estarão fechadas. Primavera, a temperatura já estará moderada. Deixem para outra oportunidade!

Com as dicas do blog, meu objetivo é que vocês consigam fazer tudo por conta própria.

Seu roteiro oferece um desafio: muito o que fazer, mas pouco tempo.

Vamos começar por Santiago. Normalmente 2,5 dias são suficientes para conhecer as principais atrações da cidade, mas no caso de vocês vou propor algo diferente: apenas 1,5 dia na cidade:

Dia 1: Plaza de Armas, Catedral Metropolitana, Mercado Central, Cerro Santa Lucia. Fechem o dia no Cerro San Cristobal, brindados(as) com um belo por-do-sol;
Dia 2: Tour no Palácio de La Moneda, Parque Bicentenario, compras.

Percebeu que eu não coloquei a Concha y Toro no roteiro? Ela é legal, mas vamos pensar em algo inesquecível: Valle de Casablanca, terra dos melhores brancos chilenos.

Dia 3: Aluguem um carro, andem cerca de 80 km sentido Viña del Mar (via Ruta 68) e visitem 3 vinícolas: Casas del Bosque, Indomita e Matetic. Na Casas você encontrará o restaurante Tanino, um dos 20 melhores restaurantes de vinícolas no mundo, segundo a revista canadense WineAccess.

Para os dias 4 e 5, devolva o carro e vá para Puerto Varas. O lugar é um achado! Tem arquitetura, lagos e excepcional gastronomia. Dê uma olhada nas fotos:

http://www.melhoresdestinos.com.br/melhores-destinos-em-puerto-varas-chile.html
http://www.portodenoticias.com.br/noticia.asp?id=4414
http://viagem.uol.com.br/guia/cidade/puerto-montt-e-puerto-varas.jhtm.

Se eu fosse comemorar meus 10 anos de casamento em terras chilenas, este seria meu roteiro :)

Não sei se você já viu meu post sobre restaurantes em Santiago (http://oviajantecomilao.blogspot.com.br/2012/06/top-10-santiago-10-restaurantes.html). Existem opções para momentos inesquecíveis (Osaka, Astrid y Gastón, Mestizo) e excelentes achados (Del Cocinero, Tapaspassion, Anakena, Majestic). Dê uma olhada! Se precisar de alguma dica, é só perguntar!

Um abraço!

Angélica disse...

Daniel, muitíssimo obrigada pelas dicas!! Eu e meu marido estamos muitos gratos pela sua simpatia e paciência em nos ajudar. Iremos organizar a nossa viagem seguindo suas sugestões. Um abraço! Qualquer coisa eu lhe mandarei perguntas. Um abraço!

Angélica disse...

Olá Daniel, sou eu novamente, Angélica, da viajem de 10 anos de casamento. Você citou Puerto Varas para conhecermos. Vimos as fotos, achamos linda e percebemos que teríamos que pegar um vôo, de Santiago até lá. O que você acha de passarmos os cinco dias de viagem somente neste lugar (Puerto Varas)? Seria legal ou é muito tempo? Obrigada mais uma vez!

Daniel Neves disse...

Olá Angélica,

Se vocês estão dispostos a abrir mão de Santiago, passar os 5 dias nos Lagos Andinos é certeza de uma viagem inesquecível. Além de Puerto Varas, inclua Puerto Montt no roteiro.

Outra alternativa é abrir mão do Vale de Casablanca: ficar 1,5 dia em Santiago e passar os outros 3 em Puerto Varas. Assim, você terá mais tempo para admirar a segunda, sem deixar de conhecer os encantos da primeira.

Um abraço!

Carolina Patriota disse...

Olá! Gostei muito do seu blog, adoro viajar e acho que a melhor maneira de planejar uma viagem por conta própria é conversando com pessoas que já foram pros lugares que queremos conhecer. Suas dicas ajudam demais quem quer viajar! Além de entreter quem não pode viajar, mas adora ver fotos e ler sobre lugares diferentes!
Eu quero visitar Santiago esse ano no inverno, e estava pensando em ficar hospedada no Centro, para poder passear bastante a pé. Vi o Departamentos Amoblados Centro Bellas Artes no booking.com e achei muito legal. Você conhece? Será que é boa a localização? Tenho medo de ficar em um lugar que seja perigoso e deserto a noite...
Obrigada pelas dicas do blog!

Caio disse...

Daniel, boa tarde!
Seu blog esta muito bom, Parabéns pela dedicação e pelo Blog.
Posso aproveitar do seu conhecimento e boa vontade?

Viajo para Santiago no dia 09/06 em lua de mel, talvez vou ficar hospedado no Hotel Galerias durante 5 dias.
O que me diz sobre o hotel?
Nessa época do ano já tem neve na cordilheira?
Você me indicaria algum passeio?
Roupa de frio compensa compra la?

Mais uma vez Parabéns pelo seu blog,
e desde de já Obrigado pela ajuda.

um Grande Abraço!

Caio

Caroline disse...

Daniel, parabéns pelo site.
É uma boa opção alugar um carro?

Maia disse...

Olá Daniel.
Achei seu blog muito interessante e desde já, de grande contribuição para minha viagem...
Estou indo para Santiago no dia 05/04 para correr a maratona.
Gostaria da sua ajuda com relação a temperatura esta época do ano. Tbém com relação à lojas de artigos esportivos e eletrônicos para comprar, ouvi dizer que os preços valem a pena, confere esta informação? Abs.

Daniel Neves disse...

Caroline, se você pretende ficar somente em Santiago, a resposta é não - o transporte coletivo dá conta do recado.

Se você pretende viajar para cidades até 300km de Santiago (Viña del Mar, Valparaíso, Valle de Colchagua, Cajón del Maipo, Pomaire, Valle Nevado, etc.), vale muito a pena pela praticidade e redução de custo.

Acima de 300km, é mais negócio ir de avião.

Um abraço!

Daniel Neves disse...

Olá Carolina,

Não conheço o "Departamentos Amoblados Centro Bellas Artes", mas confio que as dicas do booking.com serão muito úteis para você.

Sobre a região, você estará no final do Centro Histórico, a poucas quadras de Lastarria e Bellavista, regiões movimentadas e com vida noturna agitada. Isso ajuda um pouco, mas não resolve o principal problema do centro: a região é pouco movimentada à noite, o que inclui os arredores do hotel.

Santiago não é uma cidade violenta ou insegura, mas eu não gosto de recomendar o Centro para hospedagem, principalmente para quem gosta de comer bem - são poucos os restaurantes realmente bons. Se for o seu caso, procure ficar em Providencia ou Las Condes.

Um abraço!

Lucirene disse...

Estou indo com meu marido agora em maio, de 13 a 21.
Gostaria de saber como é o clima nesta época. Muito frio? Escurece muito cedo?
Somos de Porto Alegre, até estamos acostumados com frio, mas parece que lá é bem mais rigoroso que aqui no Sul.
Vamos por conta própria, mas contratamos passeios ao vale nevado e a viña/valparaíso pela CVC.
Teremos 7 dias inteiros em Santiago, tirando os 2 para os passeios citados.
Tens alguma sugestão de mais algum passeio para fora da cidade que vale a pena fazer?
Vamos ficar hospedados no bairro Providencia.
Comprar roupas para o frio lá nesta época é bom negócio ou é tudo muito caro por ser inverno?
As compras em geral são interessantes em Santiago? vale a pena?

O aeroporto de Santiago é bem organizado? Meu retorno para o Brasil no dia 21/05 é 12:50, preciso chegar com mais de 2horas como acontece em Ezeiza?
Tem problema trazer, vinhos, chás, comidas industrializadas, fechadas na mala? Fora claro o risco de quebrar se não tiver bem acomodado...
Não teria problemas com a fiscalização? Li que não posso entrar com comida no chile, mas não achei dados sobre sair de lá com comida.

Daniel Neves disse...

Olá Caio, o Hotel Galerias fica na parte Sul do Centro Histórico, região muito bem localizada para visitar as principais atrações, como La Moneda, Plaza de Armas, Catedral e Cerro Santa Lucia. O metrô pertinho ajuda a visitar outros bairros, como Providencia e Las Condes.

Como já escrevi aqui, o Centro conta com vasta oferta de hotéis, mas tem dois grandes problemas: (1) bastante movimentada durante o dia, a região fica deserta à noite; (2) a região é carente de bons restaurantes.

Sobre a neve, a temporada nas principais estações tem início nas primeiras semanas de Junho. Como você chegará em 09/06, há uma grande chance das principais estações já estarem abertas – ligue antes para confirmar e não perder a viagem.

Sobre compras, compensa comprar roupa de frio, mesmo no inverno. É fato que elas estarão mais caras, mas mesmo assim custarão cerca de 30% menos do que pagamos no Brasil.

Um abraço!

Daniel Neves disse...

Olá Maia, espere clima ameno, entre 15 e 20 graus durante o dia, com picos de 25 graus e quase nada de chuva. À noite, é possível comer uma fondue - friozinho entre 7 e 10 graus.

Para a maratona, acredito que o dia deve começar com uma temperatura abaixo de 10 graus, mas chegará nos 20 até o final da prova.

Sobre compras de artigos esportivos e eletrônicos, veja meu post sobre compras: http://oviajantecomilao.blogspot.com.br/2012/06/top-10-santiago-7-compras.html.

Um abraço!

Daniel Neves disse...

Olá Lucirene,

Sobre a temperatura, prepare as malas para algo entre 10 e 15 graus durante o dia e noites bem frias, entre 3 e 5 graus. Sobre escurecer, não é nada muito diferente do que temos no Brasil – entre 18-19hs.

A lista de ótimos passeios fora da cidade é grande: Valle de Casablanca (onde são feitos os melhores vinhos brancos chilenos), Valle de Colchagua (que pode ser parcialmente visitado via “tren del vino”), Pomaire (cidadezinha famosa pelo artesanato em argila e ferro), Cajón del Maipo, Valle Nevado (que embora não tenha neve, vale pelo day tour e passeio de teleférico pertinho das Cordilheiras).

Como vocês terão tempo, ainda dá para visitar os Lagos Andinos, Pucón, Termas de Chillan. Veja mais dicas em http://oviajantecomilao.blogspot.com.br/2012/05/10-dicas-para-quem-visita-ou-quer.html?showComment=1360949473721#c3716265365721750607 e http://oviajantecomilao.blogspot.com.br/2012/05/10-dicas-para-quem-visita-ou-quer.html?showComment=1364036389168#c8745962605599263109.

Sobre comprar roupas de frio, o preço estará um pouco mais alto que o normal, mas mesmo assim o valor será 30% mais barato do que comprar no Brasil. Pode olhar sem medo. Veja meu post sobre Compras (http://oviajantecomilao.blogspot.com.br/2012/06/top-10-santiago-7-compras.html) para saber os melhores lugares em Santiago para estourar o cartão de crédito.

O aeroporto de Santiago é organizado, mas não posso falar o mesmo das empresas aéreas. Para evitar quilométricas filas, chegue pelo menos 2 horas antes do embarque.

Sobre o que pode ser levado na mala, a regra é clara: queijos e laticínios são proibidos. O item “comida industrializada” é muito genérico – já trouxe chocolate e envelopes de chá sem nenhum problema. Sobre vinhos, você pode despachar, mas a empresa aérea não se responsabilizará se algo quebrar. Uma boa estratégia é deixar para comprar no aeroporto – o free shop é muito bom, tem vários rótulos, e cada pessoa pode comprar até 6 garrafas por pessoa e transportar como bagagem de mão. Acho um baita negócio.

Um abraço!

Kelly disse...

Olá, tudo bem?
Li que você não aconselha ir por agências, por não compensar!
Pretendo ir no feriado de corpus christi, 29/5 a 2/6 e dei uma pesquisada em passagens e hoteis, hotéis realmente compensam e até passagens, mas a questão das passagens são os horários, pois os voos quando saem na quarta a noite só chegam no outro dia a tarde e gostaria de chegar na madrugada mesmo.Você teria alguma sugestão ou realmente nesse caso compensa ir por agencias como a CVC?]
Obrigada

Ana disse...

Daniel, tudo bem?
Como todos, gostaria de te parabenizar pelo trabalho! Não conhecia seu blog e fiquei encantada, muito bom :)

Viajo nessa 5a a noite para santiago. O objetivo principal da viagem é o festival lollapalooza. Essa será minha segunda passagem breve pela cidade e gostaria da sua ajuda com algumas dúvidas:
1- reservei um park hotel (parkapartments.cl) que vc já falou a respeito em um dos comentários e fiquei preocupada em relação a localização? É mesmo perigoso? Vale tentar mudar ou considerando que vou ao festival pode ser uma boa escolha?
2- já conheço o centro histórico, parque arauco e a vinicola concha y toro. Qual seria sua recomendação para um bom programa na 6a durante o dia? E para jantar/beber/dançar?
3- na 2a meu voo é 19hs. Alguma ideia de um programa legal de meio período? Talvez um lugar bonito + restaurante para almoço....
4- se depois do festival sobrar energia, quais seriam as opções de restaurantes ou bares que ficam abertos até mais tarde?
5- última pergunta (juro): me falaram que essa semana está calor por lá! A metereologia não ajuda com previsão de 12 a 30 graus. Devo me preparar pro frio, calor ou o que??

Super obrigada!











Marcelo Tcacenco disse...

Olá Daniel,

Serei repetitivo, mas.. (Meus parabéns pela paciência e dedicação e tempo dada ao seu blog), tenha certeza que está ajudando muito gente a se virar ou ter mais informações para ir a Santiago. (como é o meu caso)

Pois semana q vem estarei indo com a esposa e passaremos 6 dias em Santiago.

E estou usando as informações do seu blog como base da viajem.

Gostaria de saber se nessa época tem algum local que esteja frio o suficiente para ter a oportunidade de ver neve. A principio estarei indo ao Valle Nevado (na esperança) já q está próximo as cordilheiras.

E estarei ficando em apartamentos mobiliados na Merced X esquina Mac iver, centro de Santiago. Não sei se fiz uma boa pedida, mas nessa hospedagem estou indo por indicação de 1 amigo que ja ficou por lá. Sem luxo algum, mas como não pretendo ficar no quarto e sim conhecer Santiago, acho q vale a pena.

Gostaria de saber o que vc me diz sobre fazer compras (roupas, perfumes e maquiagem) em Santiago, A minha esposa está empolgada (apesar de já saber que Santiago, não parece ser muito bom para o tema "pesquisa em sites"), mas estamos pensando visitar Shoppings do Centro, ja q estaremos hospedados por lá.

Obrigado

Marcelo

Marcelo Tcacenco disse...

Daniel,

Outra duvida..

Como vc aconselha para ficar comunicável no Chile.. Habilitar os planos das operadoras nacionais ou comprar um cartão pré-pago no Chile ?

Os locais geralmente tem acesso Wi-FI Free ?

Obrigado

Marcelo

Daniel Neves disse...

Olá Kelly, quando digo que "não recomendo ir por agências" refiro-me única e exclusivamente aos passeios, pois entendo que os roteiros pré-determinados limitam demais o(a) visitante.

Por outro lado, se agência oferece um voo fretado em um horário competitivo, por que não aproveitar?

Pelo que você escreveu, parece que é esse o caso. E nada te impede de fechar o voo com a CVC e fazer os passeios por conta própria.

Um abraço!

Daniel Neves disse...

Olá Ana, vamos às respostas:

1) Santiago não é uma cidade perigosa, o Centro não é uma região perigosa. Sobre isso, não precisa ficar preocupada. O único problema é que a região é deserta à noite, sem falar que o metrô fecha às 23hs. Ou seja, depois das 23hs você dependerá de táxi, não tem outro jeito. Mesmo se estivéssemos falando de Londres, Paris ou Madrid, eu te daria o mesmo conselho: mulher sozinha (não sei se é o seu caso), horário tarde, o melhor é deslocar-se de táxi;

2) Você já conhece o Cerro San Cristobal? E o Parque Bicentenário, em Vitacura? E a vinícola Cousiño Macul, menorzinha e mais intimista? E o Museu Histórico Nacional? Já visitou o Palacio de La Moneda poe dentro? E La Chascona, a antiga casa de Pablo Neruda? Para à noite, não sei o que você gosta de comer – tenho um post com dicas de restaurantes em Santiago, dê uma olhadinha lá e me diga o que acha. O link é http://oviajantecomilao.blogspot.com.br/2012/06/top-10-santiago-10-restaurantes.html.

Para beber e dançar, deixei no blog algumas dicas de baladas em Bellavista, espero que ajude: http://oviajantecomilao.blogspot.com/2012/05/10-dicas-para-quem-visita-ou-quer.html?showComment=1359202006541#c1834792289426869007.

3) Você pode visitar Pomaire, um vilarejo típico muito procurado pelo artesanato em argila e ferro, ou fazer um dos passeios que te passei no item 2. Para almoço, os lugares imperdíveis são Giratorio (pela visão 360 graus de Santiago) e Mestizo (pela arquitetura do lugar). No Centro tem um indiano espetacular, bem pertinho e você, chamado Majestic. Tá tudo no meu post de restaurantes;

4) Restaurantes abertos até altas horas são poucos. Na lista que te passei com lugares para dançar em Bellavista, existem duas casas que servem boa comida;

5) Março faz entre 25 e 28 de máxima, quase nada de chuva e sem nuvens. O clima seco e a poluição maltratam. No seu lugar, eu iria preparado para andar de camiseta e bermuda durante o dia, mas levaria uma blusa na mala (ou na cintura) para o final do show – espere entre 8 a 12 graus de mínima à noite. E tome muuuuuuita água!

Um abraço!

Lu Cristina disse...

Olá, Daniel, tudo bem?
Obrigada, pela dica....então vc acha melhor levar pesos chinelos daqui do Brasil ou usar o travelmoney? mas eu não entendi aquela taxa de U$ 2,50, seria essa taxa para casa saque q eu fizer?
Para se hospedar estou pesquisando alguns hostels vc tem algum para me indicar?

Att, Luzia bjs

Daniel Neves disse...

Luzia, você pode usar ambos: o dinheiro vivo vale para as despesas pequenas, o ingresso, o sorvete, a água. O cartão é legal para pagar o restaurante, o hotel. Se você quiser sacar via TravelMoney no caixa eletrônico, pagará USD 2,50 por saque.

Lembrando que cartão de crédito paga 6,38% de IOF e cartão de débito paga 0,38% de taxa de saque.

Sobre hostels, veja o que postei aqui no blog, espero que ajude: http://oviajantecomilao.blogspot.com.br/2012/05/10-dicas-para-quem-visita-ou-quer.html?showComment=1351169407208#c3104413133581057292.

Um abraço!

Eveline Gava disse...

Olá, Daniel, estou a aproximadamente um mês da minha viagem e pensei em começar a fazer as reservas necessárias.
A questão é: das atividades que pretendo fazer, quais necessitam de reserva prévia?

Um abraço,
Eveline

Daniel Neves disse...

Olá Marcelo,

Infelizmente neve no Chile nesta época do ano só na Patagônia Chilena (Torres del Paine, Tierra del Fuego e Estrecho de Magallanes), cerca de 4 horas de avião de Santiago. Valle Nevado vale a visita para passear de teleférico e ver as Cordilheiras bem de pertinho, mas neve mesmo só a partir de Junho.

Você chegou a ver meu post sobre compras em Santiago? Dá uma olhada em http://oviajantecomilao.blogspot.com.br/2012/06/top-10-santiago-7-compras.html.

Um abraço!

Daniel Neves disse...

1) Depende do seu uso, mas enquanto o cartão é mais barato, o celular é mais prático. Muitas operadoras oferecem pacotes com preço fixo por dia para voz e dados (caso da TIM, que cobra R$ 29,90 por dia) e permitem falar ilimitado;

2) Muitos restaurantes e hotéis oferecem wi-fi grátis, mas isso não é uma regra, principalmente em locais mais simples.

Daniel Neves disse...

Eveline, comece pelos restaurantes. Alguns aceitam reservas pela internet, mas a maioria trabalha com o bom e velho telefone. Para visitar Viña e Valle Nevado, você pode adiantar o aluguel do carro ou fechar o translado com agências locais. Passeios na Concha y Toro (via site) e Palacio de La Moneda (via e-mail: visitas@presidencial.cl) também devem ser feitos com antecedência, assim como a reserva do Bike Tour.

Boa viagem!

Anônimo disse...

Olá, Daniel!
Parabéns pelo blog e atenção que vc tem com todos!!
Estarei junto com meu namorardo indo para Santiago no feriado de Corpus Cristi 30/05 voo e volto em 03/06. Nesse periodo encontraremos neve e estação de ski aberta?
Para passeios com estção de ski mais economico, é mais indicado Vale Nevado, el colorado ou PortilLo?
Para chegar a estação de ski é viavel ir de carro? Qual a temperatura media de Santiago nesse periodo?

Anônimo disse...

Olá Daniel, parabéns o seu blog é top.
Viajo com meu esposo para Santiago no dia 02/06(chegamos as 23;40h) e retornamos para Fortaleza no dia 10/06(07;15h),, queria que você sugerisse um roteiro para a gente fazer nesses 07 dias livres e gostaria de saber que tipo de roupa devemos levar e se vale a pena fazer a travessia pelos Lagos Andinos eno passeio para Vina del Mar e Valparaíso é melhor a gente fazer em 01 dia ou 02 dias?Ficaremos hospedados no hotel Montecarlo o que você acha da localização dele? Paga translado do aeroporto para o hotel e do hotel para o aeroporto ou pego táxi qual a melhor opção?
Desde já agradecemos pela sua atenção.

Daniel Neves disse...

Olá, em Junho a neve começa a cair nas regiões mais altas do Chile, mas ainda é difícil encontrar estações de esqui abertas – Valle Nevado e Portillo começam suas temporadas na metade do mês, mas já que você estará por lá vale ligar, vai que a neve foi intensa e eles decidiram antecipar o início da temporada.

El Colorado e La Parva são mais baratas que as badaladas Valle Nevado, Portillo e Farellones. É plenamente viável ir de carro – principalmente se vocês gostam de dirigir e não têm problemas com estradas muito sinuosas.

Junho é um mês frio e chuvoso - entre 9 e 12 graus durante o dia, com baixa sensação térmica (por causa dos ventos) e com picos de até 20 graus. À noite, espere temperaturas entre 3 e 6 graus, podendo ser até negativa.

Um abraço!

Daniel Neves disse...

Olá! Respondi aqui, espero que ajude - http://oviajantecomilao.blogspot.com.br/2012/06/10-atracoes-imperdiveis-em-santiago.html?showComment=1365278330420#c6162169149819013814

Um abraço!

Ká Zanin disse...

Parabéns Daniel pelo excelente site e pela sua paciencia. Lendo seus posts e suas respostas voce tem tirado todas as minhas duvidas. Estamos no Chile, eu e meu marido e estou montando nossa viagem com o passar dos dias, este blog esta resolvendo todas minhas duvidas. Obrigada pelas indicacoes.
Karina

Maria Cecilia disse...

Bom dia Daniel!
Estou indo com uma amiga para Santiago dia 11/04, chegarei a noite, então meu passeio começa dia 12/4 e tenho 4 dias inteiros. Vou ficar no bairro de providencia num apart, e gostaria de uma dica para abastecer a geladeira com o café da manhã pelo menos. Tem algum supermercado proximo a Rua Pedro De Valdivia 263? Outra pergunta , vc conhece a vinicola Emiliana(vinhos organicos), é possivel conhecer de manhã a concha Y Toro e essa vinicola? No mesmo dia que conhecer Vale Nevado, qual outro passeio poderia colocar pra tarde? Talvez nao esteja com o melhor roteiro, então se quiser sugerir algo apropriado para apenas 4 dias, fico grata. Um abraço e obrigada

Daniel Neves disse...

Olá Maria Cecilia,

Existe um Líder cerca de 1km na direção do centro (esquerda), na Manuel Montt 80. No sentido Las Condes (direita) há um mercado na Providencia, entre a Pedro de Valdivia e a Suecia (se não me engano chama-se “Santa Isabel”). Apenas atenção com os horários – acho que fecham às 22hs.

Já ouvi falar da Emiliana, mas ela fica no Valle de Casablanca, quase chegando em Viña del Mar, cerca de 100km de Santiago. Você até pode visitar a Emiliana e a Concha y Toro no mesmo dia, mas se você resolver visitar a região dos maiores brancos chilenos, ignore sem medo a turística Concha y Toro e conheça outras espetaculares, como a Indomita, a Casas del Bosque e a Matetic.

Valle Nevado normalmente cabe num day tour, onde você conhecerá a cidadezinha e andará de teleférico. Imaginando que você passará umas 6 horas na cidade, incluindo a parada para almoço, mais 2hs de translado ida e volta, são 8 horas, quase um dia todo. É melhor você voltar e aproveitar o restinho do dia em Santiago.

Você terá 4 dias, 1 dia para o Valle de Casablanca e outro para o Valle Nevado. Nos 2 dias que sobram, aproveite Santiago ao máximo. No meu post “10 Atrações em Santiago” (http://oviajantecomilao.blogspot.com.br/2012/06/10-atracoes-imperdiveis-em-santiago.html) você encontrará um roteiro “padrão” e várias opções que recomendei para os leitores, com sugestões para quem gosta de museus, parques, vinícolas, compras, crianças, gastronomia. Aproveite sem moderação!

Um abraço!

Anônimo disse...

Olá Daniel,parabéns pelo blog! Eu e minha namorada iremos em setembro para o chile,vamos ficar
no ibis providencia.Vc tem algua referencia do hotel? Seria melhor fechar um pacote com a cvc?
Eu encontrarei agencias que me indicarão passeios lá no hotel?
Abrços George!

Daniel Neves disse...

Olá George,

O Ibis Providencia está bem localizado em Providencia, a poucas quadras da estação de metrô Manuel Montt e entre 5-10 minutos de caminhada dos principais restaurantes do bairro. Boa escolha!

Sobre passeios, fechar ou não com uma agência depende de quanto tempo vocês terão na cidade, dos passeios que pretendem fazer, do orçamento... Pessoalmente, prefiro planejar meus próprios roteiros sem depender de agências – isso me dá liberdade para acordar a hora que quiser, fazer o que quiser e mudar meu roteiro, se achar necessário, sem maiores problemas. Com uma agência, isso é bem mais complicado.

Para passeios fora de Santiago (Viña del Mar, Valle Nevado, etc) a agência pode ser uma boa opção pela praticidade, mas às vezes o carro traz uma liberdade maior, poder parar no meio do caminho para apreciar a paisagem.

Você certamente encontrará agências tanto no hotel quanto no centro turístico (pertinho do hotel) que te indicarão passeios, mas há uma chance dos preços estarem um pouco inflacionados, sem falar do risco de tentar fechar um passeio em cima da hora e não ter vaga. Tente fechar antes, mesmo com agências chilenas, ainda no Brasil.

Tenha isso em mente para decidir se vale ou não fechar com uma agência, seja a CVC ou qualquer outra chilena – além da CVC, Turistour (www.turistour.cl) e Bernatour Chile (www.bernatourchile.com) são ótimas opções.

Um abraço!

Anônimo disse...

olá Daniel,
Preciso de dicas para compras e casas noturnas
obrigada

Daniel Neves disse...

Aqui http://oviajantecomilao.blogspot.com.br/2012/06/top-10-santiago-7-compras.html e aqui http://oviajantecomilao.blogspot.com.br/2012/05/10-dicas-para-quem-visita-ou-quer.html?showComment=1359202006541#c1834792289426869007

Maria Cecilia disse...

Obrigada Daniel.
Minha estadia no Chile, foi otima, e conheci a Vinicola Emiliana e deixei a concha y Toro pra uma proxima viagem. Até o supermercado Santa Isabel quebrou um galho enorme, pois fiquei em um apart na Pedro de Valdivia. Andei de metro pra caramba, muito tranquilo e conheci oque realmente queria conhecer, sem roteiro engessado. Foi otimo, pretendo voltar, no inverno ao vale nevado. E sem duvida quero ir ao sul do chile. que me parece ser imperdivel. Muito obrigada e até a proxima ! Um abraço! Maria Cecilia

Anônimo disse...

Daniel, valeu pelo blog. Em relação a Santiago
Como é a temperatura de 03 a 10 de maio? Muito frio? Tem Neve na região?
Qual a sua sugestão para passeios de um casal, que seja com preços razoáveis(padrão mais médio que alto), com fáceis deslocamentos, e em ESPECIAL para quem NÃO sabe nadinha de espanhol. OLHA NÃO QUERO SE PERDER.
Abraço e MUITO obrigado.
JUNIOR
Obs.: vamos hospedar no bairro providência, algum BOM-ÓTIMO hotel?

Anônimo disse...

Daniel, pensamos(casal) em fazer uma reserva no Nogales Hotel y Convention Cente(Providência) por 07 dias do início de maio.
Qual a sua opinião, quanto a localização e acessos? É um bom hotel OU você tem uma melhor sugestão? É melhor ou igual ao Ibis?
Somos "verdes" em viagem internacional e NÃO sabemos espanhol.
OBRIGADO
JUNIOR

Daniel Neves disse...

Olá Junior, o Nogales está localizado em uma região residencial de Providencia, porém um pouco afastado do metrô (6-7 quadras) e dos principais restaurantes do bairro. Pelo site, parece ser do mesmo nível do Ibis, que particularmente prefiro por ser melhor localizado, apenas 1 quadra do metrô. A distância dos principais restaurantes do bairro é a mesma, mas sem dúvida a proximidade do metrô ajuda no deslocamento.

Não saber espanhol já foi problema, mas hoje em dia é bem mais tranquilo. Os brasileiros “invadiram” Santiago nos últimos anos, e os santiaguenses já aprenderam algumas palavrinhas básicas de português para receber bem os brasileiros. Como sugestão, neste post eu coloquei um dicionário básico com algumas palavras básicas para os casos de aperto, acho que pode ser útil para vocês.

Um abraço!

andrea disse...

Oi Daniel
Eu e minha amiga estamos pensando em viajar para Santiago ou Machu Pichu, completamos recentemente 50 anos e queremos nos presentear com uma viagem. Nossos filhos estão dando a maior força,mas nós nunca viajamos por conta própria,sempre com agências.
Lendo seu blog, fiquei mto interessada em Santiago,assim te pergunto
1)Vc acha que nós conseguiremos fazer seus roteiros (dicas de passeios)por conta própria? detalhe: não falamos espanhol ! srsrrs
2) Como estará a temperatura final de maio?
3) dá para fazer o bike tour nesta época?
4) vc conhece Machu Pichu?
Desde já,te agradeço pela sua inicativa e disponibilidade em ajudar ( nós) os futuros viajantes.

Bruno Bus disse...

Boa noite Daniel tudo bem?

Fuçando na net encontrei seu blog, meus parabéns, bem em Julho estarei indo a Santiago, do dia 12/07 ao 19/07, ficarei hospedado no hotel BEST WESTERN PREMIER Marina Las Condes. Estou pensando em levar R$ 1500,00 para gastar.
Com esse valor consigo visitar Valle Nevado (1 dia apenas conhecer sem esquiar), Farellones ( 1 dia brincar no Tubbing ), aluguel de roupa de neve, 1 dia para Val Paraiso e Viña del Mar ( indo de ônibus ) e os passeios tradicionais na cidade como o Cerro San Cristóbal?
A respeito de alimentação, prefiro lugares mais em conta sem muito luxo, apenas para matar a fome mesmo ou os MC Donalds da vida.
Em relação ao meio de locomoção farei por meio de metrô e ônibus.
No caso do aeroporto eu vi a Transvip, você recomenda?

Obrigado

Ivan Felipe disse...

Boa noite Daniel Neves, pretendemos (casal) viajar no período de 28-08-2013 a 09-09-2013, alugando um carro, saindo de Santiago, passando por Viña Del Mar, Circuito Curicó, Los Andes, Portillo, Mendoza, voltando para Santiago . Queremos saber sua opinião e sugestão em relação a restaurantes, vinícolas, shopping (pois precisamos comprar roupas para suportar o frio do local), hotéis, bares, museus (inclusive de carros antigos), estação de ski , thermas, e outras sugestões de pontos turísticos e, além disso, querendo informações acerca de quanto tempo devemos ficar em cada cidade, suficiente para conhecer e aproveitar cada local, bem como indicação de locadoras de veículos em Santiago para que a gente possa atravessas para Argentina e, ainda, qual o melhor carro para realizar tal percurso.
Outra informação importante é se no período mencionado existe muita neve, gelo nas estradas e se a temperatura ainda é muito fria.
Obrigada e abraços.
Ivan e Andréia

Anônimo disse...

Oi Daniel. Estamos com viagem marcada para Santiago do Chile agora no final de junho/2013 e estamos a procura de um hotel bem legal e bem localizado, pois vamos com crianças. Pensamos em alguns: Crowne Plaza, Regal Pacific, Santiago Park Plaza, Plaza El Bosque Ebro ou NH Ciudad de Santiago. Qual deles vc indicaria? e caso tenha outro, aguradeço a ajuda.
Obrigada,

Vera Lima

Daniel Neves disse...

Olá Junior, espere temperaturas entre 10 e 15 graus durante o dia, e noites bem frias, entre 3 e 5 graus.

Sobre passeios, veja meu post “10 Atrações Imperdíveis em Santiago” – na seção “Comentários”, você encontrará vários roteiros sugeridos, dê uma olhada e veja o que mais se encaixa com seu perfil – vinhos, compras, museus e parques, de ônibus turístico, de bicicleta...

Sobre hospedagem em Providencia, normalmente indico o Ibis Providencia, um hotel com ótimo custo/benefício, com metrô quase na porta e fácil acesso para as principais atrações turísticas e restaurantes.

Não saber nada de espanhol não é um problemão, mas é bom levar um tabelinha com as principais palavras e as traduções – sabe como é, para usar na hora do aperto.

Um abraço!

Daniel Neves disse...

Olá Andrea,

Santiago é uma cidade muito fácil de andar, plana, arborizada e bem interligada por transporte, que convida os(as) turistas a agradáveis caminhadas, sem pressa. As principais atrações são bem agrupadas, o facilita o planejamento dos roteiros.

As atrações que coloquei no blog são fáceis de visitar – basta um mapa da cidade e outro do metrô, um cartão “BIP!” para deslocar-se com facilidade e uma lista das atrações que vocês não terão problemas. Além de conhecer a cidade a pé ou via metrô, opções como o Bike Tour e o ônibus turístico são ótimas alternativas para apreciar a cidade por outros ângulos.

Não saber espanhol não é um grande problema. Brasileiros são maioria nos principais destinos na América Latina, e os moradores já estão acostumados a ouvir palavras como “obrigado” e “bom dia”. Mas sempre vale levar um dicionário no bolso, ou pelo menos um guia de sobrevivência com as principais palavras para a hora do aperto. Aqui no post você encontrará uma boa lista no item (6).

Santiago em Maio é uma cidade fria, com temperaturas entre 10 e 15 graus durante o dia e noites bem frias, entre 3 e 5 graus.

Conheço Lima, mas infelizmente não conheço Machu Pichu. Pelas fotos e relatos de amigos(as) viajantes, acredito que seja um passeio imperdível, com muita história e excepcional gastronomia. Assim como Santiago.

Um abraço!

«Mais antigas ‹Antigas   1 – 200 de 449   Recentes› Mais recentes»

Postar um comentário

Pesquisar no Blog

Guias de Viagem


Álbuns de Fotos

Instagram


Anuncie no Viajante Comilão




Você gostou do blog? As dicas de viagens e reviews de restaurantes foram úteis para ajudá-lo(a) a planejar sua viagem?

O Viajante Comilão é um serviço 100% gratuito. Se você gostou do nosso serviço, ajude o blog a continuar seu trabalho: o link abaixo direciona para o site do PayPal, um serviço 100% seguro para que você possa fazer uma doação para o blog, usando seu cartão de crédito.

Contamos com sua contribuição. Obrigado!


Payments By PayPal