segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013

Buenos Aires – Navio e Museu “Fragata Sarmiento”



Construída em Liverpool (Inglaterra) em 1897, a Fragata Sarmiento foi o primeiro navio-escola da Argentina, prestando serviço para os alunos da Escuela Naval Militar entre 1899 e 1939. Realizou um total de 37 viagens de instrução por todo o mundo, formou 23 mil cadetes navais e oficiais, visitou mais de 40 países e percorreu impressionantes 1.100.000 milhas náuticas, sempre em missão de paz. A cada viagem, transportava até 31 oficiais, 40 cadetes e 275 tripulantes.

O nome da fragata é uma homenagem ao presidente argentino Domingo Faustino Sarmiento, que fundou a Escuela Naval Militar em 1872.

Os cadetes faziam a viagem de instrução após 5 anos de estudos na Academia Naval. A viagem durava 12 meses, e significava a oportunidade de colocar em prática o que aprendiam. A rotina dos cadetes era puxada. Eram garotos de 21 anos, que trabalhavam a bordo como qualquer marinheiro – fazer manobras, orientar velas, realizar exercícios de artilharia, limpar o navio. A cada parada, eram responsáveis por repor o carvão consumido pelas caldeiras – até 300 toneladas, e na base da pá. E ainda tinham que estudar 26 matérias diferentes, de matemática a línguas estrangeiras.


Figura representando a República Argentina, com a mão esquerda no peito e mão direita segurando o Escudo Nacional (original disponível no Museo Naval de la Nación, de Tigre)

Entre 1939 e 1961 seguiu atuando como navio-escola, porém em viagens menores, dentro do próprio país. Na década de 50 suas viagens limitaram-se a navegações nos rios da Plata, Paraná e Uruguai. Declarada Monumento Histórico Nacional em 1962, foi convertida em museu em 1964 e está ancorada em Puerto Madero desde 1994.

A Fragata Sarmiento tem 85 metros de comprimento, 13 de largura, 35 velas, 3 mastros (o maior tem 54 metros), 6 âncoras (4 em proa de 2.350 kg cada e duas de popa de 650 e 250 kg, respectivamente) e um motor a vapor com 1800 cavalos de potência, alimentado por 4 caldeiras e responsável por uma velocidade de até 13 nós (26 km/h).


Sala de máquinas

Contava com armamento militar de ponta – 12 canhões, sendo 4 canhões Armstrong de tiro rápido de 120 mm e calibre 45, 6 canhões Armstrong de tiro rápido de 57 mm, 2 canhões Maxim-Nordenfeldt de 37 mm, além de 3 lança-torpedos Whitehead 21 polegadas e 2 metralhadoras Maxim- Nordenfeldt de 7,62 mm.







A viagem inaugural foi em Janeiro de 1899, sob o comando do Comandante Betbeder Onofre, e foi a mais longa de sua história, ao viajar 49.500 milhas náuticas em 20 meses e 40 dias, passando por 71 portos.

A fragata fez parte de revistas militares e testemunhou inúmeros acontecimentos históricos, como a coroação de Eduardo VII de Inglaterra (1901) e Alfonso XII de Espanha (1902), o centenário da Independência do México (1910) e a inauguração do Canal do Panamá (1915). Entre as curiosidades, foi a banda de músicos da fragata que levou o tango para o Japão, em 1905, quando os acordes de “A Morena”, de Angel Villoldo, foram ouvidos pela primeira vez na Baía de Tóquio.

Com exceção dos dois botes de apoio, que estão em situação lastimável, a fragata está em ótimo estado de conservação, o que permite o visitante viajar no tempo e conhecer por dentro um pouco de uma embarcação de ponta construída no século XIX.



O belo museu conta a história de uma época através de documentos, fotos, trajes, ferramentas e armas. É possível visitar praticamente todas as dependências nos três pavimentos da embarcação, com mobiliário e aparelhamento originais – convés (com timão, equipamentos de navegação e sino para aviso de neblina), sala de refeições (com grandes mesas de madeira), sala de aulas, cozinha, câmara frigorífica, sala de máquinas (com motor a vapor, eixo de hélice e caldeiras). As cabines na câmara baixa (de uso exclusivo dos oficiais superiores; a tripulação dormia em camas berço, semelhantes às redes) e a barbearia ficam fechadas, mas através das janelinhas dá para observar as camas, escrivaninhas, quadros, objetos. Escadas íngremes e que exigem atenção do visitante (principalmente na descida) interligam os pisos – observe o desgaste dos degraus.


Timão (acima) e equipamentos de navegação (abaixo)


Cozinha, barbearia e cabine do comandante

Entre as armas, é possível ver um torpedo White Head (contruído entre 1900 e 1903) com 4,5 metros de comprimento e carga de 60kg, e 3 exemplares de armas de assalto, sendo 2 carabinas de 7 mm e 11 mm (dos anos 1879 e 1891, respectivamente) e 1 fuzil 7 mm de 1911. Entre os trajes, roupas militares e um kit de mergulho em águas profundas, com escafandro e sapato de ferro, completam a coleção.


Em sentido horário: armas de assalto, torpedo White Head, fuzil 7 mm, escafandro e sapato de ferro

Também estão expostos vários objetos colecionados durante as viagens, entre os quais (1) uma pedra da Grande Muralha da China, (2) uma bandeira argentina onde o Sol foi bordado com os olhos puxados (presente do Exército Chinês), (3) uma réplica em seda e metal dourado da roupa de Samurai (doada pelo Governo Japonês em 1998 em comemoração ao centenário), (4) foto da transmissão de rádio feita pela NBC em 1931 a partir do porto de Nova York, quando os cadetes puderam falar com suas famílias em Buenos Aires, e (5) informações (e fotos) sobre cada uma das 37 viagens de instrução, incluindo nomes dos tripulantes, planos de navegação e portos de passagem.


Em sentido horário: bandeira argentina com olhos puxados, roupa de Samurai, traje militar e pedra da Grande Muralha da China


Em sentido horário: distâncias de algumas viagens de instrução, desgaste nos degraus, Puerto Madero visto da sala de jantar e fotos de todos os comandantes da fragata

Outra atração que chama bastante a atenção dos visitantes é o corpo embalsamado de “Lampazo”, cachorro da raça Terra Nova que foi animal de estimação da tripulação.

O passeio custa módicos AR$ 2 (R$ 0,80) para adultos, grátis para crianças menores de 6 anos. Pode ser visitado todos os dias, inclusive feriados, das 10hs às 19hs.

Endereço: Avenida Alicia Moreau de Justo, 980 (deque 3)
Telefone: +54 (11) 4334-9386

O Viajante Comilão recomenda: Onde comer (raio de até 5km):


0 comentários:

Postar um comentário

Pesquisar no Blog

Guias de Viagem


Álbuns de Fotos

Instagram


Anuncie no Viajante Comilão




Você gostou do blog? As dicas de viagens e reviews de restaurantes foram úteis para ajudá-lo(a) a planejar sua viagem?

O Viajante Comilão é um serviço 100% gratuito. Se você gostou do nosso serviço, ajude o blog a continuar seu trabalho: o link abaixo direciona para o site do PayPal, um serviço 100% seguro para que você possa fazer uma doação para o blog, usando seu cartão de crédito.

Contamos com sua contribuição. Obrigado!


Payments By PayPal