sábado, 31 de agosto de 2013

Dicas da Suíça: Interlaken e Jungfrau



Localizada no coração dos Alpes Suíços, a pitoresca Interlaken atrai turistas do mundo todo com seus esplêndidos cenários, situada entre os lagos Thun e Brienz e aos pés da cadeia de montanhas Jungfrau (4.158 metros), o Mönch (4.099) e o Eiger (3.970), Patrimônio Natural da Humanidade desde 2001.

Considerada a “Meca” dos esportes de aventura na Europa, Interlaken oferece opções o ano todo: são mais de 200km de ótimas pistas para esquiar, praticar snowboard e rafting pela neve, opções de montanhismo, alpinismo, trekking, rafting, canoagem, wakeboard e rapel, além de voos de asa-delta, balonismo, parapente, paraglider, salto de paraquedas sobre a cidade e os lagos... Ufa!


Em sentido horário: Hotel Victoria-Jungfrau, construções típicas de Interlaken, Jardim Japonês e visão da Höheweg com os paragliders sobrevoando a cidade

A cidade é pequena e charmosa, com construções coloridas, floridas e com bandeiras na porta. 1 dia é suficiente para um city tour completo, mas recomendo ficar 2 dias na região para fazer o principal passeio da região: a montanha Jungfrau. Falarei sobre ele daqui a pouco.

Plana e arborizada, a melhor maneira de conhecer Interlaken é a boa e velha caminhada. Saindo da Interlaken Ost, comece o passeio pela Höheweg, principal rua e que corta a cidade de uma ponta a outra, cheia de lojinhas de souvenirs, restaurantes, onde você encontrará o Jardim Japonês, o Monastério e a Abadia. Após alguns minutos de caminhada você avistará uma grande área verde à esquerda: é o Hoehematte, um parque com vista privilegida para o nevado Jungfrau. Do lado direito, chama a atenção o imponente hotel 5 estrelas Victoria-Jungfrau, onde também fica o cassino Kursaal, construídos em meados do século 19.


Hoehematte

Continue pela Höheweg, vire à direita na Bahnhofstrasse e pare alguns instantes na ponte sobre o rio Aare para apreciar uma das muitas comportas do século 19. Do outro lado da ponte está a comuna de Unterseen, com seu centro antigo (Altstadt) datado de 1280, onde destacam-se a igreja matriz de 1471, com sua torre gótica, e a Stadthausplatz, praça onde fica o belo prédio da Stadthaus (Câmara Municipal), com a companhia das montanhas Mönch à esquerda e Jungfrau à direita.

Achei na internet um mapa bem legal de Interlaken com as principais atrações destacadas, já com um trajeto sugerido para city tour. Para acessá-lo, clique aqui.


Vida chata: casinhas (e vida) ao redor do lago Thun

Interlaken também é referência em termos de cultura, sediando diversos eventos artísticos e musicais durante todo ano. Outro destaque fica por conta da gastronomia – a região, repleta de renomados restaurantes, oferece diversas opções de pratos tipicamente suíços como fondue e batata rösti, além de opções internacionais.

A subida ao Jungfrau é a principal atração em Interlaken e uma das mais famosas da Suíça. Diariamente, cerca de quatro a seis mil passageiros pagam os quase 200 francos suíços (ida e volta) para fazer o trajeto entre Interlaken e o Jungfraujoch, conhecida como “Top of Europe” por ser a mais alta estação de trem da Europa (3.454 metros). O trecho de 12 km entre as estações de Kleine Scheidegg (2.061 metros) e Jungfraujoch, inaugurado em 1912, dos quais 7 km são percorridos em um túnel que atravessa as montanhas Eiger e Mönch, é considerado uma espetacular obra de engenharia ferroviária. A construção levou 16 anos para ser concluída.


Unterseen in a nutshell

Devido à altura, o topo do Jungfrau topo é totalmente coberto por neve o ano todo, também conhecido como “neve eterna”. É possível até esquiar no verão, quando a temperatura ao ar livre se aproxima do 0°C. É a melhor época para a diversão de famílias com crianças, já que no inverno as temperaturas chegam facilmente aos 20 graus negativos.

A viagem é feita em dois trechos: o primeiro vai de Interlaken Ost a Kleine Scheidegg, que pode ser feito por duas rotas distintas, via Lauterbrunnen (que ainda terá uma parada em Wengen) ou Grindelwald – minha sugestão é que você suba por uma rota e desça pela outra. No segundo, você precisará fazer uma baldeação para um trem especial que te levará pela “Jungfrau Railway” até o cume. Para subir a imensa parede, a locomotiva e as composições são do tipo "cremalheira", uma linha ferroviária com trilhos dentados, no qual engrenam as rodas motrizes, também dentadas, das locomotivas, e utilizados em aclives acentuados.


Abadia (esq) e cadeias de montanhas a partir do Hoehematte

Durante a viagem, o cenário visto pelas janelas é de sonhos: pequenos vilarejos, chalés típicos em estilo enxaimel, pastos verdejantes, florestas, vaquinhas com os típicos sinos dourados, estações de esqui. No horizonte, a presença imponente das montanhas cobertas de neves eternas.

O passeio completo pela Jungfraubahn leva entre cinco e seis horas, partindo de Interlaken. Reserve mais 2-3 horas para percorrer todo o circuito do “Top of Europe” – que conta com restaurantes, lojas, pistas para esqui e snowboard, museu e o observatório "Sphinx", localizado a 3.571 metros de altitude (ponto mais alto do Jungfraujoch), com estações de astronomia, astrofísica, meteorológica e observação das radiações cósmicas, além da plataforma utilizada pelos turistas para tirar fotos. Não deixe de visitar o "Palácio de Gelo", uma galeria de túneis e câmaras escavadas diretamente na geleira do Aletschgletscher que, nos seus 24 quilômetros de comprimento, é a maior dos Alpes.



O bilhete pode ser comprado na própria estação e não está incluso no Swiss Pass, mas se você tiver um pode obter um desconto. O bilhete é aberto e não define uma rota ou horário, portanto você tem liberdade para montar sua visita da forma que achar mais apropriado.

Dica do Viajante: Em maio de 2006, foi celebrada uma parceria entre as linhas ferroviárias de Jungfrau e a estrada de ferro do Corcovado, no Rio de Janeiro (ambas dotadas do mesmo sistema suíço de tração por cremalheira): Todos que comparem um ticket do Top of Europe ganham 50% de desconto no trajeto brasileiro.

Para saber mais sobre o "Top of Europe", acesse http://www.viajenaviagem.com/2011/09/de-interlaken-ao-top-of-europe-pela-jungfraubahn/. Os horários de partidas e chegadas dos trens podem ser consultados aqui e aqui. Para reservar via internet, clique aqui.

16 comentários:

Pri GaLLi LaLLi disse...

Excelentes informações!

Naiandra Dittrich Naia disse...

Excelente! Obrigado por compartilhar! Estou indo pra lá em Junho..em que época você foi? de quando são essas fotos?
Obrigada!

Daniel Neves disse...

Olá Naiandra, as fotos da Suíça postadas aqui são de Setembro/2012. Um abraço!

Anônimo disse...

Daniel, bom dia!! suas informações são preciosas. uma pergunta: com o Swiss Pass, eu chego até Interlaken. aí tenho que comprar o bilhete, ali mesmo na estação, para subir o Jungfrau, que pode ter um desconto. é isso mesmo?

Obrigada pelas dicas, Lucélia Temple

Daniel Neves disse...

Olá Lucélia, é isso mesmo. O Swiss Pass dá desconto de 25% na compra do bilhete até Jungfrau, cujo valor integral começa em CHF 197,60 (ida e volta). Um abraço!

ana luiza disse...

Olã Daniel, posso comprar o bilhete para o Jungfrau na hora ou é preciso comprar com antecedência?

Daniel Neves disse...

Ana Luiza, sim é possível, embora não recomendado, já que alguns horários podem lotar rapidamente, principalmente na alta temporada. O ideal é comprar pela internet com antecedência.
Se decidir comprar na hora, apenas observe os horários de saída nas duas estações para programar sua ida e volta.
De nada.

Anônimo disse...

Oi Daniel, irei sozinha no inicio do ano que vem. E muita informacao, é possivel se virar com um ingles intermediario ?

Daniel Neves disse...

@Anonima, depende do que você chama de "inglês intermediário": se você consegue se comunicar o mínimo em inglês, entender e ser entendido, não existem problemas.

Como sugestão, leve os nomes das cidades que pretende visitar e atrações que pretende conhecer anotadas num folha de papel, na emergência você poderá mostrá-las para dizer o que você quer e tentar se comunicar.

De nada.

Anônimo disse...

Olá Daniel, tudo bem? Meu nome é Julio e estou indo para Lucerna em agosto com minha esposa e mais um casa de amigos...

Gostaria de saber se poderemos nos virar bem com o euro ou é aconselhável comprarmos franco suíço para as despesas... O que me diz?

Outra questão, se puder me informar, gostaria de uma sugestão de passeio em montanhas... Não pretendemos praticar esportes, mas gostamos de uma aventurazinha controlada... rs

Agradeço a sua atenção e parabéns pelo blog. Suas informações são preciosas.

Um abraço

Daniel Neves disse...

Olá Julio,

A moeda oficial da Suíça é o franco. Alguns comerciantes podem até aceitar pagamentos em euro, mas não são obrigados a fazê-lo.

Se você optar por levar euros, terá que trocar por francos nas casas de câmbio, ou sacar em moeda local nos caixas eletrônicos. Cartão pré-pago em euros pode ser uma opção caso você não queira levar dinheiro em espécie, mas o valor do IOF torna esta uma opção pouco procurada atualmente.

O ideal é que você saia com francos suíços do Brasil.

Existem várias opções de passeios nas montanhas. Entre os roteiros imperdíveis, Jungfrau, Matterhorn, Pilatus, Titlis e Eiger. Em comum, trens de cremalheira, paisagens de tirar o fôlego, mirantes e passeios na neve.

Para saber mais, acesse a página do MySwitzerland.com, o Portal de Turismo da Suíça: http://www.myswitzerland.com/pt/montanhas-suicas.html

Um abraço!

*** RESERVE SEU HOTEL COM O VIAJANTE COMILÃO: É O MESMO PREÇO DO BOOKING.COM, E ASSIM VOCÊ AJUDA O BLOG A GANHAR UNS TROCADOS ***

Wilder Lopes disse...

Olá!
Parabéns pelo blog! Ele é ótimo e muito útil!
Gostaria de deixar uma contribuição a este post: Nele você informa que existe uma parceria entre o trem do Corcovado no Rio e o trem do Jungfrau e que isso permitiria 50% de desconto no ingresso aqui no Corcovado. Isso é realmente verdade mas o contrário também ocorre e é uma economia muito maior. Eu li isso em algum lugar e em 2013 experimentei. Levei o meu ticket aqui do Corcovado (que custou uns R$60,00) e obtive 50% de desconto lá no Jungfrau! Em vez de pagar CF198,00 eu paguei apenas CF99,00!
Abraços

DiegoAlbuquerque disse...

Daniel, beleza ? Cara, vc cita um mapa turistico e coloca um link, mas acho que ele tá quebrado. Você ainda tem esse mapa para postar pra gente ? :D

"Achei na internet um mapa bem legal de Interlaken com as principais atrações destacadas, já com um trajeto sugerido para city tour. Para acessá-lo, clique aqui."

Esotu atrás dessa informação ai do desconto do corcovado. Bem legal isso. Queria saber só se tem algum prazo pra usar ? Tipo, será que vale um ticket do ano passado ? :D

Abs
Diego

Rosangela Araujo disse...

Adorei seu post! Estava precisando dessas dicas, indo no início de junho para Interlaken. Agora estou fazendo caça ao "ticket do Corcovado" : )

Ana Flávia Cintra disse...

Adorei a dica do desconto de 50% no passeio do Jungfrau. Posso imprimir o voucher e levar para apresentar na hora? Idoso não tem o desconto. Por quê?

Daniel Neves disse...

Olá Ana Flávia,

O desconto é válido com a apresentação do ticket do trem do Corcovado. Se você tem o ticket guardado, pode levar e mostrar na hora.

Sobre não ter desconto para idoso, é uma excelente pergunta, já que crianças entre 6-15 têm desconto, e menores de 5 anos não pagam...

Mas realmente não existe o desconto, segue um link com esta informação: http://www.myswissalps.com/jungfrautravelpass/price

Um abraço!

*** RESERVE SEU HOTEL COM O VIAJANTE COMILÃO: É O MESMO PREÇO DO BOOKING.COM, E ASSIM VOCÊ AJUDA O BLOG A GANHAR UNS TROCADOS ***

Postar um comentário

Pesquisar no Blog

Guias de Viagem


Álbuns de Fotos

Instagram


Anuncie no Viajante Comilão




Você gostou do blog? As dicas de viagens e reviews de restaurantes foram úteis para ajudá-lo(a) a planejar sua viagem?

O Viajante Comilão é um serviço 100% gratuito. Se você gostou do nosso serviço, ajude o blog a continuar seu trabalho: o link abaixo direciona para o site do PayPal, um serviço 100% seguro para que você possa fazer uma doação para o blog, usando seu cartão de crédito.

Contamos com sua contribuição. Obrigado!


Payments By PayPal